SIDEBAR
»
S
I
D
E
B
A
R
«
Doação Efetuada – Lar Batista de Crianças
fev 28th, 2014 by admin

Olá a todos!

Para quem comprou os áudios ou participou de uma conversa por skype comigo, informo que a doação desse mês foi efetuada para o Lar Batista de Crianças.

O Lar Batista de Crianças é uma entidade social sem fins lucrativos que presta atendimento a crianças e adolescentes em situação de Risco. Foi fundado em 17 de janeiro de 1941 por missionários e líderes batistas do Estado de São Paulo, seguindo o que a Bíblia ensina: “…a fé por si só, se não for acompanhada de obras, está morta. ”

O Lar Batista de Crianças é uma obra que vive pela fé e apoio dos Batistas do Estado de São Paulo, com doações de igrejas, pessoas físicas, jurídicas, organizações não governamentais e através de convênios com o governo Federal, Estadual e diversas Prefeituras. Reconhecido como entidade de utilidade pública municipal, estadual e federal, obteve recentemente a renovação do Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social junto ao CNAS.

Atualmente conta com 10 unidades e atende mais de 1.100 crianças de ambos os sexos, de 0 a 18 anos. Em três modelos de atuação: abrigos, creches e projetos educacionais.

Como eu me considero uma espiritualista independente, faço doações a instituições de qualquer religião ou crença. O que me importa é a contribuição para o desenvolvimento humano, independente do Deus ou Santo que esta ou aquela ordem filantrópica siga.

Abaixo algumas fotos do lar:

© LAR BATISTA DE CRIANÇAS.
CNPJ: 60.958.972/0001-15
Escritório Central – Rua Bueno de Andrade, 635 – Aclimação
São Paulo

LarBatista LarBatista2 LarBatista3 LarBatista4

Dê férias à sua cabeça
fev 28th, 2014 by admin

FiqueporcimacomprarConsultoriaComprar

Você consegue ter um tempo só seu? Eu disse só seu! Sem a cabeça ficar mandando você fazer isso ou aquilo. Sem a cabeça ficar dizendo “se preocupe com tal coisa”, “é melhor você controlar senão…”, “você tem que..”.

Eu duvido muito! Você nem sabe mais o que é ter um tempo só seu, em que possa fazer o que gosta e curtir suas coisas, sentindo cada segundo daquilo que está vivendo e que ama tanto. Há quanto tempo você não se dá isso de presente? Há quanto tempo você não diz a você mesma: “Hoje, durante duas horas, vou assistir a um filme que eu adoro, vou comer uma pipoca e tomar uma coca-cola (diet)”. Ou ler um livro que adora no ar condicionado e um copo de vinho ao lado? O que você sempre gostou de fazer e que agora não parece mais ter graça, de tanto que você se desconectou de você?

O feriado está ai! (Para quem não é brasileira, nos próximos dias teremos o feriado prolongado de carnaval). Use esses dias não para ficar se culpando, chorando o leite derramado, ou sofrendo horrores imaginando o que ele(a) possa estar fazendo. Ao contrário disso pense: “Estou dando férias a minha cabeça a partir desse momento”.

Percebam como vivemos o tempo todo para cumprir obrigações, sejam elas com a família, com a esposa, marido, namorado, namorada, chefe, sócios, professores, filhos e o que sobra para você? Só o farrapo, não é mesmo? Você consegue durante uma simples hora por dia se dedicar apenas a fazer você feliz? Veja, o dia tem 24 horas. Você é capaz de religiosamente, separar apenas uma hora desse seu montante e dizer a si mesma: “Esse tempo é meu. Eu tenho uma reunião comigo, um compromisso que não pode ser quebrado.”

Ora, isso é se valorizar, é dar-se importância, é tratar-se como uma pessoa que merece toda atenção, toda importância e toda consideração.

