SIDEBAR
»
S
I
D
E
B
A
R
«
Você vibra a falta?
jan 31st, 2014 by admin

ConsultoriaComprar

A Falta! Sentimento esse mais que presente em sua vida. Você duvida? Então eu vou provar o quanto você vibra a falta e como isso deve ser imediatamente mudado para que sua realidade mude também.

Dinheiro pra você é sinônimo de luta, dificuldade, suor na testa, uma coisa inatingível, a não ser esse “miserê” que tiras por mês. Você acredita que seu dinheiro só venha daquele seu emprego. Veja, essa é a sua lei. Então assim será! A sua realidade se molda apenas para satisfazer a sua crença.

“Ah, mas se não for de lá nem de nenhuma ação na justiça será de onde?” – Você pergunta aflita.

Quando você tem a prosperidade dentro de você, incorporada, enraizada lá no seu corpo, é impressionante como ideias nunca antes imaginadas vem em sua mente consciente. Parece que o Universo manda opções que aparentemente você pensa “não é possível que isso vai dar certo” e então você começa a trabalhar naquilo e de repente toma uma proporção de deixá-la com a boca aberta. Comigo foi exatamente assim. Patenteei minha ideia, desenvolvi o que precisava e pronto. Estava lá!

E foi preciso que eu lutasse? Que eu acordasse cedo? Que eu me batesse inteira para que isso surgisse? Absolutamente não! A coisa veio de uma forma tão natural, tão calma, tão tranquila, que realmente só podia ser obra do Universo.

Claro que para chegar nesse ponto, houve um processo, que é o tal processo de valorização que tanto falo. Minha situação financeira foi melhorando aos poucos, o dinheiro começou a entrar, até o momento em que tive essa ideia mirabolante que me resultou no que ganho hoje.

Obviamente para que eu colocasse essa ideia em prática, eu precisava ter todas as qualidades e predicados para que tudo funcionasse. E com certeza eu tinha. Graças as minhas experiências passadas e meus estudos (faculdade, duas pós, cursos mil).

O mesmo pensamento vale para sua vida afetiva. Você vibra falta! Falta de amor, falta de carinho, falta de atenção, falta dele e por aí vai.

“Como assim Fernanda?”

Ora, você não se dá atenção e aí exige do outro. Você não se ama, não se respeita, mas exige que o outro o faça. Olha a sua cabeça!!!

É claro que é ótimo sentirmos o amor, o respeito e a consideração do outro, mas em primeiro lugar vem o seu amor, o seu respeito e a sua consideração. Se você passa por cima de você o tempo todo, para satisfazer os outros, achas que vai colher o que exatamente? Você não pode plantar batata e querer colher uva!

Sem contar as “mentalizações” erradas que você anda fazendo. Aposto que tua mentalização é “eu quero que ele volte”!

Quero? Quero que ele volte? O que você está vibrando criatura? Se você o quer de volta, então é porque você não está com ele e, portanto está vibrando a falta! Veja bem o que você anda pensando e por consequência vibrando. Procure perceber se seus pensamentos são de abundância ou são de falta, de miséria, de pobreza.

Observe seus pensamentos agora, nesse instante. Procure se atentar a qual tipo de vibração percebe. Só assim, para que você inicie sua jornada ao bem maior!

Siga-me no twitter: @menruntoyou

 


 

 

Solte seu problema ao Universo – Parte 2
jan 30th, 2014 by admin

ConsultoriaComprar

Ontem comecei explicando sobre como é o funcionamento da mente, sua forma de operar em seu “eu consciente” e pedi ainda que você se observasse por 24 horas. Você fez isso? Percebeu como a cabeça é um aparelho engraçado e até meio burro eu diria? Sim burro! Pois ela não quer saber se aquilo é absurdo, patético, muito menos dramático demais. Ela só quer saber de trazer a tona, todas as possibilidades mais catastróficas aprendidas por você, por intermédio de padrões de comportamento “escutado” de terceiros.

Ora, então significa dizer que se ela aprendeu a pensar um monte de besteiras sem tamanho, também pode pensa o que é melhor? E a resposta é clara e direta: Sim!

Então vamos colocar aqui um passo a passo para facilitar vossas vidas?

Ok!

Passo 1: O Cansaço

Esse é quando o processo está começando. Você sente um cansaço imenso por tudo o que vem passando nos últimos tempos. Você não se aguenta mais. Você não suporta mais esse assunto. Você não tolera mais chorar, sofrer e se lamentar. Você compreende que precisa continuar com sua vida, com suas coisas e que esse tipo de comportamento sofredor precisa acabar. Nessa fase, você de fato está muito exaustada com tudo. Você está fazendo qualquer coisa para que isso que você sente vá embora.

Tudo bem! Esse é o começo minha cara! E é um momento em que eu fico muito feliz por você! Finalmente você está chegando ao fim dessa situação!

Passo 2: A Consciência

Tome consciência do funcionamento de sua mente (conforme expliquei no artigo Solte seu problema ao Universo – Parte 1).

É de suma importância você entender que esses pensamentos repetitivos, cíclicos, obsessivos e extremamente dramáticos fazem parte do processo. A mente é “paga” para fazer isso com você. Mas ela não é você. Ela é um aparelho. Domine sua mente senão ela domina você. Caso contrário, quando se der conta estará “babando colorido”.

Passo 3: A Culpa

Elimine essa palavra do seu vocabulário. Você fez tudo o que sabia e o que podia! Você tentou de tudo! Você se anulou para a coisa melhorar e ela ficou pior! Você se transformou em um nada para que “ele” se sentisse um “tudo”. Você se matou de esperar, de dar chances e mais chances, de rezar, de brigar, de falar e nada adiantou.

Então…

Ok!

Não deu! Tudo bem! Está tudo bem! O universo continua se expandindo mesmo assim! O sol continua nascendo! Homens sem qualidade continuarão existindo! Gucci continuará lançando sua nova coleção! Graças! Nem tudo está perdido!

Então minha linda, você fez o que deu pra fazer, do jeito que deu, da forma que deu e foi a melhor forma que tinha para a situação. Você fez sim o seu melhor que sabia! Então está tudo certo!

Pare de ficar pensando: “Ah se eu tivesse agido assim ou asado”, “Ah se eu tivesse mudado em tal ponto”, “Ah se eu tivesse ficado quieta”.

Não! Pare! Você fez o que deu naquela época pra aquela situação! E ponto final!

E se alguém vier com “deveria” para você manda para aquele lugar que você sabe bem!

Passo 4: O Ódio

Agora vem a parte que eu mais gosto. É a hora em que você junto tudo que está ai dentro martelando, te empurrando pra dentro e a corroendo e usa um mantra que eu simplesmente acho o melhor:

“Om namah shivaya…..” (começa com um mantra indiano…rs)

“VAI PARA A PUUUUUUTA QUE TE PARIU” ….seguido de …….”FOOOODA-SE TUDO”….

Atenção para a entonação no “UUUUUU” e no “OOOOOOO”

Mas você tem que fazer de coração, de corpo e de alma. Tudo junto! Manda mesmo! Coloca ar no pulmão e puxa lá de dentro!

Eu não estou brincando! É isso mesmo! Funciona! Liberta!

E aí você vai cair num choro ou numa gargalhada (risos). Cada uma é uma! Mas o importante é que você está arrancando de suas vísceras o que estava até então impregnado.

Fez? Ótimo!

Passo 5: A Eliminação

Bom, agora é importante que você elimine tudo o que possa fazer você se lembrar dele. Elimine fotos, vídeos, cartas, coisas, face book, bloqueie tudo, inclusive amigos em comum.

Dane-se o que vão pensar! Que pensem o que quiserem. Agora você é mais importante! Você está num processo de cura! Então coragem e saia eliminando todo mundo.

Sabe aquela amiga que fica vindo fazer fofoca? Manda ela para “puta que pariu” também. Fuja dela! Suma dessa gente! Não se permita mais ser invadida por esse tipo de coisa.

