SIDEBAR
»
S
I
D
E
B
A
R
«
Temos vaga para namorado e marido
out 31st, 2013 by admin

   

A mulherada é um caso a parte no Universo. É ou não é? Homem? Homem a gente tem que ter! Eu disse a gente “tem que ter”. Igual bolsa, sapato e perfume. Faz parte do pacote! Mulher com homem ao lado na sociedade tem mais valor do que aquela que não tem. Não estou certa?! A gente cresce ouvindo isso. A que tem um homem, mesmo que ele seja uma praga, um lixo, tudo bem, mas pelo menos ela tem um. Mas aquela que está sozinha, coitada! A gente até sofre junto! (risos)

Então criamos um departamento dentro de nós chamado de “Recrutamento e Seleção peniana”. (risos)

Nesse departamento criamos uma vaga chamada “Namorado”. Sim! Aquele coitado que a gente pega pra Cristo para satisfazer todas as nossas necessidades. Exatamente! Necessidades estas que não damos a nós próprias e, portanto exigimos do outro.

Então saímos à caça do primeiro infeliz que nos aparece. Veja, pode ser qualquer um! Pode ser pobre, barrigudo, vagabundo, grosso e burro. Nós não nos importamos, contanto que ele queira um compromisso. Olha só a loucura!

E achamos isso normal, afinal os “tem que ter” na nossa cabeça ficam lá martelando até a vaga ser preenchida.

O que sentimos e o que de fato queremos, não importam! O que nos importa é apenas mudar o status do face book para “relacionamento sério”. Sério? Sério mesmo? Você não trata nem sua gaveta de calcinhas com seriedade, como deseja que alguém a trate também?

Raras são aquelas mulheres que dizem após um rompimento: “Agora quero ficar um pouco sozinha e me curtir”. As que falam, ainda falam da boca pra fora. Só as mais velhas mesmo, daquelas que acham que morreram para o mundo e resolvem que só vão viver para os filhos. Na verdade o que elas querem dizer é estragar a cabeça dos filhos, pois mulher muito tempo sem um pênis ao lado, começa a ficar doida. Mais doida!

Então a vaga “namorado” é finalmente preenchida. Mas você acha que parou por aí? Que nada! Agora começará outra maratona: A maratona do “peça-me em casamento”! Aliás, desde o dia que o conheceu, você correu perguntar o sobrenome dele, para verificar se combinava com o resto do seu nome. Já se imaginou casada numa mansão com empregados mil e rodeada de quatro crianças lindas e educadas. Pronto! Acabo de retratar aqueles comerciais irritantes de margarina, onde todos são felizes e os homens são limpos, cultos e educados. Que graça!

Mas tudo bem! A vaga continuará aí a disposição, independente do que eu fale. Aliás, acho que a medicina deveria criar uma especialidade específica para nosso órgão de “Recrutamento e seleção”. Mas é claro! O teu anda meio defeituoso, meio descompassado e sem critério. Anda pegando qualquer coisa. Então já que tem cardiologista, ginecologista, endocrinologista, deveria existir também um “maridologista”!  Ele examinaria, nos receitaria um ótimo remédio tarja preta é claro e em poucos dias estaríamos com nosso radar afinadíssimo. Olha só que lindo! Você só iria querer pegar de Brad Pitt pra cima! Cuidado Angelina Jolie!

Então minhas queridas para concluir, pelo amor aos nossos sapatos de salto, tenham critério quando estiverem entrevistando um possível candidato. Não saia se desdobrando ou arrancando os cabelos por um homem que você acabou de conhecer. Espere-o mostrar quem ele é, qual seu caráter, seus valores e seus pensamentos. Afinal, você é o bem mais valioso nesse Universo para você, não é mesmo?!

Siga-me no twitter: @menruntoyou

Seja apenas você
out 30th, 2013 by admin

Quanto desencontro! Quantos enganos! Quanto medo temos em não agradar os outros! Temos tanto medo de não sermos aprovadas, que esquecemos quem somos e do que gostamos para nos tornar quem o outro espera. E fazemos isso constantemente!

Quando se trata de homem então, fazemos qualquer negócio. Comemos o que não queremos, vamos a lugares que antes jamais iríamos, vestimos até mesmo roupas que não nos agrada, apenas para que “ele” a aprove. Que coisa triste!

E então sua anulação é tão grande, que de repente você se desconfigurou inteira. Você se olha no espelho e não se reconhece mais. Quem sou eu? Do que eu gosto mesmo? O que me agrada? O que eu não tolero?

No filme Noiva fuga, uma cena me chamou bastante atenção. É uma cena em que Richard Gere, diz claramente a Julia Roberts, que ela se transforma em cada relacionamento. Vide a preferência de seus ovos matinais, que mudavam a cada relação. Com um eram ovos fritos, com outro eram Benedict, já com outro eram mexidos e assim ia. E mais no final do filme, ela aparece em frente a uma mesa provando um pedaço de cada tipo de ovo. Até que ela chegou à conclusão do preparo que ela mais gostava.

Veja, é justamente nessa cena, que ela está se recuperando! Recuperando quem ela era, do que gostava, de sua essência. Essência essa que foi perdida dentre os seus relacionamentos.

Na verdade, o filme retratou apesar das loucuras de sair correndo do altar, a mulher mundial. Independente do país e da cultura que vivencia, o comportamento feminino tende sempre ao mesmo ponto: Ser um camaleão a fim de ser aprovada por um homem e assim o conservar ao seu lado.

O que todas essas mulheres não sabem, é que justamente esse comportamento que fará com que esse mesmo homem não valorize todo esse esforço e vá embora. Ora, quem quer ser casado com um robô ou uma escrava? Ninguém! Nem o homem mais machão que eu conheço! Eles desejam por uma mulher com opinião própria, que diga o que gosta ou que não gosta, que tenha suas próprias preferências, que não viva atrás em satisfazer as necessidades de um homem, mas que se preocupe com suas próprias necessidades.

Será que não chegou a hora na sua vida de você começar a experimentar seus ovos? Será que não chegou a hora de você se dar conta de suas preferências, sonhos, desejos e vontades?

Isso se chama “colocar-se em primeiro lugar”. Acho que chegou o seu momento de sair do último lugar na fila e tomar a primeira posição. O seu lugar está lá! Tem uma placa com seu nome lá na primeira colocação. Porque você insiste em ficar por último? Seja apenas você e pegue o lhe pertence!

Siga-me no twitter: @menruntoyou


Porque vamos contra a nós mesmos?
out 29th, 2013 by admin

O que eu falo aqui não é mais novidade para vocês. A grande maioria já se deu conta dos tipos de pensamento que anda tendo. E para quem já escutou os áudios do curso dos segredos na manipulação energética, entende bem do que estou falando.

Você quer o ex de volta. Você quer um namorado. Você quer casar. Você quer um emprego novo. Você está doente e deseja se curar. Nós queremos muita coisa. Porém não nos damos conta que esse “querer” na verdade só gera sentimentos de falta.

Sim! Pois se quero incansavelmente que ele volte, o que estou vibrando? A falta dele! O Universo só entende a falta. O Universo só compreende a sua vibração. O seu “querer” na cabeça pouco importa. O que importa são suas sensações em seu corpo.

Não adianta eu gritar aos quatro ventos que me considero uma mulher importante, se minhas atitudes no dia a dia apontam para uma pessoa que não se coloca em primeiro lugar. Não adianta eu afirmar da boca pra fora que sou uma pessoa inesquecível, se dentro de mim conservo um medo de que o fato de me manter fora de alcance por alguns dias o fará me esquecer por completo. Ora, o que você anda vibrando? Você já parou por um momento para se observar?

Você quer ser valorizada, mas não se trata como a pessoa mais importante do mundo. Você quer um ótimo relacionamento, porém não acredita lá dentro que mereça isso!

Que padrões de pensamento você adquiriu ao longo de sua vida? O que a ensinaram? Esses padrões ainda servem para você ou servia apenas para quando você era criança?

Quando você era criança a ensinaram um monte de coisas erradas. A ensinaram principalmente a não dar importância ao que você sentia, para obedecer a uma pessoa mais velha. Ou seja, “o que você sente não tem importância, o que importa é a cabeça dos outros”. E então você passou sua vida toda perguntando a opinião de terceiros, quando na verdade todas as respostas estavam bem aí!