Por exemplo, você consegue preparar uma comida bem gostosa a você mesma, sentar-se confortavelmente e saborear essa refeição? Sem ligar a televisão! No mais absoluto silêncio! Curtindo aquele momento com você? A maior sacanagem que alguém pode fazer consigo , é montar uma refeição digna de chefe e ir pra frente da televisão! Ora, você ficará concentrada na programação e não na comida! Você comerá como um robô! Não vai curtir! Não vai se dar prazer! Então, depois você vem me dizer que não sente gosto quando come! Mas é claro! O que você queria se tratando como se tivesse comendo ração?!

E as tuas vontades? E os teus desejos? E os teus sonhos? Onde foram parar? E aquela aula de ioga que você adorava fazer, onde está? E aquele curso de nada com coisa nenhuma que você era louca para começar, mas nunca se deu tempo pra isso?

A vida não é só levar a cachorra ao pet shop para tomar banho! A vida não é “parecer ser” aos amigos apenas para dizer que você é um homem ou uma mulher feliz. A vida não é viver uma mentira, tomando goles vigorosos de água pra ver se aquela pessoa que está ao seu lado “desce” goela a baixo.

A vida deve ser vivida pelo prazer de viver! Pelo prazer da co-criação! Pela felicidade da realização dentro do seu ser! Mas uma realização que é só sua, não tem nada a ver com ninguém! Essa é a verdadeira realização do espírito! É pra isso que você está aqui! Então comece já! Ele ou ela, ou os dois, não são responsáveis pelo seu bem-estar. Eles que se explodam, que morram, só o que importa é você pra você! E se alguém ainda tiver a petulância de dizer “mas vai trocar de namorado(a) de novo?”, você responde se for à um homem “eu posso trocar de pinto a hora que eu bem entender e você que tem que conviver com essa mixaria forever…” e se for à uma mulher você responde “quer o último pra você? Pela sua cara de deserto do Saara você precisa mais do que eu”.

Eu tenho resposta pra tudo e tenho a capacidade de acabar com uma pessoa, destruir a vida dela. Adoro! Isso me dá prazer na boca. Aproveite que é carnaval e comece a colocar cada um em seu devido lugar. Você deve isso a você!

Siga-me no twitter: @menruntoyou



 

Quais são as taras masculinas?
fev 27th, 2014 by admin

FiqueporcimacomprarConsultoriaComprar

Acho que nesse ponto eu nunca toquei. Talvez seja algo que procuramos não comentar muito ou quem sabe fechar os olhos ao que de fato existe. Mas a questão é que taras masculinas existem, outras mais comuns outras inusitadas, mas acredito que em ambas as situações merecem um texto a respeito.

Mas quais sãs as taras masculinas? Todos os homens querem realizá-las? E se quiserem, devo aceitá-las para não perdê-lo?

Então vamos ao Top 10 das Taras masculinas:

1)      Ir para a cama com duas mulheres

Querida relaxe! Todos os homens fantasiam com isso. Todos! Sem exceção. Não importa se ele é serio, temente a Deus, um bom sujeito ou um excelente pai. Ele pensa!

2)      Ter relações sexuais no carro

A grande maioria adora e os fazem relembrar épocas longínquas e felizes. Principalmente os mais velhos.

3)      Assistir a filmes eróticos

Nem adianta implicar. Eles assistem. E não existe nada demais nisso. É até educativo (risos).

4)      Ter relações sexuais em lugares públicos

Alguns pela sensação de perigo, risco, querem manter relações sexuais em lugares públicos. Outros vão além de sentirem apenas o medo de serem pegos e querem mesmo fazer sexo na frente de várias pessoas. A isso se deu o nome de “Exibicionismo”. Ou ainda aqueles que além de executarem o ato, gostam também de assistir a outros casais. A esse último damos o nome de “Voyeurismo”.

5)      Sadomasoquismo

Tem homem que gosta de amarrar, dar umas chicotadas, maltratar, dar umas palmadas e até mesmo apanhar. E na cara minha santa. Sim! Tem homem que se apaixona quando a mulher enfia a mão na cara dele. Mas por favor, não saia estapeando sem saber se o moço gosta desse tipo de coisa. Se ele gostar ele vai dizer.