E não entre mais naquela merda de face book do infeliz, ok?

Passo 6: O Pensamento

Agora vamos para a sua cabeça. Veja, ela vai continuar a trazer-lhe os mesmos pensamentos. Qual o jeito de explicar a ela que não deves mais pensar nisso? Simples! Substituindo por pensamentos que a fazem se sentir melhor.

Mas quais pensamentos? Dos mais variados: Estou no caminho certo, O Universo trabalha ao meu favor, O Universo sabe o que é melhor mesmo eu agora não tendo consciência disso, George Clooney pelado, Está tudo certo no Universo, O Universo está trabalhando agora para trazer alguém ótimo pra mim, George Clooney pelado, Eu agora vou me dedicar a mim mesma, Vou me dar toda atenção, George Clooney pelado….pelado…pelado….

Façam isso e perceberão como em apenas 15 dias tais pensamentos começam a ficar mais esporádicos. Além disso, aquela sensação de aperto no peito começa a sair.

Tenha fé em você, tenha força, tenha coragem e mude o que não a está fazendo bem!

Ficou claro???

Siga-me no twitter: @menruntoyou

 


 

 

Solte seu problema ao Universo – Parte 1
jan 29th, 2014 by admin

ConsultoriaComprar

Resolvi fazer esse artigo em duas partes, visto o detalhamento e o passo a passo que desejo ensinar a todas vocês. Talvez para algumas, seja o ato mais difícil que irão fazer desde que nasceram e requer uma dose extra de coragem, determinação e amor para com você mesma.

Noto uma infinidade de mulheres que estão amargando um sofrimento, uma angústia e uma agonia sem tamanho, seja por qual motivo for. Perdem-se num emaranhado de pensamentos catastróficos, pessimistas, pequenos e sem importância real.

O sofrimento é tanto que mesmo que eu explique que a vossa realidade só será alterada quando você mudar a forma como vê as coisas por dentro, é em vão.

Você diz simplesmente: “Eu não consigo soltar. Como eu solto?”

Em primeiro lugar quero que você pense o seguinte: Daqui a 100 anos você não estará mais aqui. Logo, esse seu problema que você acha e acredita ser tão importante também não existirá. Aliás, nem a pessoa objeto de seu sofrimento também não estará mais aqui. Nada mais do que você vê hoje com seus olhos físicos também não existirá mais.

E para onde você vai? Exatamente de onde veio: Para o Astral, para outros Planetas, Bater bolsa no Universo, Traçar uns alienígenas, não sei. O que eu sei é que eu não vou para essas tais de Colônias Espirituais. Eu não vou! Eu já conversei com meus mentores e não vou! Ah não! Aquela gente falando mole, de camisola bege e sandália rasteirinha, não é pra mim! Eu gosto de salto alto, vestido justo e de saracotear para cima e para baixo. Ficar sentada num jardim com aquele olhar de “nada versus nada”, credo! Prefiro ser enviada para um terreiro para trabalhar aqui na Terra. Pensa bem (risos)! No terreiro vão me dar champagne, batom, comida, cigarro (eu não fumo, mas depois de morta vou começar) e mais tudo aquilo que eu pedir. E de quebra as quartas-feiras ainda tem batucada! Olha que beleza! Está decidido: Serei Pombagira após meu desencarne!

Pronto, meu momento de alucinação matinal passou! Vamos voltar….rsrs

Mas a questão é que esse seu problema, o qual você está se descabelando e fazendo todo esse dramalhão, uma hora vai ter que acabar. Você pode escolher acabar já, agora aqui comigo, ou levar meses e até anos. Então pra quê prolongar uma situação a qual a está fazendo sofrer tanto? Está bom assim? Não está, certo? Então que tal provar do meu remédio?

Eu afirmo a você que está em suas mãos mudar a sua realidade, apenas mudando você por dentro. E não é tão difícil assim, como você imagina. Requer apenas uma dose de coragem somada a um pouco de persistência no começo. Mas é só no começo! Pois muito em breve, esses pensamentos horrorosos e persistentes que você tem hoje deixarão de existir. E sabe por quê? Porque a mente é um aparelho que aprende por repetição. O que significa dizer que da mesma forma que você a ensinou a pensar: “Será que ele virá atrás de mim? Será que ele vai se arrepender? Como uma pessoa que se dizia amar tanto de repente me largou? Por que isso aconteceu?” e dá cinco minutos e volta: “Não me conformo! Será que ele pensa em mim? Por que será que ele fez isso? O que ele está fazendo?” e mais cinco minutos depois “Será que ele ainda pensa em mim? Será que ele nunca gostou de mim? Por que ele fez isso? Mas por quê?”…e não tem fim.

Percebe como é uma característica viciosa, repetitiva e cíclica?

Pois é minha cara! É a função da mente consciente! A função de lembrar das coisas as quais você colocou lá dentro. E ela vai continuar lembrando, até que você diga a ela que esse assunto não tem mais importância em sua vida e que agora ela deve se preocupar com outras coisas.

Eu quero que hoje até amanhã no próximo texto você observe sua cabeça. Perceba o funcionamento dela. Perceba os movimentos repetitivos que ela faz. Note sua operação, seu modo de se comportar e o que exatamente desencadeia tais comportamentos.

Amanhã voltarei com o processo de “soltar” na prática.

Siga-me no twitter: @menruntoyou

 


 

 

Tome posse de si
jan 28th, 2014 by admin

ConsultoriaComprar

Percebeu como tudo o que você faz é baseado no medo de alguma coisa? Seja o medo de perder, o medo do que vão pensar, ou ainda medo de ser você mesma e não agradar.

Eu também já tive esses medos. Só que eu desafiei e resolvi agir por mim mesma, sem me preocupar se eu agradaria ou não as pessoas. E a reação que tive foi extremamente positiva. Ao invés do mundo tentar me aniquilar, as pessoas passaram a me respeitar. E por quê? Porque eu era eu! Eu era original! Eu não era mais a “normalzinha” igual a todo mundo.

Quando você deixa de agir segundo suas vontades e instintos internos, inicia-se um processo de desconexão e descaracterização do seu “Eu”. E a partir daí você começa a experimentar uma série de dissabores na vida, como a falta de respeito, de consideração, os outros simplesmente não lembram que existe, cobranças, gente se metendo na sua vida e se achando no direito de palpitar, traições, abandonos de todas as espécies, sem contar na falta de dinheiro.

E por qual motivo isso ocorre? Porque quando você deixou de ser você para seguir o que a sociedade, a família, tua mãe, “Ele”, a religião diz, você se tornou vazia. Sim vazia! Pois se não tem “Eu” aí, restou o que? Nada não é mesmo? Vira somente um corpo vazio, “pseudo-reencarnada”, que fala, se veste, come, trabalha, mas é só a carcaça.

As mulheres então são as que mais sofrem de desconexão desse “eu”, pois elas precisam ser as “perfeitinhas”, as “Misses”, as “donzelas quase virgens”, as “frágeis”, “fracas” e ‘tontas”.

Mas isso tem remédio! E é um remédio que não é amargo! É apenas um só comprimido! Uma dose única! Ele chama-se: Posse! Posse de si! Tome posse de si! Tome posse da sua vida, dos seus gostos, dos seus desejos, dos seus sonhos, dos seus projetos, das suas calcinhas.

Não permita mais que venham dar palpite em sua vida. Só você sabe o que é melhor, onde aperta e quem você tem vontade de mandar conhecer o hemisfério sul de um intestino delgado ou mandar lembranças à progenitora do cidadão.

É só você quem decide quem fica e quem vai. É só você quem arbitra 24 horas por dia. É a tua vida. Acorda, estamos falando aqui da sua vida. Essa que você se lamenta diariamente só porque “Ele” resolveu ser um babaca!