Ok! Não fizeram por mal! Fizeram o que achavam que era o melhor! Só que essas idéias vão contra a nós mesmos. Mas hoje, essas ideias e esse comportamento não lhe servem mais! Você já sabe o que é melhor! Você já sabe que não precisa perguntar a opinião da vizinha para saber o que é cabe a sua pessoa ou não. Você sabe o que é melhor para você! Assim como a vizinha sabe o que é melhor para ela! O que serve para você, não serve para sua vizinha! E vice-versa!

Eu não sei o que andaram enfiando na sua cabeça. Talvez o mesmo que enfiaram na minha. Mas eu um dia cansei de ser feita de tapete de porta. Eu um dia me cansei de correr atrás de ser valorizada. E então voltei toda minha atenção, todo meu foco para mim mesma. E foi a partir desse dia que minhas coisas começaram a ir pra frente. Egoísta eu? Sou mesmo! Já sou filha única, mimada e patricinha (para quem está fora do Brasil, a expressão patricinha significa dondoca, filhinha de papai)!  Imagina agora sendo egoísta! Pois é! Eu desafiei a tudo o que me disseram um dia. E então aprendi a co-criação. E foi a maior satisfação já sentida até hoje pelo meu ser. E é essa mesma satisfação que quero compartilhar com todas vocês.

Está chorando? Está sofrendo? Está com medo? Então acho que sua forma de pensar e sentir não estão funcionando. Mude o canal de sua televisão interna! Funciona!

Siga-me no twitter: @menruntoyou

Lançamento Áudio Os Segredos da Manipulação Energética
out 28th, 2013 by admin

 

Mulheres! Finalmente está disponível o Curso em Áudio sobre Manipulação Energética conforme combinamos.

Elaborei um curso de duas aulas com duração de uma hora cada uma! São duas horas comigo…falando sem parar (risos)!

Agora você vai aprender definitivamente que o poder em manipular sua realidade, as situações em sua vida e as pessoas que estavam próximas a você sempre esteve disponível para ser acessado. Só depende de você!

O curso está em formato mp3, a ser acessado em área restrita com login e senha.

Abraços a todas!

Siga-me no twitter: @menruntoyou

Não perca a vontade de viver
out 25th, 2013 by admin

Alguns acontecimentos na vida, principalmente para a mulher, os que envolvem a área afetiva, nos decepcionam demais, nos tornam tristes e fazem muitas vezes, mesmo que temporariamente que percamos a vontade de viver. Quem aqui já não acordou numa manhã e não teve a coragem de levantar da cama? Quem aqui já não pensou: “Bem que eu poderia desencarnar agora, virar anjo no céu, de camisola Versace, tocar harpa numa nuvem, conhecer um anjo sarado com a aquela roupinha mínima e uma folha dourada atrás da orelha e então olharíamos um para o outro e faríamos sexo selvagem em uma nuvem voadora.”

Louca! (risos)…Seria um escândalo no reino divino dos céus. Mas que você pensou, ah pensou! Não me faça essa cara de santa pudica hein!

E então como num piscar de olhos a imagem daquele homem que alguns dias atrás a fez sentir a pior das criaturas lhe vem à mente. E então você se desaba num choro incontrolável. Soca o travesseiro e se pergunta “Por que”! E pior, por mais que você peça, o Universo não moveu uma palha e você continua encarnada nessa roupa que você chama de corpo.

É minha querida..você precisa enfrentar e reagir. “Mas como?” – Você pensa.

E eu digo: REAGINDO!

Ficar chorando, se lamentando, se martirizando na primeira semana vá lá. É aceitável. Eu compreendo. A choradeira fica até mais romântica (risos). Mas dez dias depois e você ainda está nesse choro compulsivo? Não secaram suas lágrimas? Puxa! Ainda não desidratou? Parabéns! Seu corpo deveria ser mandado a um laboratório, para estudos, com o título: “A mulher cujas lágrimas não secam nunca.” Que coisa brega hein! (risos)

Eu sei que dói demais. Eu sei que em alguns momentos o ódio, a raiva, a frustração, mas principalmente a tristeza parece ser tão forte e parece que nunca terá fim, que a vontade de passar dessa para melhor chega a se tornar até um conforto.

Mas eu tenho uma coisa a lhe dizer: Você é um ser eterno. Você é um ser único. Você nasceu com você nesse corpinho aí e continuará com você aí dentro mesmo depois que você bater as botas.  Então pensar em matar seu corpo físico será em vão. Imagina quanto irada você ficará na hora que acordar lá do outro lado e perceber que você ainda continua aí do mesmo jeito?

Imagine a cara do povo lá do outro lado olhando pra você com aquela fisionomia de: “Bonito hein!”

Agora imagine sua cara de songa monga? Imaginou? Então para as suicidas de plantão, essa é de longe a pior decisão. Mesmo porque não vai adiantar nada. Aí o que você vai querer fazer desencarnada? Vir aqui assombrar a vida do ex?

Olha até que eu gostei! Não seria uma má ideia (risos).

Mas não! Esqueça isso! Não vai resolver seu problema. Essa dor e essa angústia que sente em seu peito só passarão de uma forma: Com a sua vontade de pegar o que sobrou e cuidar muito bem de você. De a partir de agora colocar-se em primeiro lugar na vida. De resgatar todas as coisas que amava fazer. De ver a beleza da vida nas coisas mais simples. De sentir prazer com sua própria companhia. De se sentir feliz hoje, para assim conseguir se alinhar a abundância do Universo  e isso inclui um bofe lindo e que será um companheiro incrível.

Eu não estou mentindo para você!  O processo é esse. Quer aprender?

Siga-me no twitter: @menruntoyou

A angústia que cega
out 24th, 2013 by admin

Que sentimento é esse? O que ele é capaz de fazer conosco quando o sentimos? Porque a angústia cega tanto? Que desespero é esse que toma conta de nós e nos faz falar e fazer coisas antes nunca pensadas em sã consciência? O que é isso minha querida?!

Olhe pra você agora? Agora enquanto lê esse texto. Observe-se. Agora se lembre de você no último momento em que sentiu a seguinte sensação: Um pensamento soprou ao seu ouvido como uma preeminência de catástrofe (sim, pois o “não ligar” de um homem é uma catástrofe de proporções mundiais para uma mulher! A natureza mudou seu curso! A nova era glacial está por vir! Os oceanos estão avançando! É o fim da vida humana na terra! Ahhhhhhhhhhh!….esse é o seu grito! Risos). Onde estávamos? Ah sim, no sopro no ouvido….

Exato! Retratei agora mesmo a sua cabeça. Essa que vai e vem, sobe e desce, dá voltas e cria situações nunca então sonhadas por nenhum autor de novelas. Mas…continuando….

O pensamento sopra então você o escuta. Não só escuta, você dá crédito a esse pensamento. Você valida! Ou seja, certifica que aquele seu pensamento possa de fato ser real. Então seu corpo se monta inteiro! Afinal ele entende que você está numa situação de perigo. Sabe quando você encontra um cachorro da raça Pit Bull sem coleira, solto, sem dono? O que seu corpo faz? Ele não se arma inteiro, em posição de fuga, de perigo? Uma carga de adrenalina recai sobre seu corpo de modo que você fique em posição de alerta e assim possa escapar do predador, certo? O mesmo ocorre quando você tem esses pensamentos que geram essas crises agudas de angústia ou de ansiedade.

Após essa descarga de adrenalina que vem como uma onda de calor que deixa seu corpo todo em posição de alerta, uma sensação de chão se abrindo pega seus pés. Parece que o chão se abriu e um buraco infinito esta bem abaixo de você. E esse buraco parece sugá-la! Então seu coração dispara! O ar falta do cérebro e então começam as pérolas. E dessas pérolas você entende bem! (risos). Você comete uma série de insanidades. Você xinga o indivíduo de tudo quanto é nome, ameaça, faz a maior cena! Perde totalmente as estribeiras e a dignidade.

O que fazer quando isso acontecer? Nada! Quando você chega nesse estado, acredito ser extremamente difícil conseguir se controlar. Eu não consigo! Eu figo cega! Insana! Psicopata! E você como também é mulher, não é diferente. O pulo do gato está em não deixar chegar nesse ponto crucial. É o ponto final, a porta, a porteira, entre um pensamento preocupante e uma avalanche de desgraceiras.

Você precisa saber é identificar esse ponto limite e não ultrapassá-lo. Quando tais pensamentos conflitantes a assaltarem, pare nesse momento por um instante. E lembre-se: “É apenas minha cabeça. É apenas minha mente. Essa é a função dela. Eu não vou validar isso.”

“Mas e se…”…”e…”….”será”…..essa é a sua cabeça falando….não dê ouvidos a esse tipo de coisa. Mude o foco. Mude sua atenção. Vá fazer outra coisa imediatamente.