Vale ressaltar que os sados masoquistas prezam a segurança, a confiança e o conforto de suas parceiras. Não existe violência, mas sim um consentimento mútuo.

6)      Troca de casais – swing

Esse aqui tem de penca e de monte. Uma vez, lembro-me que assisti a uma entrevista de um casal adeptos ao swing. O homem tinha uma cara meio “psica”, mas a mulher estava estampada que ela fazia aquilo tudo obrigada. Ou seja, ela não gostava daquela situação, mas fazia porque já era o oitavo casamento dele e pelo jeito ela não queria perdê-lo. Nesse caso, também deve existir o consentimento mútuo e nenhum dos dois deve sentir constrangimento ou ciúmes.

7)      Assistir sua esposa / namorada com outro homem na cama

Olha eu vou dizer! Agora eu vou falar! Eu tenho uma suspeita que, por favor, se alguém já viveu alguma situação assim,  me conte. Mas eu tenho uma suspeita de que quando o homem diz que quer ver a sua mulher com outro na cama, na verdade é ele quem deseja estar com esse outro homem. Ainda não tenho provas frente a isso. Nem se é algo geral, portanto se alguém puder me confirmar isso ou dizer o oposto, por gentileza comente.

Daqui para baixo é de arrepiar os cabelos, mas lá vai:

8)      Bater na parceira

Sim! Tem homem que sente prazer em bater. Na cama? Não, mas em qualquer lugar, a qualquer hora. Denunciem homens assim.  Não permaneçam ao lado deles.

9)      Esposa / Namorada urinar em cima dele

É, eu sei é nojento. Mas tem homem que sente prazer com isso. Tem gosto pra tudo!

10)   Ter relações sexuais após deixar a parceira algum tempo sob o contato de cubos de gelo

Aqui filha, saia correndo. Ele tem o que os psiquiatras chamam de necrofilia, ou seja, sente prazer em ter relações sexuais com cadáveres. Como um cadáver é caro, sai mais barato colocar você em contato com cubos de gelo e quando estiver bem geladinha, ele vai lá e executa o serviço. Corre santa! É roubada! Por mais lindo que ele seja, corra, suma, desapareça, troque o número do celular e avise Jodie Foster (atriz do filme “O silêncio dos inocentes”) ….risos.

Mas enfim, fazer ou não fazer. Depende do seu gosto. Tem coisa que com algumas ressalvas pode ser realizado, tem coisa que não. Você sabe o seu limite, do que gosta e o que abomina. Mas uma coisa todas temos que concordar: Fazer algo que detesta, apenas para agradar o parceiro, empurrando-se para dentro e se tratando como algo insignificante sem vontade própria é desvalorizar-se totalmente.

Então minha querida, só faça o que a agrada. Só faça se sentir-se confortável, caso contrário dê no pé.  Afinal, já somos loucas o suficiente. Precisamos também gerenciar a loucura alheia?

Siga-me no twitter: @menruntoyou



 

O que é se valorizar?
fev 26th, 2014 by admin

FiqueporcimacomprarConsultoriaComprar

Como a mulherada está perdida. A coisa chegou num ponto, que uma mulher não sabe mais o que é se valorizar, o que é valor para consigo mesma, como se cria e nutre isso. A que ponto nós chegamos hein?! Perder o valor momentaneamente por acontecimentos externos é compreensível, mas nem saber o que é “se valorizar”, é praticamente o fim da linha. Deite e feche os olhos porque o significado de sua vida já era!  Drástica estou hoje hein!

Ora, se o seu valor, se o significado de VOCÊ pra você é algo inexistente, o que sobrou ao final das contas? Um corpo andando? Um corpo, que anda, fala, veste roupinha, faz chapinha e mechinha no cabelo? Onde foi parar todo o resto?