Depois que eu tomei posse de minha vida, nunca mais permiti que ninguém desse palpite ou me criticasse sobre o que fosse. A propósito, quem tenta fazer isso eu já mando logo para aquele lugar. Não tolero!

Que ódio que eu tenho com gente que não se aguenta nem nas próprias pernas, se achar no direito de vir me dizer “sabe o que eu acho?”….Eu já respondo logo: “Pelo cheiro de merda não deve ser boa coisa. Nem me fale.”

Ah eu sou grossa mesmo! Em se tratando da minha vida, da minha posse, das minhas coisas, eu não fico de nove horas. Eu boto pra correr mesmo! Mesmo! E aí quem venha me dizer que eu sou pouco isso ou muito aquilo.

Aí eu já falo logo: “Olha minha querida, o teu acho é o teu acho. Não é o meu acho. Mas já que é pra gente falar de acho, então vai lá no banheiro se olhar no espelho, porque eu acho que você está bem amarela. Você está passando bem? Você está doente? Nossa que cara horrível que você está. Corre lá no banheiro corre….Acho melhor você enfiar o dedo na garganta e vomitar. Quem sabe não melhora. Acho melhor você procurar um médico e fazer um check up. Sei lá! Nunca se sabe quando essas doenças silenciosas chegam. É um perigo.”

E então você fica só assistindo a infeliz, correr pro banheiro apavorada e sair de lá com aquela cara de “acho que estou desencarnando”. Experimenta!!!! (risos). É tão gostoso! Eu adoro fazer uma pirraça com quem vem se meter na minha vida. E você? (risos). Que tal começar? (Que conselho ótimo eu acabei de dar….risos)

Siga-me no twitter: @menruntoyou

 


 

Livre-se dos Bloqueios Lançamento em Áudio
jan 27th, 2014 by admin

Sabia que você tem diversas crenças que tornam-se verdadeiros bloqueios em sua vida? Note que muitas vezes por mais que tente, lute, faça das tripas coração, parece que a “coisa” não vai naquele assunto. Porque? Porque quando se trata daquele assunto ou área específica, sua vida não flui?

Claro são suas crenças! Crenças estas aprendidas na infância ou até mesmo com situações vivenciadas já na vida adulta.

Todos nós temos crenças? Claro que temos!

Todos nós podemos mudar crenças que nos bloqueiam o fluxo em nossa vida? Mas é claro que sim!

Você tem salvação sim (risos). Basta para isso ter comprometimento com você mesma para mudar a sua realidade.

Não está nas mãos de ninguém, mas só nas suas!

Siga-me no twitter: @menruntoyou

Quando você não se valoriza?
jan 24th, 2014 by admin

ConsultoriaComprar

As dúvidas a respeito do valor de si, o quanto você vale pra você, quem é você pra você, o que é se valorizar, ainda pairam na cabeça das mulheres. Muitas vezes a desconexão com elas próprias é tão grande que não sabem mais quem são, do que gostam, o que as toca a alma e o que as emocionam.

Muitas me perguntam como elas devem agir para se valorizarem. E só por aí já identifico o tamanho do estrago que foi feito dentro delas. Se elas nem sabes como faz, por onde eu começo?

Sendo assim, resolvi de uma forma bem prática e direta, dizer o que você faz quando não se valoriza. Quem sabe assim entra nessas cabeças! (risos)

Você não se valoriza quando:

1)      Entra diariamente no face book dele, seja esse “ele” o atual ou ex, tentando pateticamente controlar a foto do perfil, as novas “amigas” adicionadas, as postagens, as curtidas, os comentários. E o pior, além de entrar e ficar vigiando, ainda fica tentando entender quando ele curte uma publicação que diz “Corinthians o time do meu coração”.

2)      Pede atenção. Quer coisa mais baixa do que mendigar atenção a alguém? A um homem então é pra te degolar em praça pública. Com homem não se pede atenção. Você apenas se afasta sutilmente e então o aguarda retornar em grande estilo.

3)      Você se compara. E olha que você se compara com tudo! Você se compara com a mãe dele, com as “amigas”, com as ex-namoradas, com a vizinha, com a colega de trabalho, com as “Panicats”(para quem está fora do país, “Panicats”, são assistentes de palco de um programa de televisão brasileiro, que ficam com uma dancinha medíocre, de biquine e fazendo cara de que a vida delas é só sexo 24 horas por dia) e por aí vai.

4)      Você se culpa. E você não só se culpa, mas como se bate inteira por talvez ter feito algo fora dos padrões aceitáveis pela sociedade. Eu já eliminei a palavra culpa da minha vida. Está na hora de você eliminar da sua.

5)      Coloca sua felicidade nas mãos de um terceiro. Ora, a felicidade é sua única responsabilidade e não é de mais ninguém. Ninguém é capaz de fazê-la feliz, mas só você.

6)      Permite que alguém, quem quer que seja pise, humilhe, a trate com descaso. Você está deixando isso acontecer? O que está esperando para se posicionar adequadamente de modo a não permitir esse tipo de coisa?

7)      Coloca todos na sua frente e você em último lugar. Quando você vai começar a ser o centro de sua vida? Quando você começará a se colocar em primeiro lugar? Pega o pedaço de bolo maior pra você! Não divida o que você não quer dividir com ninguém! Egoísta? Ótimo! É assim que tem que ser!

8)      Sofre por quem não merece uma centelha de seus mais puros sentimentos. Ele é drogado, cavalo, viciado, pobre, boçal, a trata igual cachorro, a usa, não quer assumir um simples namoro, a procura somente para sexo, diz que você não pode cobrar nada se ele sair com outras, que não vai prometer nada e outras pérolas. E você ainda fica se matando de chorar e me perguntando se eu acho que ele vai se arrepender? Eu tenho vontade é de quebrar um tijolo na sua cabeça, por você acreditar que está abaixo da escória, que está abaixo do lixo. Francamente! Se você se identificou com esse item, volte lá para o item 1 e releia todos os tópicos, até entrar nessa cabeça.

9)      Acha-se menos e assim age em tudo como se fosse menos. E então qual será a sua realidade? De menos. Menos em relação ao que? Em relação a esse modelito que você criou na cabeça, porque um dia alguém disse que aquele era o certo.

10)   Deixa de fazer suas vontades com medo do outro. Não vou fazer tal coisa senão o outro me…..(complete a frase).  E então passa a vida se anulando!

Esses são os que considero os dez pontos principais. E são pontos que você deve exercitar ao longo de seus dias, para que o valor retorne ao seu ser. Que tal fazer as pazes com seu leão e leoas hoje? Já! Chega de sofrer! Nem você se aguenta mais!

Agora por gentileza, volte ao tópico 1 e releia tudo com cuidado, ok? Faça isso por você e só por você.

Siga-me no twitter: @menruntoyou


 

As pessoas sempre mostram quem são logo no começo
jan 23rd, 2014 by admin

ConsultoriaComprar

Você começou a sair com um bofe novo, o está achando interessante, engraçado, boa companhia, beija bem, a trata bem, ama os animais, se preocupa com o aquecimento global, sonha em ter três filhos e adotar um quarto, quer ter um cachorro labrador, passar um ano sendo missionário na Guatemala, chorou no filme Ghost, o que o faz parecer extremamente sensível (para não dizer tonto)…PARE!

Olha o seu delírio! Pegando o gancho no texto de ontem “Ele é tão fofo”, tenho uma coisinha a mais a dizer: As pessoas sempre mostram quem são logo no começo. Normalmente logo no primeiro mês, eles dão indícios de quem são e o que pensam. Não com palavras minha cara, mas com atitudes, comportamentos e pequenas mensagens. Mensagens? Sim! Aquelas que vão às entrelinhas.

Então de repente, entre uma conversa e outra, ou entre um encontro e outro você percebe algo que soa mais como uma pequena campainha bem lá dentro de seu corpo. Não querida! Não é da periquita que estou falando. Estou falando daquela campainha que bate lá no fundo dizendo: Alerta! Cuidado! Atenção!