Dessa forma você estará se preservando. Preservando seu corpo, seu coração e por consequência evitando uma série de dissabores que poderá vivenciar quando age nesse impulso psicótico.

Só depende de você!

Siga-me no twitter: @menruntoyou

Quantas vezes devo ligar pra ele?
out 21st, 2013 by admin

Oh mulherada que gosta de um telefone hein! O que mais vejo são mulheres a beira de um ataque de nervos apenas porque “ele” não atendeu a uma ligação. Aqui mesmo na empresa já percebi que tem um funcionário novo, em que a esposa fica insistentemente ligando para o celular dele. E se depois da vigésima ligação seguida que ele não atendeu, ela liga no telefone da empresa e manda chamá-lo. Ora, como ela espera que ele o trate depois desse surto psicótico? Não tem outro nome pra isso! Aliás, depois de tantas síndromes que temos hoje em dia com nome bonito, poderiam catalogar mais uma: Síndrome do telefone não atendido.

E você hein? Será que você não anda fazendo a mesma coisa? Será que depois da terceira ligação não atendida, você ainda não manda mais uma meia dúzia de mensagens, e-mails, mensagens em software de mensagens instantâneas e ainda vai até lá conferir o motivo do não atendimento?

Ora, se você ligou uma vez, ele já sabe disso! Você não precisa ligar mais novecentas vezes para que ele entenda! Se nada aconteceu, vocês não brigaram e está tudo bem e ele não atendeu a sua ligação, não se preocupe. Se ele trabalha então, muito provavelmente naquele momento, ele não poderia atender. Ele não pode simplesmente deixar as obrigações profissionais de lado apenas para atendê-la, e ainda para falar algo totalmente sem importância.

Mas então você dirá: “Ah Fernanda, mas eu largo tudo para falar com ele. Eu paro o que estou fazendo apenas para falar na hora que ele quer! Quantas vezes devo ligar pra ele?”

Burra! Pronto Falei! Porque você faz isso? As suas coisas não são importantes? Seu trabalho não é importante? Você não é importante? Como você quer que ele a valorize, se você mesma não valoriza aquilo que faz?

Não se larga o que está fazendo, apenas para atender um homem no momento em que ele quer! Quando você não atende uma ligação quando está ocupada, você demonstra claramente que sua vida não gira ao redor dele, que você tem responsabilidade para com suas coisas, que você é uma mulher engajada com sua própria vida e que, portanto ele terá que esperar a vez dele.

E ele nessa estória? Fica exatamente assim: “Nossa, que mulher!”

Mas o que eu vejo não é isso! Eu vejo mulheres ligando desesperadamente mesmo que ele diga que está ocupado, mesmo que ele diga que não quer mais nada, mesmo que ele tenha sido grosso!

Até quando você se desvalorizará dessa forma? Você não consegue visualizar que o jogo pode se inverter facilmente se você se colocar na posição do rato? Basta que você não atenda a uma ligação e horas a depois a retorne dizendo que estava muito ocupada, para que ele passe a ligar mais vezes, para que ele a trate melhor, para que ele se esforce mais!

Mas e se ele disser que sente o ouvido doendo ou que está com tédio de falar contigo ao telefone? Simples! Fique sem atendê-lo nas próximas 48 ou 72 horas dependendo da gravidade da situação. Nada como alguns telefones não atendidos ou mensagens não respondidas, para que a cabeça desse homem comece a trabalhar.

Mas pra isso você precisa deixar de ser pamonha, deixar essa psicopata telefônica para trás e começar a dar importância a sua vida em primeiro lugar.

Hoje é segunda-feira, aproveite para colocar isso em prática a partir de hoje! Não acredita em mim? Então faça o teste você mesma e comprove.

Siga-me no twitter: @menruntoyou

Vire a chave da energia e abra seus caminhos
out 18th, 2013 by admin

Eu tive várias experiências fantásticas depois que consegui compreender as leis que regem esse nosso Universo. Quando eu consegui identificar a chave que mudava minha energia e assim criava minha realidade física, passei a criar situações magníficas em minha vida e isso foi desde o dinheiro, saúde e o que nos interessa mais aqui que foi na vida afetiva.

Na área financeira algumas coisas curiosas aconteceram. Por exemplo: Meu marido ganhou na loteria, uma ação judicial que já estava há mais de treze anos, finalmente saiu, excelentes oportunidades de trabalho começaram a bater em minha porta, sem que eu precisasse fazer absolutamente nada.

Na área da saúde, só tenho uma coisa a dizer: Eu nunca mais fiquei doente. Absolutamente nada! Nem um simples resfriado! Pois compreendi, que as doenças apresentadas em nossos corpos físicos são apenas um reflexo de nosso campo energético, nosso espírito.

Agora na área afetiva, pessoal…é um caso a parte. É digno de filme! De comédia, é claro! (risos).

Quando eu comecei a mudar as coisas, meus padrões de pensamento, passei a me colocar na vida de outra forma, certos acontecimentos, até mesmo assustadores aconteceram. E eu vou contar aqui. Será meu próprio testemunho. Claro que tenho muito a falar inclusive das experiências que eu tive com as pessoas que ajudei e ajudo até hoje, mas eu acredito que contar minha própria experiência, facilitará talvez à compreensão de todas.

Muito bem! Eu saí da cadeira da vítima! Essa foi minha primeira ação. E sentei na cadeira da linda! Foi minha segunda ação. Depois passei em tudo na vida, a me colocar em primeiro lugar e os outros todos lá em último. Saí da posição de última da fila, para primeira.

O que aconteceu em seguida? Um sono profundo. Eu me sentia como se tivesse trabalhado numa plantação de cana-de-açúcar cortando cana.  Eu estava profundamente exausta, com um sono incontrolável. Então dormi! Mas dormi muito! Uma coisa muito estranha. Mas até então não tinha me dado conta que fazia parte do processo. Depois conversando com alguns sábios que tive a excelente oportunidade de dialogar, eles me explicaram que isso estava acontecendo, porque eu estava saindo de uma frequência de alinhamento e entrando em outra. Eu estava deixando minha antiga vida de dissabores e atravessando a porta da criação.

Então eu acordei! E lembro-me de ter achado tudo muito estranho. Eu mesma estava com uma sensação estranha. Mas não sabia explicar.

E aí, as coisas mais inusitadas aconteceram.

Vou falar (risos). Todos os meus principais namorados, apareceram. E não só apareceram, como disseram que nunca tinham me esquecido. E não só isso (risos). Disseram que queriam se casar comigo. Quando aconteceu com o primeiro, apesar do susto, eu achei engraçado. Depois veio o segundo, e eu já estava achando que era alguma “pegadinha” (para aquelas que estão fora do Brasil “pegadinha” significa brincadeira, pregar uma peça). No terceiro, eu já comecei a pedir perdão a Deus por todas as maldades que eu havia feito na vida (risos). No quarto, eu disse: Agora eu entendi Universo! Eu entendi o que eu fiz! Eu virei a chave e abri todos os meus caminhos que estavam obstruídos.

Ou seja, em todos os relacionamentos, em algum momento, e por alguma sensação validada em meu corpo, eu fechei esses caminhos com essas pessoas.
Quando eu abri minha energia e me alinhei com a frequência da “linda maravilhosa”, eu automaticamente retirei tudo àquilo que estava impedindo que minha vida fluísse.

E então claro, comecei a fazer isso com tudo em minha vida. E a partir daí, aprendi que a única pessoa responsável em abrir ou fechar caminhos sou eu mesma. Não tem Deus, não tem macumba, não tem inveja que me segure. Quando sinto que algo empaca, volto-me para mim e pergunto: O que estou fazendo para trancar essa estória? E a resposta sempre vem.

No curso dos segredos da manipulação energética, eu contarei muitos outros episódios  e ensinarei passo a passo, na prática tudo o que aprendi e que quero compartilhar com todas vocês. Espero que seja gratificante a todas, como foi para mim. Vire a chave da energia e abra seus caminhos!

Um abraço a todas.

Siga-me no twitter: @menruntoyou

Quando você tenta controlar os outros, você é que se descontrola
out 17th, 2013 by admin

 

 

 

Você acredita mesmo que pode controlar o pensamento das pessoas a sua volta? E os horários do queridão? E as ações dele? Bom, nem vou falar aqui do face book, afinal essa empresa poderia contratá-la tranquilamente para a área de “moderação”. Você está totalmente apta a ocupar esse cargo. Seu poder de vigília, controle e identificação de postagens suspeitas é fantástico! Quer trabalhar para mim? Eu posso contratá-la apenas para ficar monitorando as citações em meu nome na internet. Afinal, você fez curso na Al Qaeda antes de começar esse namoro, não é mesmo?