Sim, porque você nasceu com tudo! Você veio dotada de todos os sensos nesse aparelho que você chama de corpo. E o que você fez com eles? Você se desconectou tanto do seu “sentir”, que hoje você nem sabe mais o que quer, o que gosta, valor então, passa longe!

Não minha gente! Minhas meninas e meus meninos, onde vocês enfiaram esse valor? Vocês se empurraram tão lá pra dentro que vossas originalidades desapareceram.

Quer saber mesmo o que é se valorizar? Então lá vai:

Valorizar-se é dar importância ao que se sente;

Valorizar-se é brigar com toda a humanidade caso seja necessário, para fazer as pazes com você mesma;

Valorizar-se é não mendigar amor de terceiros, mas nutrir-se de seu próprio amor;

Valorizar-se é no pior dar-se o seu melhor;

Valorizar-se é não se preocupar com o pensamento dos outros;

Valorizar-se é não CORRER ATRÁS DE UM HOMEM que não a trata com o devido respeito;

Valorizar-se é não culpar-se de coisa alguma;

Valorizar-se é colocar-se em primeiro lugar, como o centro de seu universo;

Valorizar-se é ter a capacidade de largar algo, mesmo que esse o seja muito caro ao seu coração, apenas porque esse estrupício não dá aquilo que você tanto deseja;

Valorizar-se é ser a lindinha e fazer gracinha apenas e só para você.

Valorizar-se é se aceitar como é, ou seja, perfeita, única, aperfeiçoando dia a dia esse aparelho materializador . (Você não tem que evoluir, você já é perfeita minha filha! Quem disse que você era defeituosa que vá plantar batatas! )

E finalmente valorizar-se é compreender que você ficará aí dentro com você por toda a eternidade. Não é com um terceiro, não é com um pinto, é com você. Portanto, retome o relacionamento com você hoje, agora!  Chega de ficar pensando nos outros, nos outros, nos outros. Tire os outros e coloque você. E onde está você hoje, coloque os outros.

Pronto! Problema resolvido! Agora volte lá ao início e leia tudo novamente até entrar nessa cabeça! E ai daquela que me perguntar novamente como é que se valoriza!!!! (risos)

Siga-me no twitter: @menruntoyou



 

Respostas às Perguntas Áudio – Maria Fernanda Amaral – 25/02/2014
fev 25th, 2014 by admin

FiqueporcimacomprarConsultoriaComprar

Bom dia!

Espero que todas tenham uma ótima semana!

Segue abaixo o áudio da semana.

http://site1379521424.hospedagemdesites.ws/wp-content/uploads/2014/02/Audio_23022014.mp3

 

audio_semanal

 

ConsultoriaComprar

Siga-me no twitter: @menruntoyou

O carnaval também passa
fev 24th, 2014 by admin

FiqueporcimacomprarConsultoriaComprar

E lá me vem outro feriado daqueles! Aqui no Brasil o que não faltam são feriados de “oba oba” e claro o nosso famoso carnaval não poderia ficar de fora. Não sei se aí em Portugal, Angola e Moçambique também tem esses feriados malditos como aqui. Acredito que sim! (risos).

E pronto! E dá-lhe choro, vela, agonia, ansiedade e medo. Se vocês soubessem a quantidade de quebra-paus que ocorrem nesses feriados festivos…Não…é melhor vocês nem saberem!

Porque será que todo mundo enlouquece no carnaval? Uns de tanto beber, outros por ficarem com aquela sensação de que todos estão se divertindo e só você está sofrendo. Você já sentiu isso?

Lembro-me uma vez que terminei um namoro justamente num sábado de carnaval. Como esquecer, não é mesmo (risos)? E eu que achei que ficaria apenas alguns dias de birra, acabei amargando três meses até a volta. (risos).