Mas é que você com a sua cabeça mesmo percebendo esses indícios, pensa consigo mesma “Ah que é isso? Não! Ele é lindo! Ele é o máximo!”. (Observação: Acrescente aquele tom de fada geleia quando ler as quatro frases anteriores)

E então segue idealizando aquele pobre homem, jogando todas as suas necessidades, incluindo a sua felicidade, nas mãos dessa criatura que mal pode com ele, mal pode suprir as próprias, quanto mais as suas.

E é claro que em pouco tempo, você tem a prova, de que a tal “campainha” silenciosa a estava alertando.

“Ah Fernanda, mas como vou saber se é só medo da minha cabeça ou meu próprio senso de proteção falando comigo?”

Hoje você talvez não perceba com tanta facilidade porque está totalmente desconectada de você, tentando recuperar o que um dia foi esquecido. Porém com algumas dicas você consegue, quer ver?

1)      Forças de proteção são sentidas no corpo. As mensagens vêm no corpo primeiro e não na cabeça

2)      Um aviso de proteção aparece no corpo de baixo pra cima. Já pensamentos de medo ou bloqueio, surgem de cima para baixo. Às vezes pela nuca ou pelo lado.

3)      Quanto mais você exercita o contato com essas forças, mais fortes elas ficam, tornando-se automáticas com o passar do tempo.

4)      Se você escuta esses avisos, tem a possibilidade de prestar mais atenção às coisas a sua volta e pára de delirar. Não! Ele não é o George Clooney. Ele é só o “carinha” que eu conheci semana passada e não sei quem é.

Logo, por mais empolgante que seja o início de uma relação, procure prestar atenção a quem ele é de verdade, e não apenas ao que ele “diz”. Dizer a gente diz um monte de coisas. Mas é verdade? Você sabe que não! Pois você mesma está fingindo sem parar, certo? (risos). Você não mostra a ele logo de cara quem você é. Você incorpora a Angelina Jolie e vai encontrá-lo. Não é a Maria da Silva que está lá, mas sim Angelina, incluindo o pacote de 100 filhos dela!

Dê importância as suas forças!

Siga-me no twitter: @menruntoyou


 

Doação Efetuada
jan 22nd, 2014 by admin

Olá Meninas,

Fizemos mais uma doação na data de hoje.

A instituição fica sediada em Santos e cuida de pessoas com paralisia cerebral.

Site: http://www.mensageirosdaluz.org.br

Abaixo relaciono algumas fotos das pessoas que são amparadas e vivem lá.

Beijos a todas!

Siga-me no twitter: @menruntoyou

Ele é tão fofo!
jan 22nd, 2014 by admin

ConsultoriaComprar

Olha você no início de um relacionamento (risos). O que eu mais escuto é “ele é tão fofo”, “tão meigo”, “tão sensível”. Pronto! Então vem a pérola: “Acho que me apaixonei.”

Pelo Nosso Senhor da Abadia! Você se apaixonou por alguém que você nem sabe se vale a pena? Será que ele compactua dos mesmos valores que você? Será que ele dá no coro direito? Será que ele está bem intencionado? Quem é esse ser afinal?

A resposta é: Você não sabe! Você vai descobrir!

Então como você pode dizer que se apaixonou por algo que nem conhece? Percebe a loucura da sua cabeça?

Você sim, ter se sentido atraída e com fogo na “periquita”, até vai, mas isso nem paixão não é. Amor então, passa longe!

E o que normalmente causa essas “paixonites” agudas são duas coisas: a primeira é a sua maldita carência e a outra é que mulher sofre de uma doença chamada “tem que ter”.

Esses dois ingredientes juntos causam esses enganos. E aí minha cara começa um processo chamado de “preciso segurar essa criatura”, porque será ela que eu escolhi para suprir todas as minhas necessidades. Necessidades estas que eu não supro em mim mesma, ou seja, coisas que eu não dou a mim mesma e que, portanto quero que o outro “ME”.

O outro “ME”? Como assim?

Sim! O outro me ame, me fale que eu sou linda, me dê atenção, me dê aconchego, me dê apoio, me dê carinho, me dê respeito, me dê consideração, me valorize, me…., me…. e por aí vai. A lista é grande! Você sabe que sua lista é grande, não sabe?

Olha só as enrascadas que você se mete, apenas porque não faz o trabalho que é seu para com você mesma?

Você negligencia a si própria, colocando na mão de qualquer desavisado que estava passando, a responsabilidade de supri-la com coisas que deveriam ser dadas por você mesma.

Ai depois, o camarada não corresponde, pois afinal a “ilusão” do homem perfeito estava só na sua cabeça e aí vem a famosa decepção.

Então minhas “fofas” (risos), ao contrário de mergulhar numa angústia sem fim, pensando e queimando seus neurônios com ideias agonizantes do tipo “será que ele vai me ligar”, “será que vai dar certo isso?”, “será que ele está gostando?”, “o que eu faço para segurar esse cristo?”, mude sua visão sobre a questão.

Pense o seguinte: Eu estou aqui na minha, bem ao meu lado. Tudo o que preciso eu mesma me dou, portanto vamos ver quem ele é. Vamos ver quais características ele tem. Será que ele vale a pena? Será que ele está a minha altura? Será que ele é quem tenta passar? Vamos ver! Vamos ver o que ele tem a me oferecer!

Afinal, você não precisa se jogar de cabeça no primeiro que aparecer. Saia, converse, se divirta, se distraia e analise essa criatura que é só uma entre vinte mil, se ela pode de fato se dar ao luxo de respirar o mesmo ar que você.

Siga-me no twitter: @menruntoyou


 

Livre-se dos Bloqueios Pré-Lançamento em Áudio
jan 21st, 2014 by admin

Porque será que eu estou fazendo tudo o que posso e a “coisa” parece que não anda? Eu sigo a risca o funcionamento da lei, vigio meus pensamentos, a qualquer sinal de um pensamento que me oprima, eu imediatamente o substituo por outro, desejo várias coisas, mas o negócio não vai?

“Mas eu procuro me colocar no meu melhor, faço o que tenho vontade, não tento mais agradar aos outros, porém não chego onde quero.”

“O que estou errando? O que está faltando? O que me impede?”

A resposta a tantas indagações é bem simples! Seus bloqueios. Ou como gostamos de chamar: Suas resistências.

Só existe um motivo para que você ainda não tenha conseguido alcançar o que deseja. E esse motivo chama-se Crenças incorretas. Essas crenças incorretas, quando incorporadas, geram bloqueios ou resistências, que impedem que aquilo que você tanto quer seja trazido para sua realidade.

O que adianta eu querer muito aqui na cabeça ter 2 milhões na conta, se eu aqui dentro acho essa quantia hilária?

O que adianta eu querer muito um homem decente se bem aqui dentro do meu ser, eu aprendi que homem não presta e que casamento será a minha ruína.

Como fazer alguém se interessar por mim, se eu mesma me acho uma coisa assim sem valor?

Percebem como seus desejos são totalmente antagônicos?

Ora, você precisa ser, vibrar, sentir, na mesma frequência daquilo que você quer! Não adianta você pensar em abacaxi, se lá em seu corpo está “escrito” laranja!!! Você só vai materializar laranja!

“Eu quero muito um relacionamento novo. Mas Fernanda eu posso usar a lei para fazer meu ex voltar?”

Leio muito essa frase aqui no blog! Ora, você quer uma nova paixão, mas fica presa ao ex do passado?

Você não vai conseguir nem uma coisa nem outra desse jeito!

Na verdade, é como se você desse um passo a frente em direção ao que você quer e em seguida dessa dois passos atrás. Você constrói e destrói. Você cria e você descria.

É você! Não é Deus! Não é o Destino! Só você!

Vamos aprender como se livrar desses bloqueios que se encontram nesse corpinho???