Porém quanto mais você tenta, EM VÃO, controlar os passos do seu bofe, mais parece que esse controle a escapa das mãos. Então você entra em pânico! Pânico, pois percebe que por mais que você tente a todo custo se resguardar do sofrimento, parece até mesmo, que esse sentimento está bem ao seu lado, apenas esperando o momento certo de dizer “Oi, cheguei!”. E então você fica totalmente descontrolada!

Uma das coisas que aprendi na vida é que o Controle é algo totalmente ilusório. Que não adianta querer controlar os horários, a hora que saiu, quando vai chegar, aonde vai, com quem vai falar, com quem falou, o que falou, por que, onde, se vai dormir, que horas, “me dá boa noite”, “me dá bom dia”, “me dá boa tarde”, “me diga quantas vezes foi ao banheiro”….só de falar, eu já quero sair correndo. Ninguém aguenta isso muito tempo! Essa síndrome de chifre que você tem destrói qualquer relacionamento!

Aqui mesmo na empresa onde trabalho, tenho um exemplo simples, que vou deixá-la ainda mais desesperada pelo face book. Tem um rapaz aqui, que namora há três anos. No face book dele, tem várias fotos abraçado a namorada, no status está relacionamento sério e etc. Pois bem! E não é que ele coloca o maior chifre na namorada? E olha que ela liga o dia todo!

Ela pensa que o está controlando e que, portanto está segura! Mas não está! O controle dela não serve para nada! Ele faz do mesmo jeito! E pior! Justamente por ela ligar tanto, querer controlar tanto, que parece que o empurra a fazer isso. Acredito sinceramente que se ela invertesse o jogo e o deixasse maluco atrás dela, ele não teria cabeça para pensar em pular a cerca.

Homem inseguro não trai! Homem que precisa tomar conta da própria mulher, não tem tempo para olhar em volta! Porém se você liga a todo o momento, o cobra, o controla, o repreende e quer saber tudo nos mínimos detalhes, ele saberá perfeitamente que tem o controle total sobre você e então fica completamente sossegado. E homem sossegado….Bem, homem sossegado e seguro você já sabe o que acontece.

Portanto, minhas lindas, parem o quanto antes! Antes de tentar controlar alguém, aprendam a controlar seus pensamentos. Aprendam a ter o devido controle sobre esse aparelho que você chama de “cabeça”. Sim, essa coisa cabeluda que você tem em cima do pescoço.

Não pense que se você deixar de controlá-lo, o mundo vai desabar. É justamente o contrário. Afinal, você não precisa controlar seus batimentos cardíacos, muito menos o nascer e o por do sol. Então porque você acha que precisa controlar a vida de um terceiro?

Cuide da sua vida! Dedique-se totalmente a ela! Dedique-se ao seu aprimoramento! Seja o centro do Universo em sua vida!

Eu garanto que você será muito mais feliz!

Siga-me no twitter: @menruntoyou

Como esquecer o ex?
out 16th, 2013 by admin

Fórmula mágica? Até existe! Porém requer um controle absoluto da mente consciente, o que para nós meros mortais e ainda da espécie feminina ainda é impossível. A dor nos parece insuportável nesse momento, não é mesmo? Acredito que o primeiro mês pós-término seja ainda o pior de todos. Esquecer o ex, acho que deveria ser estudo a ser realizado por Stephen Hawking ( físico teórico e cosmólogo britânico e um dos mais consagrados cientistas da atualidade. Doutor em cosmologia, foi professor lucasiano de matemática na Universidade de Cambridge , onde hoje encontra-se como professor lucasiano emérito, um posto que foi ocupado por Isaac Newton, Paul Dirac e Charles Babbage.)

Primeiro porque quando tudo acontece uma série de reações orgânicas tomam conta de nosso corpo. Sentimos ódio, tristeza profunda, sentimos que fracassamos. Ora, para uma mulher o maior fracasso não é nos negócios ou na vida profissional. A mulher concentra todos os seus anseios de sucesso na vida afetiva. Entra século e sai século e isso não muda! A mulher deposita sua felicidade no relacionamento afetivo e não sou eu quem vai tentar mudar isso.

Que a mulher tenha o relacionamento como algo de primeiro escalão em sua vida, tudo bem! O que não pode é se tornar uma escrava do relacionamento, apenas para manter aquele homem ao lado. Afinal, quem já andou lendo meus textos ao longo desse tempo todo, já deve ter entendido que “homem” é apenas alinhamento. Alinhe-se com o que você quer, que o Universo alocará 20.000 possibilidades de homens de acordo com seu critério interno.

Porém existem algumas ações que fazem com que esquecer um ex se torne mais rápido e menos doloroso. E é justamente isso que a gente quer aqui, certo?

A primeira coisa que você deve ter em mente é que não importa a situação em que você se encontra, nem o tamanho de sua dor, ela em algum momento passará. Eu já senti isso algumas vezes na minha vida, e afirmo: Passa! Chega até ser engraçado, porque numa bela manhã, você acordará e algumas horas depois se dará conta que aquela dor no peito simplesmente a abandonou. E então você sorrirá!

Qual o tempo que demora? Cada um tem seu momento. Porém quanto mais rápido você recuperar todas as atividades que gostava de fazer antes de conhecê-lo, mais rápido essa fase chata acabará.

A segunda coisa é procurar preencher o máximo todo seu tempo livre. Ok! Você passou os primeiros quinze dias com os nervos à flor da pele! Você chorou tudo o que podia, foi até o fundo do poço, emagreceu, ou engordou, está praticamente um trapo humano. Tudo bem! Faz parte do momento! Porém, é de suma importância que você não fique mais jogada numa cama. Mesmo porque essa tristeza e indignação momentânea pode desencadear uma depressão profunda. E eu sei que você não quer isso!

Então se matricule em tudo o que puder! Cursos novos, estudos novos, tratamentos estéticos, atividades físicas principalmente as aeróbicas (corrida, bicicleta, natação). Preferencialmente faça essas atividades em uma academia, para ter um acompanhamento e assim atingir suas metas. Faça pós-graduação, especialize-se em algo, faça um curso de pintura se isso a acalmar, Ioga, pilates, canto, balé, modalidades é que não faltam. Além de fazê-la se sentir melhor, ainda trabalhará seu corpo. É maravilhoso!

O terceiro ponto que gostaria que você compreendesse é que “ele” não é o seu amor. Ele não é razão do seu amor. O amor que você sente, está dentro de você e não tem nada a ver com ele! Pronto falei! Agora eu sei que sua cabeça deu voltas!

Mas o que estou dizendo é verdade. “Ele” é apenas o objeto que despertou de alguma forma esse amor que você “diz” sentir. Digo “diz”, porque mulher ama até a página dois! Na terceira página, se passar um bofe mais jeitoso, você pega o bofe e esquece em segundos do ex! Estou errada? (risos).

Então da mesma forma que esse “objeto” despertou o que já existia dentro de você, outro com a mais absoluta certeza, despertará isso novamente. Então não se preocupe! Você vai casar sim! (risos)

Lembre-se: O primeiro mês é o pior. No segundo o desespero ainda estará presente, porém em menos grau. No terceiro, as lágrimas não serão mais tão constantes. O sentimento de tristeza ainda pode durar algum tempo. É normal! Não se preocupe. Ele vai embora. Ou porque você conheceu outro, ou porque realmente chegou a hora da dor ir embora.

Mas que vai embora, vai! Eu garanto!

Tem muitas outras coisas que eu gostaria de falar, porém se eu continuar esse post virará um novo e-Book (risos). Então deixarei para falar sobre o assunto em um Áudio.

Siga-me no twitter: @menruntoyou

Você tenta fazer todas as necessidades dele?
out 15th, 2013 by admin

Sabe uma frase que sempre leio e escuto? “Eu procurava fazer todas as necessidades dele!”

Porém quando vou investigar noto que esse comportamento não é somente com o “queridão”, mas com todos do seu convívio. Você tenta ser a legal, a bonitinha, aquela que nunca diz não, que não pode ver ninguém chateado, aquela que faz gracinha para todo mundo. E porque tudo isso? Porque você acredita que agindo assim será amada e aceita.