Mas enfim passou. E é isso que eu desejo de verdade que você entenda. O Natal passou, o ano novo passou e o carnaval também passará. Sem contar o dia dos namorados! “Ah não Fernanda, nem me lembre de que existe isso.”…

Está brigada com seu queridão justamente nessa época? Ele já está com outra e você está pensando que eles estão se divertindo horrores? Está pensando o que ele estará fazendo nesses dias?

A boa notícia é que isso também passará. Até essa sua sensação de dor no peito. Até essa sua sensação de angústia e desespero. Afinal, nada é tão desesperador assim. Nada é tão assustador assim. Você cria seus próprios monstros. Porém no momento em que se dá conta de que a vida é um eterno expandir-se, é um eterno aprimoramento desse seu aparelho chamado de “corpo” e que nada, mas nada, pode destruí-la, então você alcança o estado tão desejado por todos, chamado de PAZ.

Veja, as pessoas que passam em sua vida, vivem um tempo em sua realidade. Esse tempo pode durar uma semana ou uma vida inteira. Tanto faz! Uma hora cada um vai bater bolsa em outro lugar. Ah, e, diga-se de passagem, não existe alma gêmea. Minto. Eu tenho uma alma gêmea e o nome dela é dinheiro. Dinheiro é minha alma gêmea. Ok? Gente, homem, corpo, não é sua metade.

Uma das capacidades mais fascinantes dos seres humanos é a de amar e se apaixonar infinitas vezes. Então minha linda, se com esse daí por quem você está chorando tanto não deu certo, pra que criar pés de galinha nesse seu rostinho? Só pra aumentar a conta do botox?! Pra que achar que sua vida acabou se existe tanto homem comível por ai? E se você pode se apaixonar e se desapaixonar mil vezes?

O que é um feriado de carnaval frente a toda a sua vida de realizações? Frente à eternidade de seu ser energético que ainda vai comer muito homem por várias galáxias? Compreende isso? Eu estou brincando, estou usando humor, mas é verdade!

Aproveite esse feriado, para descansar, relaxar, olhar para dentro de si e identificar o que conquistou o que deve ser deixado de lado e o que deve ser focado.

Não sofra a falta, o término ou a traição. Você é mais importante do que tudo isso. Sua vida, seu bem-estar e seu desenvolvimento são as únicas coisas que importam e o que de fato deve ser sua prioridade. Hoje? Não! Sempre minha flor! Sempre!

Siga-me no twitter: @menruntoyou



 

O que funciona e o que não funciona?
fev 21st, 2014 by admin

FiqueporcimacomprarConsultoriaComprar

Aposto que o último áudio do Dr. Depende, gerou diversas dúvidas na cabeça de vocês, pois tudo nessa vida é relativo, não é estático. E por ser relativo, podemos ter caminhos diferentes para cada situação. Porém algumas coisas são clássicas.

Por exemplo:

1)      Afastar-se ou sumir funciona para fazer o homem vir atrás?

Resposta: Sim. Tanto faz se estamos lidando com um homem cafajeste ou boa gente, se você der uma leve afastada ou dependendo do caso sumir por alguns dias, fará com que os instintos de caçador masculino os assaltem. Quanto tempo para que ele se toque?

Resposta: Depende (risos). Alguns em poucos dias, outros um semana, quinze dias, até um mês para se dar conta do seu desaparecimento.

 

2)      Então, em continuação a pergunta anterior, o que difere um “correr atrás” de um homem cafajeste de um “correr atrás” de um homem boa gente?

Resposta: O homem cafajeste, conforme nosso amigo Dr. Depende citou no áudio, possui uma agenda de nomes. Ele sai com você e sai com outras. Enquanto você está “bravinha” com algo que ele tenha feito, ele continua em seu círculo de contatos. Aliás, diga-se de passagem, esse “círculo” de mulheres, esse harém, existe com ou sem você. Sendo assim, após uns 15 ou 20 dias, ele retornará dizendo que “sente saudades…”, ou puxando assunto como se nada tivesse acontecido.