Lançamento:  27/01/2014

 

ConsultoriaComprar

Siga-me no twitter: @menruntoyou

Respostas às Perguntas Maria Fernanda Amaral – Áudio 20/01/2014
jan 20th, 2014 by admin

Bom dia!

Esperto que todas tenham uma ótima semana!

Segue abaixo o áudio da semana.

 

audio_semanal

Ou se preferir, acesse o link abaixo:

http://site1379521424.hospedagemdesites.ws/wp-content/uploads/2014/01/Audio_19012014.mp3

ConsultoriaComprar

Siga-me no twitter: @menruntoyou

Aliviando a dor no peito
jan 17th, 2014 by admin

ConsultoriaComprar

 

Tem coisa mais horrível do que essa dor no peito? Essa angústia, essa agonia, essa coisa que te pega pelos pés e parece que vai subindo, subindo até agarrar seu coração?

É uma sensação horrorosa, como se um lutador de sumo estivesse sentado bem em cima dele, não é mesmo?

Porém, existem algumas coisas que você pode fazer para ir aliviando, principalmente enquanto você ainda não desperta para o seu devido valor. E é justamente sobre isso que falarei nesse texto.

A primeira coisa a fazer quando se sente esse tipo de coisa é entender o motivo dessa sensação estar se manifestando. E eu explico. Nosso peito dói quando temos pensamentos falsos, mentirosos que vão em direção contrária ao nosso espírito. Por exemplo: Você pensa que você é menos, quando se compara com os outros. Ou ainda pensa que nunca mais você encontrará outra pessoa que poderá se apaixonar. Que o futuro será triste, sem graça e que você ficará sozinha para sempre.

Quanta bobagem! Se você parar para analisar com discernimento, verá que essas ideias são totalmente infundadas, totalmente falsas e arrisco dizer até cômicas.

Veja bem, mulher que nunca mais vai se apaixonar novamente? Piada, não é mesmo? Nós sabemos que bastou uma coisinha interessante passar para que a gente abane o rabinho!

Mulher não ama, mulher cisma! Mulher elege um novo Jesus Cristo para salvá-la dela mesma a todo o momento.

“Ah, então porque não consigo me interessar por ninguém?”

Simples! Porque você não deixa o passado no passado! Você fica revivendo a situação mil vezes na sua cabeça. E como a mente não distingue passado de presente e nem de futuro, ela provoca uma série de sensações, como se esse bando de sandices que você está pensando fosse verdade.

Agora que você já sabe o motivo do seu peito estar do jeito que está, você compreende que basta mudar seu foco, para que esse estado se dissipe no espaço.

Para tanto, podemos concluir sobre alguns pontos que devem ser eliminados de sua vida já. São eles:

1)      Não vigiar mais rede social de ex-namorado. Exclua-o, bloqueie-o, apague-o. Tire de sua frente tudo o que pode fazer se sentir angustiada e nervosa. Poupe-se de ver coisas que a farão sofrer. Pois afinal, só o que importa agora é seu bem-estar.  E minha querida, o fato de você vigiar rede social de ex, não fará com que as coisas mudem. A sua realidade só mudará, quando aí dentro você mudar.   E tudo começa com seu bem-estar e com sua paz.

 

2)      Substituir cada pensamento que faz seu peito doer, por outro que o faça expandir-se, ficar em paz. Em outras palavras, que a façam permanecer no bem-estar. Sentir bem-estar é uma escolha. A escolha é sempre sua. O arbítrio é seu. Sua mente é só um aparelho. Você a controla e não o contrário. Dá trabalho? No começo sim! Mas estamos falando de sua vida e não da vida da atriz principal da novela, certo? Então mãos a obra.

 

3)      Afaste-se nem que seja temporariamente de pessoas que venham falar “dele”. Não escute. Delicadamente se alguém vier fazer fofoca, apenas diga: “Não tenho mais nada com a vida dele. Gostaria que você não falasse mais sobre isso comigo.” E se a pessoa insistir? Manda tomar naquele lugar, afinal, você avisou certo?

 

4)      Preencha seu tempo com o máximo de coisas que puder. Exercite seu corpo, entre em várias modalidades, experimente coisas novas, faça os cursos que você sempre teve vontade, pode ser qualquer coisa. Mas preencha seu tempo 24 horas por dia! Sentar no sofá para pensar na vida ou na questão, está fora de cogitação.

 

5)      Dê-se o máximo de atenção, carinho, amor e aconchego nesse momento. Você é sua melhor amiga. Usufrua de você! Se dê ao direito de ter prazer!

E o mais importante de tudo: Passe a se colocar em primeiro lugar em sua vida. Seja o centro dela! Em todas as situações! Passe você na frente! Trate-se como a pessoa mais importante nesse mundo para você. O lugar onde você até então colocava “ele”, coloque você. Ou seja, coloque-se lá em cima e ele lá embaixo. Afinal, ele rasteja mesmo, não caminha.

Siga-me no twitter: @menruntoyou


Solte o que lhe aprisiona a alma
jan 16th, 2014 by admin

ConsultoriaComprar

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Quanta ilusão criamos! Em quantas prisões nos colocamos e depois amargamos sensações de ansiedade, angustia e medo?  Você aprisiona sua alma, quando se enfia em certas situações e se permite vivencia-las.

Face book por exemplo! Quer coisa mais ilusória do que rede social? Ninguém é feio, ninguém é burro e ninguém é filho da mãe. São todos infinitamente alegres, estão se divertindo horrores e vivenciando estórias de amor de arrepiar o pelo.

E quando é o face book do ex? Ai sim você vigia diariamente e se joga lá pra baixo. Você controla aquilo e se apega aquela babaquice, como isso aquilo fosse as mais puras das verdades. Você acredita mesmo nisso? Você acredita mesmo em declarações públicas de amor?  Você acredita em exibicionismo barato?

Acredita, não é mesmo? E se acaba de chorar a cada postagem! Olha como você é tonta! E quanto mais você olha, mais angustiada fica e mais desce para o fundo do posso, pois com esse tipo de atitude você está se desvalorizando por completo.

Face book de ex? Elimine da sua vida! Solte essa porcaria!

Ex-namorado malandro, vigarista, drogado, moleque, vagabundo, safado, mulherengo? Solte na mão do diabo! Deixe-o ser cuidado por quem merece!

E como solto? Como?

Não alimentando situações e pensamentos que a levam de elevador panorâmico lá para o fundo do poço. Veio um pensamento na cabeça? Substitua-o imediatamente por outro que a faça se sentir bem.

A todo o momento? A todo o momento!

Ah mas dá trabalho ficar controlando?

Ok! Você é o seu trabalho hoje! Pegue você pelas orelhas e se coloque novamente no eixo. Só você pode fazer isso. Eu lhe dou as ferramentas, mas é você quem escala o poço. Solte o lhe aprisiona!

No começo sua mente vai lhe bombardear de imagens e pensamentos a fim de garantir que você continue pensando na merda. Afinal foi isso que ela aprendeu. Mas a mente é só um aparelho seu. Ela não é você. Esses pensamentos obsessivos e depressivos com relação ao ex, não é amor criatura! Não é! É só uma mente condicionada a pensar na morte da bezerra.

Mas a partir do momento que você parar de alimentar essas coisas, elas simplesmente param de vir para sua existência, elas desaparecem, somem no espaço. Afinal, materializa-se aquilo que você alimenta e acredita.

Está sofrendo de falta? De carência? De abandono? Então mude o que você está fazendo com você, que sua realidade externa mudará. Isso é infalível! Pare de ficar choramingando por algo que já está no passado! Já foi! Mas a vida está aí cheia de oportunidades, de pessoas interessantes e com pinto grande.

Chega dessa palhaçada! Chega!