Então você percebe que todo seu esforço foi em vão. Você percebe que por mais que tenha se esforçado, por mais que tenha anulado suas vontades apenas para satisfazer as vontades daquele homem ou daquelas pessoas, não foi suficiente. E pior, essas mesmas pessoas que fizeram com que você se sacrificasse tanto, foram aquelas que mais a fizeram sofrer!

Isso não nos parece tão injusto? Ora, se eu fiz pra você, então você tem obrigação de me dar consideração e me amar forever!

Mas na lei não é assim que funciona. Existe uma lei no Universo que eu apelidei de Lei da Postura. Sabe como ela funciona?

Assim: Se eu me anulo para fazer gracinha para os outros, todos os meus desejos serão anulados. Se eu digo “Sim” quando na verdade, lá dentro de mim, eu quero dizer “Não”, então tudo será negado a minha pessoa. Se eu passo por cima de mim, desprezando o que sinto, então todos a minha volta passarão por cima de mim como um rolo compressor. Se eu desqualifico o que sinto e vou na conversa dos “Zoutros” com “Z” ou me preocupo com o que vão falar e pensar, como se eu pudesse controlar isso (risos), eu estou me desvalorizando para o Universo. E assim será! É a lei! Você crendo nela ou não.

Agora você entende o motivo dele ter agido com você daquela forma?

Então você dirá: “Ah, mas ele estava errado. Ele agiu errado. Isso não se faz.”

Concordo! Ele foi um perfeito cretino. Terminou com você por face book, traiu, mentiu, esnobou, foi grosso e disse coisas horríveis.

Por quê? Olha a lei…Quais atitudes você tem tido com você ultimamente? Vai olhar que você vai encontrar as respostas.

Quando eu comecei lá atrás a estudar isso, fiquei revoltada. Vocês nem imaginam o ódio que me deu. Eu não queria aceitar que fosse assim.

Primeiro, porque estudei em colégio católico a minha vida inteira e lá diziam que tudo era vontade de “Deus”. Ora, então Deus quer me ferrar? Eu sou bonitinha, rezo, sou caridosa, trato bem a todos, me deixo de lado para cuidar dos outros, e Deus me castiga? Como assim? Que Deus injusto é esse? Eu sabia que algo não batia naquele discurso do Padre.

Tudo bem, eu adorava o Padre, mas que as ideias dele não tinham lógica, ah isso não tinham!

Eu queria respostas! Eu queria entender o porquê de algumas vezes as coisas irem bem e outras não. E nessa minha busca por respostas, eu fui expulsa várias vezes da sala de aula. Afinal, eles não tinham as respostas para me dar (risos).

Mas a mensagem que quero passar é: Pare agora de ser a lindinha pra todo mundo! Pare agora de tentar agradar a todos, principalmente o “queridão”.

Antes disso, seja a linda para você, agrade primeiro a você, faça tudo para o seu bem-estar, para sua felicidade e para o seu contentamento.

Acredite o mundo não vai desabar por conta disso!

Siga-me no twitter: @menruntoyou

E se ele não vier atrás?
out 14th, 2013 by admin

Acho que esse é o maior pavor de todas as mulheres que eu conheço e provavelmente daquelas que eu também nunca virei a conhecer: E se ele não vier atrás? E se ele nunca mais me ligar?

Ora, se vocês terminaram e passou o prazo da média dos três meses e ele realmente não deu sinal de vida, o que significa?

Significa que você estava perdendo seu precioso tempo com uma pessoa que não estava realmente envolvida no relacionamento. Não estou falando aqui nem de gostar ou não gostar. Mas sim, de uma pessoa que estava mais preocupada com outras coisas que não o relacionamento ou você.

Logo, que bom que ele não veio atrás! Ou você queria voltar com ele, para perder mais tempo e depois de alguns anos tomar outro pé na bunda?

Que bom que ele mostrou logo quem era e o que sentia! Não fique lamentando, entrando em desespero por conta disso!

“Ah mas ele já foi visto com outra em menos de um mês de término”.

Ótimo! Olha o Universo escancarando na sua cara a pessoa com quem você estava se relacionando e entregando seu coração!

Dói? Dói! Mas me fala, tem outro jeito? Se o Universo não mostrasse quem ele é e verdade, você largaria o osso?

Você largaria o osso, mesmo sabendo que existe outra pessoa maravilhosa, que está pronta para um relacionamento decente, que a respeitará e a fará muito feliz?

Opa, agora você parou para pensar, não é? E sabe por que você parou para pensar? Porque mulher não ama, mulher cisma! E eu tenho a prova disso comigo mesma.

Quer ver?

Eu namorava há nove meses com um homem de 37 anos. Na época eu tinha 25 anos. Na semana anterior inclusive fomos ver igreja para casarmos. Ele dizia me amar. E eu? Bom, eu era totalmente e cegamente apaixonada por ele. Mesmo o Universo já tendo me mostrado quem ele era e por diversas formas, eu estava tão cega e envolvida que só o queria!

Muito bem! Eis que após uma pequena discussão, ele disse: “Acho melhor darmos um tempo.”
E eu respondi: “Tempo para mim não existe. Então prefiro terminar e depois conforme for a gente vê.”
Chorei a noite toda compulsivamente. Comi o pão que o diabo amassou. Sofri demais. E o bonitão? Ora, o bonitão foi visto em menos de um mês com outra de mãos dadas no shopping próximo a minha casa.
Chorei mais um rio Amazonas inteiro!

Mesmo com todo sofrimento e dor, resolvi voltar a sair com minhas amigas, e então conheci outra pessoa que me virou a cabeça! (risos)

Juro! Lembro-me de no dia seguinte pensar: Nossa, eu era tão apaixonada pelo outro e agora não tem mais nada aqui dentro? Como pode?

E eu digo: Pode! E é assim que funciona!

Nesse momento me dei conta de uma coisa muito importante: Aquilo não era amor? Acredito até que era sim!

Porém o espírito feminino é vagabundo. Desculpe a sinceridade, mas é! Basta outro queridão passar, pra você esquecer o ex rapidinho! E sem culpa ou remorso algum!

Obviamente, o tal do ex, pediu para voltar e eu até voltei. Mas não durou nem dois meses a volta. Sabe por quê? Porque eu já havia me apaixonado por outro. (risos)

Então é isso que eu quero que vocês todas que estão sofrendo hoje, entendam: Se ele não veio atrás, se ele não ligou, se ele foi visto com outra, não se importando com seus sentimentos, querida, minha flor, fique feliz! Fique feliz hoje! Você foi libertada! O Universo a está livrando de uma decepção ainda maior e ainda mais dolorosa no futuro. Você não tem que chorar, não tem que se lamentar, não tem que se desesperar. Apenas confie!

Confie na vida, confie no Universo e peça a ele alguém decente. Peça a ele alguém que venha complementar sua vida afetiva, que venha ser seu companheiro de verdade, alguém que compactue dos mesmos valores seus, dos mesmos pensamentos, dos mesmos desejos.

Se for para fazê-la sofrer, então que o afaste de vez! Que o faça sumir da face da terra!

Tem muitos homens por aí maravilhosos, loucos para terem uma pessoa exatamente assim como você na vida deles. Você não precisa chorar por esse pinto, querida!

Que venha o próximo (pinto)! E que seja maior, por favor!

Siga-me no twitter: @menruntoyou

Porque não aparece outro em sua vida?
out 11th, 2013 by admin

Porque você não permite que outro apareça!

Então você dirá: “Mas isso não é possível! Tudo o que eu mais quero é um novo relacionamento. Eu quero tanto alguém na minha vida..blá blá blá…porque não aparece outro na minha vida?”

Ok! Você quer! Aí, na sua mente consciente! Porém, seu “Ser”, esse “ser” que cuida de sua integridade, aprendeu que o amor é perigoso, que ele traz tristeza, desilusão e dor de cabeça.

Sim! Ele aprendeu isso com aquele seu relacionamento que a deixou de cabelos brancos, que a fez chorar como um cão, que a deixou jogada na cama e que a fez prometer que nunca mais ficaria naquela situação novamente. Seu trauma foi tão grande, que seu ser aprendeu que como relacionamentos são perigosos, temendo por sua integridade física, afasta qualquer possibilidade de uma relação descente.

E você que nem imaginava que tivesse dentro de você um “Ser a parte” que cuida de sua integridade hein?!

É esse mesmo ser que a protege de um vírus, que faz crescer seus cabelos e suas unhas, que cura um machucado em sua pele e etc.

“Ah Fernanda, então quer dizer que quando pego um resfriado esse Ser não me protegeu?”

Exatamente! O fato de ele a proteger ou não também depende de você. Quanta confusão hein!