Já para o homem boa gente, quando você se afasta ou some, ele fará algo grandioso para que você repense e o aceite novamente. A forma de conduzir as coisas e a abordagem são totalmente diferentes. O mais engraçado é que sabemos perfeitamente diferenciar uma espécie da outra, porém gostamos da ideia de que nossos “sensos” estão errados e ele é sim um bom sujeito e gosta verdadeiramente da gente.

Sendo assim, para o homem boa gente, o que o faz correr atrás é a postura da mulher, é o valor que ela tem com ela mesma, o autorespeito, o autocontrole e o amor próprio. Esses ingredientes são fundamentais para fazer com que um homem vislumbre uma vida a dois com o pacote completo.

 

3)      E o cafajeste? Tem jeito? Como ele diferencia uma mulher fraca e manipulável, daquela que é diferente das outras?

Resposta: Quando um homem é doloso, ou seja, quando ele tem a intenção do abate e dá todos os indícios dessa falta de respeito e consideração por uma mulher e essa mulher percebendo isso, ainda continua lá a disposição: ADEUS! Ele sabe que você é totalmente manipulável. E então se aproveita do seu amor para conseguir sexo gratuito.

Porém, se logo no começo (entre o primeiro e o segundo mês de relação), você nota as más intenções de um homem e então com suas atitudes demonstra “que aqui não meu irmão”, ele sabe que você é DIFERENTE.

 

4)      E que atitudes são estas?

Resposta: Respeito por si mesma em primeiro lugar. Se ele não a tratou como deveria, afaste-se dele. Não ligue, não vá atrás, não vá tomar satisfações, não vá se humilhar para um homem que está agindo dolosamente com você! Qualquer tentativa de tentar conversar, falar, expor ou explicar,além de ser inócua, só provará que você é fraca como as outras!

Ao contrário disso, não o atenda, diga não a essa homem. Mas não é um “não talvez”, mas um “NÃO” com convicção! Não tenha medo!

Quando um homem percebe que suas armas e estratégias não são suficientes para uma mulher e precisa colocar todos os seus neurônios para trabalhar, ele se envolve e quando se envolve, se apaixona.

 

Firmeza consigo própria é fundamental! Amor próprio e respeito por si mesma é como o ar que você respira. Quem tem exala isso! Quem tem é diferenciada!

 

QUEM TEM, NÃO CORRE ATRÁS! É ELE QUE COME NA NÃO!

Siga-me no twitter: @menruntoyou



 

HOMEM – Como eles pensam Volume I em Áudio Lançamento
fev 20th, 2014 by admin

 

Com a palavra ele, O Homem. Todas as perguntas que sempre desejamos fazer a um homem, mas não tínhamos a quem perguntar. Eu consegui! Com suborno, claro, pois nada é de graça.

Mas com calma e com jeito, consegui chegar ao “fiofó” do sujeito.

Colocado contra a parede? Traidor masculino? Talvez os dois! Mas uma coisa é certa, ele respondeu  e o que não respondeu, foi exprimido e comprimido até soltar o verbo.

Esse áudio é o primeiro volume de uma coletânea de perguntas respondidas diretamente pela fonte, ou seja, um homem, casado, empresário, de 41 anos.

O que faz um homem se apaixonar, o que faz um homem querer casar, traição, amor, energia de atração, estratégias masculinas, o que fazer e como fazer, foram questões discutidas nesse áudio.

Escute-o com atenção e de coração aberto! Utilize-o como material de estudo!

Lembre-se: São palavras de um homem.  Se você ainda tem dúvidas do que digo aqui, comprove.

Siga-me no twitter: @menruntoyou

Ele é quem ele é
fev 19th, 2014 by admin

FiqueporcimacomprarConsultoriaComprar

Como idealizamos as pessoas, não é mesmo? Idealizamos o estilo de vida, as relações amorosas, a conta bancária e até as crenças de alguém, isso sem contar os pensamentos.