Siga-me no twitter: @menruntoyou


Quando acaba essa dor?
jan 15th, 2014 by admin

ConsultoriaComprar

Tem coisa mais horrível do que dor no peito? E eu não estou falando de qualquer dor, mas sim daquela que além de ser física, de apertar o coração, de empurrar você pra dentro, de fazer se sentir pequena e miserável, ainda cria um sentimento de impotência, como se aquela sensação, só fosse passar, se alguém lá no céu resolvesse naquele dia  olhar para sua vida, caso tivesse de bom humor.

Ora, isso é real? Claro que não! É que a gente se coloca nessa posição de vítima sofredora e chora, chora, chora, escuta a música de Bruno Mars e chora mais ainda. Faz aquele drama! Você sabe que é chegada num dramalhão, não é mesmo? Seria cômico de ver se não fosse tão doloroso! E o pior: Você sente pena de você! Como se pensa fosse um sentimento bom ou de amor.

E então se coloca na posição de vítima, pois essa posição aparentemente num primeiro momento nos causa certo aconchego. Mas é um aconchego momentâneo! Sabe por quê? Porque a posição de vítima passa a mensagem ao universo que você é uma “lixeira encarnada”. E aí minha cara, tudo começa a “desandar”. E você sabe bem do que estou falando!

É chefe pegando no pé, perde o emprego, perde dinheiro, a conta bancária acorda o diabo, a unha quebra, o cabelo cai, a imunidade despenca, batem na traseira do seu carro, o salto quebra, é um horror!

Mas para tudo tem uma boa notícia e eu vou dá-la a você hoje, que é a seguinte: Essa dor aí que você sente no peito tem data para acabar.

É isso mesmo que eu disse. E quando será? Quando você determinar. Você sofre até quando quer. Você sofre até quando cansar de sofrer. Você sofre até o momento em que você diz CHEGA!

Eu tomei uma resolução em minha vida algum tempo atrás. Eu resolvi que não iria sofrer mais por coisa alguma, não mais do que um dia. Um dia é o que eu me permito ficar triste ou com raiva. Mas fico triste ao meu lado e me dando todo apoio.

Dependendo do que é, dura uma hora! Contada no relógio. Pois eu aprendi que meu estado exterior é um reflexo do meu estado interior. Ou seja, se eu estou desapontada, triste, tudo em minha realidade física será exatamente assim. O que significa dizer, que se eu mudo meu posicionamento interno, tudo a minha volta começa a mudar.

Partindo-se desse pressuposto, na hora que me vem algum sentimento nocivo, ou que me cause aperto no peito, ou medo, ou angústia, ou insegurança, eu corto no mesmo momento. Eu não alimento! Ora, se está em minhas mãos a minha realidade, então eu quero que ela seja maravilhosa! Eu quero que ela seja abundante! Eu quero Chanel  e Versace!

Veja, cresce e toma forma, ou seja, materializa-se aquilo que você alimenta e consequentemente aquilo que você crê. Se você alimenta dor em seu corpo, mais dor será materializada, até que você diga: BASTA DESSA MERDA!

E isso está em suas mãos! Não está na vontade de ninguém, mas só no seu arbítrio. O Universo não pode agir se você diz com suas atitudes para que ele fique fora. O seu “Deus” não pode executar o milagre em sua vida se você não permitir que ele entre.

A dor só dura o tempo que você permitir que ela permaneça. Faça uma dieta em sua dor. Corte os carboidratos, os açúcares e as gorduras. Faça-a minguar. Não a alimente mais com banquetes de rei.

Você pode fazer isso. E pode já!

Siga-me no twitter: @menruntoyou

 

 

A sua vida tem valor?
jan 14th, 2014 by admin

Pensa aqui comigo: Sua vida tem valor? Você acredita que seja primordial lutar por ela? Você tem dentro de você que seu bem-estar é só o que importa nessa vida? Responda a si mesma!

Se um ladrão viesse agora armado em sua direção, você defenderia sua vida, não defenderia? E se um vírus atacasse seu corpo, seu instinto de sobrevivência faria de tudo para matá-lo, não é mesmo? E por que com “ele” você não age assim? Por que com sua vida afetiva, com seus sentimentos você permite que pintem e bordem? Por que você permite ser tão usada e abusada?

Agora eu pergunto novamente: Sua vida tem valor? Que valor é esse? É um valor hipócrita ou é verdadeiro?

Eu não sei o que tu andas fazendo com ela, mas o que eu sei é que a sua realidade não está sendo um conto de fadas. Na verdade está mais para “atividade paranormal”. Você vive com medo, angustiada, nervosa e tomando susto!

Isso é vida? Isso é jeito de viver? E se comportar como um mendigo? Sabe qual a diferença entre o mendigo e você? É que ele pede dinheiro e você pede amor! Você está sempre com a mãozinha lá estendida, carente de atenção e afeto! Olha que papel!

Mas você não se vê como uma pedinte. Você se enxerga como alguém que ama. Você diz pra mim que ama. Como?! Se você nem sabe amar a si própria?!!

Não gente! Definitivamente mulher não sabe amar! E acredito nem seja bom uma mulher falar disso. No amor a gente se perde, se esquece, se abandona e se coloca lá embaixo! Não dá! O “gostar” ainda vai, mas “amar” nem pensar!

Enquanto você não se reconhecer, se amar em primeiro lugar, se colocar como senhora de sua vida e detentora do livre-arbítrio que cria seu destino, relacionamento afetivo será sinônimo de sofrimento e dor.  Não adianta trocar de namorado, não adianta largar um corintiano e pegar um flamenguista! Você vai continuar insegura, tonta e manipulável.

Como é que você se valoriza? Responde aqui pra titia…

Dizendo amar um homem vagabundo? Que não tem dinheiro nem para lhe comprar um sorvete? Que usa substâncias alucinógenas? Que não bate bem da cabeça? Que diz que não quer assumir nem um simples namoro?

Posso perguntar novamente? A titia é paciente….

Onde está essa valorização toda que você prega tanto?!

Está se dizendo apaixonada por um traste? Até vá lá, pois nunca sabemos ao certo quem são as pessoas até começarmos a conviver com elas, porém insistir no erro, insistir em quem não a trata como merece, então já é desvalor.

Coloque as pessoas em seus devidos lugares! Não permita ser pisada, humilhada, acovardada por ninguém nessa vida! Coloque seu instinto de sobrevivência, aquele mesmo que lhe dá febre para matar um vírus para funcionar e aniquile qualquer filho da mãe que se  sentir no direito de tentar fazer isso com você!

Isso não é uma sugestão! É uma ordem!

Siga-me no twitter: @menruntoyou

ConsultoriaComprar

Respostas às Perguntas Maria Fernanda Amaral 13/01/2014 – Em Áudio
jan 13th, 2014 by admin

Bom dia!

Esperto que todas tenham uma ótima semana!

Segue abaixo o áudio da semana.

 

audio_semanal

Ou se preferir, acesse o link abaixo:

http://site1379521424.hospedagemdesites.ws/wp-content/uploads/2014/01/Audio_12012014.mp3

ConsultoriaComprar

Siga-me no twitter: @menruntoyou

Armadilhas do inconsciente
jan 10th, 2014 by admin

Trabalhando com pessoas já algum tempo, é interessante observar como muitas vezes o inconsciente trabalha a fim de desviar o assunto do ponto mais importante: A origem de seus bloqueios que levam ao fechamento de seus caminhos. Funciona como armadilhas.

Então quer dizer que meu inconsciente e minha proteção trabalham contra mim?

Claro que não! Diretamente não! Mas na prática sim. E por que isso acontece? Porque as “forças” que regem nossas defesas, nossa integridade e nossa proteção entendem determinado assunto ou situação como sendo algo perigoso e que por consequência possa vir a afetar seu ser como um todo, ocasionando dessa forma o que podemos chamar de “aniquilação” de seu espírito.

Ora, se suas “forças” que estão em você e com você justamente para garantir a sua sobrevivência, identificam que algo pode destruir seu ser, o que elas fazem?

Elas não tem alternativa a não ser eliminar “aquela coisa”, “aquela situação”, da sua vida o mais rápido possível, do jeito que for.