E ele ainda aprendendo que você não pode ter um relacionamento senão irá sofrer, fecha seus caminhos amorosos e só deixa que homens problemáticos apareçam.

Homens problemáticos? Sim! Homem com namorada, casado, bêbado, pobre… Todos com algum tipo de problema que não permitem que você engate de fato uma nova relação sadia.

“E como eu faço para mudar isso?”

Primeiro identificando o que foi que causou esse aprendizado no seu “Ser protetor”. Você deve procurar em seu passado amoroso, qual o acontecimento, pessoa, fato, situação, que causou a dor que fez com que seu “Ser” aprendesse que o amor é uma coisa ruim.

Pode procurar que está bem aí, dentro de você! E com toda certeza, se você perguntar ao seu “Ser “ o que foi que ele aprendeu que está afastando todos os homens bons de seu caminho?” Ele vai mostrar!

Eu converso com meu “Ser”. Você conversa com o seu? Pois devia! Esse “Ser” possui uma sabedoria infinita, muito maior que sua mente consciente. Aliás, a mente consciente só serve para fazer conta matemática mesmo ou dirigir. De resto ela não serve para nada! Para aconselhá-la então, nem pensar!

Conversando com seu “Ser” você descobrirá o que causou esse fechamento e assim conseguirá fazer as pazes com aquela situação, abrindo novamente seus caminhos afetivos.

Em seguida, procure perdoar a pessoa que causou essa dor. Ou não! Ou mande-a para o inferno e rogue praga! Uma das duas coisas fará com que seus caminhos se abram!

Eu faço assim: Se eu tento perdoar do fundo do meu coração, mas me sobe um sentimento de raiva, eu não fico na dúvida. Mando mesmo a pessoa para o inferno! Tem o mesmo efeito!  Ou senão ascendo uma vela pretinha, chamo um Exu lascado (nessa hora meu marido diz que eu vou tocar fogo na casa), e peço para fazer picadinho da pessoa. Adoro! (risos)…e depois vou dormir tranquila sem nenhum peso na consciência. Afinal, eu estava quieta no meu canto e vieram pisar no meu calo. Então agora, que se entendam com o Exu lascado que eu mandei (risos).

Funciona!

Siga-me no twitter: @menruntoyou

Controle seus impulsos psicóticos
out 10th, 2013 by admin

Ele curtiu a foto de alguém ou fez um comentário no maldito face book? O que importa? Sinceramente? Olhando pelo lado prático da coisa, o que isso importa de fato? Face book é falsidade, é mentira pura. É tudo uma ilusão. Para começar pelas fotos dos perfis! As pessoas são todas lindas, ninguém tem mancha ou tem cabelo feio.

Mas daí a você se descabelar por causa de um comentário ridículo que deixaram no mural dele, ou que ele tenha feito a alguém que você nunca viu na vida, já é psicose. Quantos impulsos hein!

E porque você entra nessa psicose? Primeiro porque você não tem confiança em si. Absolutamente! Você diz a expressão “eu sou mais eu” da boca pra fora. Pois confiar mesmo, você não confia. Aliás, você se pega a todo o momento se vigiando, porque acredita que é uma fraca, sem fibra e sem firmeza.

Estou falando alguma mentira aqui?!

Então eu digo: Na dúvida, sempre o trate como amigo. Ou seja, seja educada, polida, porém seja indiferente. Mas ao invés disso o que você faz? Liga, manda e-mail, se desculpa. Ou grita, xinga e solta o canil inteiro atrás dele. Para o homem, tanto ligar como soltar os cachorros é a mesma coisa: Você ainda está se importando imensamente com ele. E ele? Bom, ele pode ficar bem tranquilo, pois sabe que possui o completo controle sobre você.

Eu um dia já fui bem impulsiva, bem tonta e bem psicótica. Aliás, acho que psicótica faz parte do gene feminino. Não deixamos de ser psicóticas nunca. Algumas em maior grau outras em graus quase que imperceptíveis. As do primeiro grupo a gente costuma fazer uma guia de internação e coloca uma camisa de força. As do segundo grupo convivem bem com os outros seres humanos (homens) e quase não apresentam perigo à sociedade.

Algumas vão lá e esquartejam o marido, mas tudo bem! (Para quem está fora do Brasil, algum tempo atrás, a esposa de um rico empresário matou e esquartejou o marido, porque ele a estava traindo.)

Sabe, eu fico aqui pensando. Em qual posição a mulher se colocou? No que ela se transformou? Lembro-me da minha avó italiana. Imagina que meu avô faria algo errado! Era capaz de ela quebrar uma cadeira nas costas do pobre coitado! E hoje, o homem apronta, é infiel, grosso, a humilha, diz coisas de arrepiar o pelo, e ela ainda se martiriza, se culpa e vai lá pedir desculpas como se a culpa de fato fosse dela. O que é isso Meu Deus! A que ponto nossa geração chegou?

Onde foi parar aquela mulher que não deixava que ninguém a pisasse. Onde foi parar aquela mulher que pegava o rolo de macarrão e dava na cabeça do marido? Ah já sei! Ela queimou o sutiã, comprou um laptop e foi para o mercado de trabalho. Igualou-se ao homem em todos os sentidos e jogou no lixo sua dignidade.

Agora me diz: Qual foi a vantagem de nos igualarmos aos homens em todos os sentidos? A mulher hoje trabalha o dobro, mas continua sendo discriminada no mercado de trabalho. Ela pode ir para a cama com um estranho, mas é desvalorizada por ela própria ao fazer isso. Os homens tomaram uma posição completamente passiva, pois acreditam que nós mulheres somos uma espécie próxima ao capacho de porta.

Acho que tem algo de muito errado! Vocês também não acham?

Mulherada, chegou a hora de resgatarmos “aquela” mulher que antigamente era amada e respeitada! E não tem outro caminho, a não ser começarmos por nós mesmas. Como? Escolhendo o que é melhor para si! Não permitindo ser maltratada ou humilhada seja lá por quem for! Não correndo atrás de um homem que não está sendo digno de seus corações! Ficando completamente aos vossos lados! Apoiando-se em todas as situações!

Você faz isso com você hoje? Claro que não! Hoje você faz parte da espécie do “quase capacho de porta”. Mas isso está mudando! E você já começou essa mudança! Quando? Agora mesmo!

Siga-me no twitter: @menruntoyou

O que você anda pensando?
out 9th, 2013 by admin

Ontem estava passando pelos canais de TV a cabo, quando me deparei com um documentário sobre a Britney Spears. Mas o que me chamou a atenção não foi essa cantora em si, mas um depoimento de Madonna sobre a vida da jovem.

Lembro-me que estava um pouco sonolenta, porém tomei um baita susto quando Madonna começou a falar: “Quando somos jovens acreditamos que todos os acontecimentos em nossa vida são aleatórios. Porém quando percebemos que existem leis no Universo e que basta você se alinhar na frequência da energia que necessita, que você consegue moldar seu destino. Então eu pensei: O que eu ando pensando? O que eu andei pensando para criar coisas ruins na minha vida? O que você anda pensando?”

Meninas, ela disse a mesma coisa que eu falo aqui! Então eu pensei espantada: Essa mulher sabe, ela conhece as leis e as usa ao seu favor. Ela não é mundialmente conhecida à toa. Ela tem total consciência dessas leis e aprendeu a se alinhar ao que deseja.

Isso não é fantástico?

Se uma mulher que canta “Like a virgen” conseguiu, porque você acredita que não conseguirá?

Você acha que é tão difícil domar seus pensamentos? Mas não é! É só uma questão de treino, disciplina. No começo você ficará o tempo todo numa exaustiva luta, retirando cada pensamento nocivo de sua mente. E que pensamentos nocivos são esses? Simples! Aqueles que a jogam para baixo, que a fazem se sentir miserável, angustiada e com medo.

Ainda bem que nascemos com esse senso que nos guia na direção certa! Se você está com um pensamento que a faz sentir bem, ótimo! Você está na direção certa de sua criação. Porém, se você está com um pensamento que a faz sentir triste e depressiva, você está indo na direção contrária do que deseja.

O mesmo ocorre com esse seu relacionamento. Se você fica vibrando a “Falta”, o “Abandono”, mais falta e mais abandono você estará criando em sua vida. Por quê? Porque você está no momento que está pensando e criando sensações em seu corpo, alinhando-se frequencialmente a antena da “falta” e do “abandono”. E o que o Universo faz? Envia-lhe mais disso!

Sua vida está boa do jeito que está? Não? Então mude seu pensamento referente a esse assunto. Tente descobrir quais são seus padrões de pensamentos que estão criando aquela realidade. Quais são os bloqueios? Quais os padrões de certo e errado que você tem impregnado dentro de você?

Eu sei que isso tudo que digo pode parecer uma estrada de terra toda esburacada. Difícil, praticamente impossível. Mas não é! Eu juro que não é! Basta dar o primeiro passo. Um passo de cada vez.

Madonna é uma pessoa assim igual a você. Também tem suas psicoses, suas fraquezas e habilidades a serem desenvolvidas. Com uma pequena diferença: Ela conseguiu o alinhamento e ficou milionária.

E você? Quer ser milionária em qual área de sua vida?

Siga-me no twitter: @menruntoyou

A dor que você sente
out 8th, 2013 by admin

Que dor é essa? Porque será que nesses momentos nos sentimos tão miseráveis? Todos os sentimentos e sensações que passamos a vida temendo, resolve aparecerem todas juntas! A dor que você sente é como um coral de vozes que teimam em nos lembrar de que “Ele” disse não querer mais.

Que horror! Que sensação horrorosa! O mundo parece ruir! Nada mais tem importância! A dor parece instalada em nosso peito e sem data certa para nos deixar. E o dia seguinte? E a manhã seguinte? A gente precisa mesmo levantar? Não podemos ficar na cama com a cabeça coberta?

Você está se sentindo assim hoje? Ele a deixou, a abandonou, a trocou por outra mais feia ou mais jovem? Ele disse que não a amava mais? Ou talvez que queria viver a vida de solteiro?

E então você se sente a pessoa mais sozinha da face dessa terra! Parece que o mundo está acontecendo e você parou no tempo, não é mesmo? O desespero se instala e você não consegue mais encontrar uma saída. Luz no fim do túnel? Que túnel? Você nem mais consegue enxergar o túnel, quanto mais uma luz!

Mas a boa notícia é que essa dor que você sente nesse momento é pura ilusão. Sim! Exatamente! Ilusão! Não é real!

Claro que sentimos saudade ou falta daquela pessoa. Mas daí a entrar em desespero, a acreditar que sua vida não tem sentido sem aquele corpo, é pura ilusão!

E eu explico por que:

Primeiro porque você é um ser energético eterno, em forma física, vivenciando as experiências de criação nesse planeta. Você já está aí dentro com você há muito tempo! Já bateu muita bolsa pelo Universo. Já pegou vários seres energéticos iguais a você. E agora acha que por causa de uma energia em formato fálico, lhe fará destruir-se? (risos)

Pior é que não vai! Bem que você queria dizer a Deus (Universo): “Pare que eu quero descer!”

Mas não pode! O sol continua brilhando, os passarinhos continuam cantando e o mundo continua com seu movimento. Ou seja, você tem que continuar sua jornada de qualquer jeito. Você é simplesmente impulsionada para frente a todo custo!

Então porque fazer disso um drama? Porque sentar na cadeira da sofredora? Você pode começar a se sentir melhor a partir de agora. Nada mais é tão importante nessa vida, do que seu bem estar. Sem bem estar não existe prazer, graça, entusiasmo e nem esperança.

Tudo bem que ele foi embora. Por hora, você vai apenas procurar coisas para se sentir bem. Só e apenas isso! Você está acima desse relacionamento. Você é infinitamente mais importante do que ele, do que os outros, do que sua mãe e até mais importante do que esse corpo que você veste.

Está em desespero? Está chorando? Então se volte agora para você. Cuide de você, como se cuidasse de alguém que está com um resfriado. Se dê o máximo de atenção. Escute sua alma, não sua cabeça. Mude o foco do pensamento, a cada sensação de tristeza que sentir. Vá mudando, até encontrar um que a faça se sentir melhor. Rezar a acalma? Então reze! Andar na praia a acalme, então ande. Estudar a acalma, ótimo! Mas faça alguma coisa por você! Pelo menos dessa vez! Ligar, correr atrás, pedir para conversar com ele, não vai adiantar! E você já sabe disso! Então agora é sua vez de ser a Dona de Sua Atenção! Importe-se com você exclusivamente nesse momento.

O resto não importa! Só você!

Siga-me no twitter: @menruntoyou

Em quem você confia?
out 6th, 2013 by admin

Parou para perceber que fomos educadas desde pequenas a confiarmos fora? Em que seus pais a ensinaram a confiar? Ou em quem? E a escola? Você aprendeu a confiar em Deus, Jesus, Maria, seus pais, seu irmão mais velho, na vizinha, na colega, na cartomante e na mãe de santo. Ou seja, confie em tudo menos em você. Você não é lá muito digna de confiança! Não é assim que você pensa?

Mas advinha quem deseja o melhor para você? Advinha quem mantém você respirando e seu coração batendo? Sim! É essa mesma força que faz com que seu corpo fique vivo, é que faz com que seus cabelos e unhas cresçam, que um machucado se regenere, que seu sistema imunológico a defenda ou não.

É essa mesma força, é esse mesmo poder que cria a sua realidade. Sabia?

Você confia que seu coração bate corretamente? Claro que sim! Você confia que seu cabelo crescerá? Claro que sim! Você confia que se você der um pulo agora, uma força a puxará ao chão novamente? Claro! Então porque você não confia que esse mesmo poder está dentro de você, esperando ser acessado?

Você precisa controlar o crescimento do cabelo? Não! Você precisa dizer a força da gravidade, para puxá-la de volta senão você sai em órbita? Também não! Você precisa ordenar a um machucado que se cure? Absolutamente não! E porque você acha que precisa controlar o Universo, criatura?

E o que você precisa fazer com que o Universo aja em sua vida? Apenas confiar. Em primeiro lugar em você. Pois essa força, esse poder está dentro de você. Então a partir de hoje, você não vai mais perguntar se a roupa está boa, se você deve ou não cortar o cabelo, afinal você tem dois olhos pra ver, não é mesmo?

Em segundo lugar, mas não tão pouco importante você confiará cegamente no Universo. Você apenas se colocará no seu melhor, ou seja, se colocará em primeiro lugar em tudo (eu disse em tudo!) e confiará que o Universo operará em sua vida de maneira extraordinária.

Em quem você confia? Que tal começar a confiar em você? Você é sua melhor amiga! Só você sabe o que é melhor, o que fica bem, e o que a faz feliz. Eu não sei! A vizinha não sabe! Nem a mãe sabe! Só você aí dentro!

Quando você era criança, podia até ser que você precisasse de cuidados de um adulto, para saber o que podia ou não fazer. Mas agora? Agora assim marmanjona? Você sabe o que deve ser feito! Você tem as respostas mesmo antes de suas perguntas virem a sua cabeça.

Teu cabelo está crescendo? Tuas unhas estão crescendo? Aquela esfolada que você deu no joelho está cicatrizando? Então relaxe que o Universo ainda não desistiu de você. Ele está agindo! Agora…nesse instante..enquanto você lê esse artigo. Tenha consciência disso ou não!

Você só tem que escolher e se colocar no seu melhor! Só isso!

Siga-me no twitter: @menruntoyou

Áudio Dignidade. Onde está a sua?
out 4th, 2013 by admin

Olá Meninas!

Atendendo a pedidos elaborei um novo áudio: Dignidade!

Para ouvir clique aqui!

Maria Fernanda

 

Trate-o como um amigo
out 4th, 2013 by admin

Está com dúvidas em como agir? Não sabe se ignora totalmente? Não consegue nesse momento ficar sem falar com ele? O vício em atender uma ligação ou fazer uma é insuportável? Trate-o como amigo!

Ok! Pra tudo tem um jeito!

Quer vê-lo ficar em parafuso? Trate-o como um amigo! Isso mesmo! Essa é uma estratégia perfeita, por vários motivos:

a)      Ele espera cobranças, choro, vela, um verdadeiro papelão de sua parte;

b)      Ele espera que você queria falar do assunto relacionamento a todo custo;

c)       Ele espera que você solte os cachorros nele;

d)      Ele tem certeza que você está aos pés dele e fará qualquer coisa para tê-lo de volta;

e)      Ele pensa que você é fraca e, portanto não se aguenta nas próprias pernas;

f)       Ele já está preparado para agir, falar e se comportar quando espera a típica “Você”.

Eis que ele a procura, seja por qual motivo for, coisas em comum, filhos, pertences que ficaram em seu poder ou no dele, enfiem pouco importa. Ele espera o drama, o muro de lamentações ou acusações sem fim, mas ao contrário disso, você o trata normalmente.