Então quer dize que minhas “forças” são assim meio estúpidas? Absolutamente não! Suas “forças” são perfeitas! Elas agem para garantir sua existência, mas tem um pequenino problema: Elas agem de acordo com suas crenças. E suas crenças não estão aí na cabeça de melão consciente. Não estão aí na sua mente lúcida do “quero porque quero”. Não estão aí nesse aparelho que faz conta matemática.

Suas crenças então enraizadas em você, incorporadas, em cada célula sua, em cada músculo, em cada fio de cabelo. É um inferno, eu sei! Pois até então você acreditava que tudo estava na sua cabeça. Mentira! O que comanda suas forças e sua realidade são suas crenças. Ou seja, é aquilo que você quando pensa algo diz assim, com voz de Exu: “Isso ééééé assim.”

Você valida a coisa, você põe toda sua fé. Mas sua fé inconsciente, como ar que você respira. É aquela certeza de que o ar está aí na atmosfera, que o sol surgirá na manhã seguinte e que uma nova coleção da Channel será lançada no próximo inverno. Está compreendendo?

Mas o que percebo algumas vezes de mais interessante é que em minhas conversas pelo agendamento no skype, mesmo eu dizendo claramente onde está o bloqueio daquela mulher e dizendo a ela o que a mesma deve fazer para eliminar isso, parece que o inconsciente envia outras ondas de pensamento que a impedem de visualizar isso.

Parece que a pessoa fica aprisionada em um padrão de comportamento e crença que a cegam de tal forma, onde ela mesma não acredite ter saída.

Algumas não! Algumas eu falo, e elas pegam na primeira. Claro, tomam aquele susto, pois compreendem que estavam procurando seus bloqueios no lado errado e então quando eu mostro, ela rapidamente arranca de seu peito aquele posicionamento ultrapassado e o substitui por um novo padrão mais condizente com o que deseja para sua vida. E aí minha cara, a vida anda, a situação muda e o George Clooney aparece.

Em compensação outras, dá vontade de bater. Porque eu falo, mostro, provo, dou exemplos e ela continua na ilusão dizendo: “Por que nenhum homem presta? Por que eu não consigo levar nenhuma relação pra frente? Por que eles me abandonam? A vida não é justa!”

E eu lá repetindo agoniada para que ela entenda, pois eu quero ver a pessoa melhorar, resolver seus problemas e ser feliz!

Portanto, atente-se aos sinais de sua vida. Observe os acontecimentos que ocorrem nela. Identifique situações repetitivas. Faça uma relação do que ocorre em sua vida, com o que você anda crendo. E acredite, você encontrará as respostas que necessita.

Siga-me no twitter: @menruntoyou

ConsultoriaComprar

 

Em dúvida? Dê um passo atrás
jan 9th, 2014 by admin

Quantas vezes nos pegamos em determinadas situações em que nos sentimos tão perdidas sem saber ao certo como agir ou como e o que falar, não é verdade? E olha que essas situações teimam em aparecer em nossas vidas, fazendo com que recorramos a tudo quanto é ajuda, de tarô on-line a manicure.

Porém como aprendi ao longo da minha vida que o que é bom para o outro não necessariamente será bom para mim, então passei a escutar somente a mim mesma. E depois que tomei essa decisão em minha vida, eu nunca mais errei. Tudo o que fiz a partir de então foi sempre certo.

Uma coisa que sempre faço quando estou nesses entraves da vida e não me sinto segura para tomar uma decisão é dar um passo atrás. Eu recuo um pouco, procuro ficar em silêncio e observo a situação de fora do problema. Observo os participantes, observo o contexto, assisto a tudo como se assistisse a um filme, onde a atriz principal não sou “Eu”, mas uma mulher desconhecida que está atuando naquele personagem.

É impressionante quando você faz isso, como a lucidez dos acontecimentos aparece a você! Quando você retira momentaneamente a carga emocional ou sentimental de determinado assunto ou envolvidos e em seguida examina a situação de uma forma “externa” aos fatos, você consegue sim, com a máxima serenidade, analisar as ocorrências e tomar a melhor decisão para si.

E você aí na sua situação? O que anda pensando ou sentindo? Já experimentou olhar para sua vida como se ela fosse um filme?

É, eu sei. Dá até medo de fazer isso e ver as sandices que você já fez. Mas tudo bem! Até isso também faz parte da vida.

Porque você não tenta fazer isso agora? Nesse momento. Veja quanta ilusão existe nas coisas, nas pessoas, nos acontecimentos. Note o quanto você se engana e alimenta determinadas coisas que já deveriam ter sido eliminadas há muito tempo. Mas ao contrário disso, você continua alimentando uma série de “bombas atômicas” na cabeça, daquelas do tipo de nos tirar a paz do espírito, tirar nossa alegria de viver e nosso poder de criação.

Acho que está chegando a hora da faxina interna, não acha? Hora de jogar fora o que não lhe serve mais, o que não cabe mais em seu espírito, no seu modo de viver e nos conhecimentos que nos últimos tempos você vem adquirindo.

Recue um pouco. Faça como os grandes lutadores. Às vezes dar um passo atrás, não é ser covarde ou fugir da luta. Absolutamente não! Dar um passo atrás é preparar-se para golpear o adversário no lugar certo. No saco de preferência e com salto de bico bem fino, para fazer uma vasectomia instantânea logo. Pronto! Estava demorando a vir uma besteira matinal, não é mesmo? (risos) . Se eu não falo uma besteira, não sou eu mesma (risos).

E você? Em qual situação você está necessitando dar um passo atrás?

Siga-me no twitter: @menruntoyou

ConsultoriaComprar

 

Leis do Destino – Em Áudio
jan 8th, 2014 by admin

Chegou a hora de você parar de achar que você é vítima da genética, do acaso, da família, do governo, da condição econômica, ou da crise mundial.

Você não está aqui fazendo turismo! As leis do destino estão ai…prontas para serem usadas ao seu favor.

Você tem um aparelho fantástico bem aí com você, capaz de detectar energias, sensações, mentiras, trapaças e até ver o futuro.

Muita gente que conversa comigo me pergunta se eu tenho mediunidade. Médium todos somos! Somos seres energéticos! A Física tradicional já comprovou isso anos atrás!

Mas o que você não sabe é que você usar todo esse aparelho para conquistar as coisas que tanto deseja nessa vida.

Eu já fui bem “pamonhona”. Já sofri, já chorei, já vi minha conta ficar no vermelho (Credo! Pobre não!) e me revoltei imensamente quando ao longo de anos de estudo, constatei de fato que tudo, mas absolutamente tudo estava nas minhas próprias mãos.

Você pode sim fazer algo por você mesma. E pode agora. Pode começar já. Pode começar tudo novamente. Por que não?

Quer saber se alguém está bem intencionado ou não, quer saber como sempre tomar a decisão certa sem errar, quer criar uma realidade próspera afetivamente, financeiramente, com saúde, beleza e sem celulite?  (risos)

Então tudo começa aqui. Aprenda de uma vez por todas a dirigir esse submarino que é seu corpo. Tome posse do comando! Está mais do que na hora!

Siga-me no twitter: @menruntoyou

Crenças que bloqueiam sua vida
jan 7th, 2014 by admin

Que cabeça você tem hein! Que máquina! Às vezes meio de melão, meio louca, meio assassina, porém tem horas que você arrasa. E você sabe disso!

Você já fez e falou coisas de arrepiar o pelo e depois ainda ficou pensando: “Mas eu disse mesmo tudo aquilo?”

Sabe o que são esses momentos? É o que chamo de “Eu Maior”.

Não é aquele eu maluco na cabeça. Absolutamente não! Mas é aquele “Eu” genial. E é justamente esse “eu” que está conectado com o Universo e que portanto possui não só inteligência infinita, como as respostas para tudo o que você precisa.