Você sorri, é educada, polida e sua fisionomia não diz absolutamente nada!

Ele tenta descobrir o que está por traz daquele olhar de “nada”, porém não consegue.

Ele chega até a pensar que você possa estar escondendo uma faca atrás das costas para cortá-lo em picadinhos.

Ele até imagina a chamada no jornal: “Namorada mata ex-namorado em mil pedaços e em seguida postou num blog feminino todos os detalhes da execução.” (risos).

Ma ele também está enganado referente a isso. Nada de faca, nada de choro, nada de perguntas, nada de drama, apenas uma mulher calma, tranquila, que o trata como se fosse um “colega” qualquer.

“Como assim?” – Ele pensa.

“Até ontem ela estava chorando, desesperada, implorando e agora isso?!” – Cara de indignação.

“Então vai ver que eu não era tão importante pra ela? Ou será que já tem outro na jogada?” – Cara de desnorteado.

“Mas eu fui cruel, tratei-a como se ela fosse um nada. E ela não está nem aí?” – Cara de diarreia.

Então ele vai embora, com aquela sensação de vazio no peito. E acredite, se ainda existir um sentimento a cabeça dele vai começar a trabalhar. Mesmo que ele tenha dito que não queria mais, que ele quer viver a vida de solteiro, que ele não estava numa fase muito boa para um compromisso, blá, blá, blá….acredite…ele vai ficar pensando e muito provavelmente vai querer tirar a prova dos nove. Como? Procurando-a novamente! E você como se comportará? Do mesmo jeito! Com cara de paisagem, tratando-o como um simples amigo!

Não tem erro! Funciona!

Siga-me no twitter: @menruntoyou

Homem é caçador
out 3rd, 2013 by admin

Essa é a mais pura verdade! Você quer ver um homem excitado, tarado, com fogo nos olhos? Então o transforme em um caçador. Sim! Eles adoram caçar uma mulher! Rastrear, cercar, perseguir, dominar e lutar.

O que para nós mulheres é um inferno na torre, pra eles é sinônimo de excitamento. Coisa de doido, eu sei, mas é exatamente assim que funciona. Para nós o que importa é o destino, a conclusão, o status de namorada, a conquista instalada, o noivado e o casamento. Para os homens o que importa é o caminho, é o percorrer do trajeto até o prêmio, é enfrentar o dragão e escalar a torre do castelo e assim salvar a princesa encantada.

Homem adora essa sensação de que está brincando de gato e rato com você. Ele deseja dominá-la, porém seu instinto anseia para que você não deixe. E é aí que a brincadeira começa. E é aí que ele se apaixona perdidamente. Homens ficam de quatro por aquelas mulheres que passam a energia de que podem ir embora a qualquer momento se algo não a agradar. A insegurança que para nós é enlouquecedora, para eles é pimenta vermelha no traseiro. Eles amam isso! Realizam-se quando encontram uma mulher com essa força.

Se perguntarmos aos homens qual tipo de mulher preferem, todos eles dirão a “mulher submissa”. Porém são com as manipuladoras que eles se casam. São com aquelas que têm consciência do próprio valor é que eles baixam a guarda. As boazinhas? Essas são facilmente descartadas. Mulher boazinha não causa excitamento. Ela causa segurança total! Controle total! Dominação total! E isso não é prazeroso.

A boazinha se deixa pisar. A manipuladora puxa a espada. A boazinha corre e pergunta insistentemente o que ele tem o que quer e quando quer. A manipuladora apenas se afasta. A bozinha fala, pergunta e se lamenta sem parar. A manipuladora apenas observa. A boazinha corre atrás de um homem, telefona e pede para conversarem. A manipuladora deixa que ele seja homem.

Sentiram a diferença? Grotesca, certo? Uma é o oposto da outra. E você? Será a boazinha até quando? Já não chega todos os desaforos que você teve que engolir?

Acredite: Se ele a ama, se ele se importa, ele irá caçá-la. No tempo dele é claro! Pois homem é assim meio lerdo! Eles demoram dias para se tocarem que estão afastados. Depois dias pensando em como se aproximar. Depois mais umas duas semanas tomando coragem e deixando o orgulho de lado, para só então ter peito para procurá-la.

“Mas todos sempre vieram atrás de você Fernanda?” – você pergunta.

Sempre!!! Nunca falhou. Eu sempre confiei tanto em mim, que nunca falhou. Algumas vezes lembro-me de pensar “não é possível que ele não vá me ligar nunca mais”. Ficava até meio indignada. Mas então eu usava a lei. Como? Ia fazer outra coisa e me desligava da questão. E então ele aparecia. E eu só pensava: Essa lei é perfeita!

Então recapitulando… rs

Ele = leão -> corre atrás de Você = coelho

O Coelho não corre atrás do leão! É contra a lei da selva! rs

Siga-me no twitter: @menruntoyou

Porque os homens são tão cruéis
out 1st, 2013 by admin

   

Pense numa criatura cruel? (risos). Não preciso nem perguntar duas vezes. A resposta veio em coro: Homens! Eles são tão frios, tão pedantes, tão cruéis, que chegamos a pensar que eles não tem coração.

Quando um homem quer ir embora, ele vai. E nada o irá segurar. Nem filho, nem dinheiro, nem mulher, nem mãe, nem casa. Porém minha querida, quando ele resolve querer você, sai de baixo. Ele é capaz de ir até o inferno atrás de você. Ele não poupará esforços para cercá-la.

Tato? Não existe no vocabulário deles. Eles simplesmente nunca conseguiram aprender o que significa isso. Hoje em dia usamos um termo bem peculiar: Sem noção. Sim, eles são totalmente sem noção. Falam certas coisas com a maior naturalidade e nem se dão conta que estão nos magoando. E ainda se vamos falar que não gostamos, eles fazem aquela cara de “indignação”!

E você que está lendo ainda fica com dó de fazê-lo sofrer? Ele pensou duas em dizer que não a amava mais? Ele pestanejou em dizer-lhe que queria viver a vida de solteiro, ser independente, pois estava se sentindo muito preso? E em culpá-la por tudo? E em dizer que você não era suficiente? Magra o bastante? Ou magra demais? Ou que você não era PhD em física nuclear?

Ele teve tato? Ele teve cuidado com seu coração? Não! Então porque você fica toda melindrada quando o assunto é dar um “Não” bem bonito e sonoro quando ele ligar? Você acredita mesmo que com meia dúzia de nãos um homem desistirá de uma mulher se for apaixonado por ela? Você está desistindo fácil dele, mesmo ele a tratando com a maior crueldade? Não, não é mesmo? Aliás, parece que foi depois do ponta pé que você levou, que ficou ainda mais apaixonada por ele.

Vejo muito nos posts do site a seguinte frase: “Ele é muito orgulhoso”. Orgulhoso nada minha filha, ele ainda não foi castrado, só isso! Você pensa que ele é um cão orgulhoso, porque você nunca deu a chance dele a tratar como mulher de verdade. Você é que toma o papel de cachorrinho amestrado e fica correndo atrás dele. Você não dá nem chance dele engolir o orgulho e vir atrás de você como um cachorro que caiu de um caminhão de mudança. Assim, com o rabo entre as pernas!

Ao contrário disso, você se afoba, coloca o carro na frente dos bois e pula na frente do estrupício e faz todo o trabalho que deveria ser dele! E o que ele entende? Quanto mais cruel, mais orgulhoso e mais frio eu for, mais que ela ficará no meu pé!

Ora, mau trato não se responde com “capachisse”. Se responde com “vai pro inferno que o Diabo o está aguardando”.

Se os homens são tão cruéis? Somente o quanto você permitir que eles sejam! Ele foi cruel com você? Então, olhe para dentro de seu ser e veja o quanto você merece o melhor. O quanto esse tipo de tratamento está totalmente fora do seu Universo. Tanto está fora que você está se sentindo tremendamente triste. Se fosse coisa boa, você estaria se sentindo maravilhosa.
Então corte isso! Crueldade com você? Não!!!! Não permita!!! As forças do Universo estão com você e dentro de você. Pare de se lamentar por quem não a tratou como deveria. Pare de correr atrás e viver com os nervos a flor da pele, por quem é fraco, frouxo e falhou feio com seu coração. Seu coração não é de brinquedo. Sua vida não é picadeiro de circo! Não se trate como se fosse!

Siga-me no twitter: @menruntoyou

SIDEBAR
»
S
I
D
E
B
A
R
«
»  Substance:WordPress   »  Style:Ahren Ahimsa
© Todos os direitos reservados