Porém o que ocorre hoje (mas que você está mudando…rs) é que suas crenças absorvidas , aprendidas e incorporadas ao longo de sua vida, e aqui estou falando de crenças pertinentes e crenças falsas, regem sua realidade atual.

Teu pensamento não cria tua realidade. Pensamento positivo até ajuda a fazer se sentir bem. O que é um passo importante para a criação, porém também não são eles que criam.

Pensamento catastrófico, também não cria realidade.

E o que cria então? Suas crenças que geram vibração energética.

É mais ou menos aquilo que você quando pensa diz assim: “Isso ééééééé”. Entenderam o “eco” da cabeça? Vocês colocam um peso afirmativo como se aquilo fosse a mais absoluta verdade.

A começar com o “Eu amo demais fulano”. Olha o peso que você coloca no “AAAAAmo”. Mentira né! Nós duas sabemos aqui que você não ama nem suas calcinhas quanta mais aquele pobre coitado que você pegou para “Cristo”. Ele só está preenchendo a vaga.

Só que essas crenças quando incorporadas fazem com que você sofra de cegueira aguda. E de cegueira aguda passa a cegueira crônica. E então você passa a viver num mundo de ilusões, enganos e consequentemente decepções. Afinal, você não estava vendo quem ele era de fato. Você só visualizava a imagem do “príncipe” na sua cabeça, pois seu aparelho de visão estava assim meio defeituoso.

Você olha com os olhos da “cabeça” um loiro, alto, de olhos azuis. A oitava maravilha do mundo. Mas só você vê isso. O restante da população mundial vê um cara de “jeca”, desfalcado financeiramente, marca “merda” e que “acredita” que seja alguma coisa, porque a “avó” dele, disse que ele era uma gracinha. Ah, faça-me o favor né! Olha onde você está amarrando seu burro!! E ainda chora e faz drama! E acredita que sem ele nunca mais será feliz!

Não gente! Mulher é tudo louca! Eu preciso chegar a essa conclusão. E acho que nenhuma mulher entra no Reino de Deus! Absolutamente. No mínimo deve ficar alguém lá na portaria do céu controlando: “Mulher? Então pegue a escada rolante lá para o subsolo.”

Está na hora que você desperte dessas suas crenças que lhe aprisionam e atrasam sua vida. Não dá para viver a partir de agora como você vinha vivendo. A vida chama para a mudança. Está na hora. Percebeu isso colega?

Siga-me no twitter: @menruntoyou

ConsultoriaComprar

 

Respostas às Perguntas 06/01/2014 – Em Áudio
jan 6th, 2014 by admin

Bom dia!

Minhas pequenas férias de verão acabaram! Infelizmente hoje fui obrigada a acordar antes das 08h00 (Jesus Amado!)

Porém, começamos o ano com o pé direito! Certo? Mais ou menos? Mais para menos?

Não tem problema. Se você está em baixo, então só pode subir e que seja de elevador panorâmico.

Para não perder o costume, vamos ao Áudio de Respostas?

 

audio_semanal

Ou se preferir, acesse o link abaixo:

http://site1379521424.hospedagemdesites.ws/wp-content/uploads/2014/01/Respostas_05012014.mp3

ConsultoriaComprar

Siga-me no twitter: @menruntoyou

Leis do Destino – Em Áudio – Pré-Lançamento
jan 3rd, 2014 by admin

 

Eis um assunto que tenho prazer em ensinar: As Leis do Destino!

Como funcionam suas defesas? Como seu arbítrio é responsável pela sua integridade? E pela sua proteção energética? E pela criação de sua realidade, incluindo esse traste que você arrumou para se coçar?

Você aprenderá nesse curso que é por intermédio de seu controle que essas forças agem!

Vou adiantar uma coisa por aqui: Você comanda pelo seu arbítrio e comando. Através da sua mente? Não! Mas através de suas crenças.

Aliás vou adiantar mais uma coisa: Quantas “Você”, VSra. acredita que tem aí dentro para manter todo esse seu aparelho chamado de “corpo” ou como gosto de chamar “manifestação física”, funcionando e integro?

Se eu disser que existem cinco “Eus” aí dentro, você acredita? E que todos esses “Eus” dependem de você e que você depende deles?

Está vendo como você está totalmente desconectada de você?

Um deles que gosto muito, é o “Eu” que o apelidei de fofoqueiro. Sim, fofoqueiro, linguarudo! Pois é ele que é responsável em nos descrever todas as pessoas que por algum motivo tem contato conosco. Eu costumo usar muito isso nos atendimentos que faço respondendo comentários pelo site, em meu trabalho em minha área profissional onde sou paga e agora pelo skype nos atendimentos focados que ando realizando.

A pessoa chega perto fisicamente ou energicamente e ele já começa a me fofocar tudo! É triste esse meu “Eu” fofoqueiro. Mesmo que alguém tente me esconder algo, ele conta, ele é tagarelo!

Depois que eu aprendi a lidar com essas forças, nunca mais ninguém me enganou nessa vida! Nada me é escondido, mesmo que a pessoa ou a situação esteja muito bem disfarçada.

E é isso que eu quero ensiná-las. Não só a fazer com que essas forças a defendam e a protejam, mas também e principalmente que você trabalhe junto com elas e assim permita as condições necessárias para que a realidade seja moldada de acordo com seus verdadeiros anseios.

Lançamento previsto para 08/01.

Siga-me no twitter: @menruntoyou

ConsultoriaComprar

 

Não importa se você perdeu o ônibus
jan 2nd, 2014 by admin

Notes o tempo que tu perdes olhando para o passado. Percebes o quanto lamentas por algo “suposto” perdido, como se aquilo ou aquele ser fosse vossa única e exclusiva chance de seres feliz?

O que acontece quando você perde seu ônibus ou no meu caso o avião para Dubai (risos)? Você espera o próximo e então o pega, não é isso?

E por qual motivo você fica tão tranquila referente a isso? Por que você também não chora e se descabela por ter perdido aquele ônibus especificamente? Ora, porque você sabe que mais alguns momentos outro ônibus passará e então você poderá seguir seu trajeto, certo?

E porque então você não tem o mesmo tipo de pensamento referente aquele “verme” que você acredita que tenha perdido? Porque você acredita nessa palhaçada dramática, que sua única chance de ser feliz estava naquele boçal?!

Quando você se dá conta de que após um término existe uma fase chata onde se sente triste e decepcionada, porém tal fase tem data para terminar e que depois você estará prontinha para viver tudo novamente e novamente e novamente e novamente e novamente… e mais mil vezes se forem necessárias.

E que apesar de toda essa agonia e sofrimento, você não “colou as placas” e ainda continua respirando, então minha querida você alcança a sabedoria, a calma e a maturidade de que aconteça o que acontecer, você ainda continuará bem aí dentro de você!

Percebes isso? Percebes o quanto olhas para o passado, para o ônibus perdido, sem se dar conta que o próximo já está a caminho? Que as possibilidades de se sentir feliz novamente estão iminentes?

Nós, como espíritos temos uma capacidade infinita de amar novamente. Mulher então, bom nem vou falar! Vocês já sabem o que eu penso a respeito da alma feminina, não sabem? (risos).

Então pra quê esse dramalhão todo?  Foi só um ônibus, minha linda! Se apareceu esse ônibus, não pode aparecer outro, com um câmbio muito maior? Automático! Olha que fantástico…AUTOMÁTICO! NO STOP! (risos)

Nada é tão catastrófico assim! Nada merece tanta energia vital sua! Muito menos aquele ônibus sem ar condicionado!

Portanto, tenha sempre a mente: Esse ônibus de escapamento furado passou? Ok! Então vou pegar o avião para Dubai!

Siga-me no twitter: @menruntoyou

ConsultoriaComprar

 

SIDEBAR
»
S
I
D
E
B
A
R
«
»  Substance:WordPress   »  Style:Ahren Ahimsa
© Todos os direitos reservados