Com o advento do face book então, todo mundo é lindo, a vida é ótima, ninguém tem problema, ninguém sofre, todos são fortes, magnânimos, tementes a Deus, bons cristãos e ainda cuidam das tartarugas marinhas.

Mas o pior é que acreditamos nessa palhaçada! Sim palhaçada! Não é a realidade! Não é o que a pessoa sente mesmo lá dentro. Não é quem ela é de fato. É um “parecer ser”, ou “parecer estar”.  Efetuar uma postagem numa rede social, “curtir” isso ou aquilo, tirar fotos sorrindo e arrumar no photoshop todos nós podemos. Dizer frases de efeito para demonstrar como somos espiritualizados e preocupados com o bem da coletividade é lindo! Dá ibope na praça! Mas não soa falso? Principalmente quando você sabe quem a pessoa é de fato?!

Veja, as pessoas são como são. Ele é quem ele é. Não adianta você pintar o macaco de dourado, que ele não será um mico leão dourado ameaçado de extinção. Ele vai continuar sendo um simples miquinho de circo e vai continuar fazendo de sua vida um picadeiro.

Brasileiro então tem uma péssima mania de transformar defunto em herói. Em santo então, a nossa cultura portuguesa ama de paixão! O camarada era um ser mediano, meio galinha e até meio porco, mas bastou morrer pra virar um “exemplo” de cidadão! O outro se drogava até não poder mais e quando morreu foi tratado como um herói. Herói do que? E então dizem aquelas frases de efeito “coitado um rapaz tão talentoso”. Não tenho paciência pra isso! Cada um é responsável por si. Cada um ter o arbítrio para decidir o que serve ou não para sua própria vida.

Não estou discutindo aqui o talento ou a inteligência de ninguém, mas apenas demonstrando que as pessoas são quem são. Não adianta florear, fechar os olhos, ou mudar de roupa.

Ele é quem ele é! Mesmo você querendo muito acreditar que ele era um bom caráter e “parecia ser” um homem sensível. Não! Ele simplesmente era quem ele era. E agora que você descobriu você sente aquele famoso sentimento chamado de desilusão. Bem vinda ao clube!!

A culpa foi dele? Não! A culpa foi sua de pintar o bofe de acordo com seu modelo, pegar esse modelo e colocar na cabeça do infeliz como se aquilo fosse a verdade mais absoluta. Ele minha flor, só estava ali passando. Mas você foi com uma rede de pescar borboleta com toda aquela “imagem” de homem perfeito cantando “unidunitê” e disse alto e em bom tom: “O escolhido foi você”. Pronto ferrou tudo!

Então você passou esse tempo todo fazendo força para vestir essa “roupinha” perfeita nele. Afinal, você queria um homem inteligente, um Doutor, mas ele mal sabia usar o Word! Você queria um cara sensível, mas ele sorria prazerosamente no filme “A ultima profecia”.  Você queria um tipo atlético, porém o tal escolhido tinha medo de mar, de ar e de terra!

Mas quando a coisa veio à tona e a vida mostrou a realidade nua e crua, pronto e dá-lhe choro, vela, e da vermelha, e da preta, e se pergunta “por que!”, “como”, “porque ele está agindo assim!”.

Voltemos ao básico nesses momentos: Ele é o que ele é. Nem para mais nem para menos. É isso que ele é. E se ele é assim como posso exigir que ele seja aquilo que eu quero? Não posso exigir o impossível de outro ser. Não posso exigir que ele tenha atitudes de homem se ele tem um “moleque” fraco dentro dele. Não posso exigir que um vagabundo de repente se transforme no Eike Batista.

Eu sei! Eu sei que você perdeu um tempão tentando acreditar que tudo mudaria, que ele não seria capaz e que finalmente você tinha encontrado a perfeição!

Ilusões! Ilusões! Quem já não passou por isso? Mas enfim, isso é viver! Isso é despertar! Isso é voltar à simplicidade da vida e enxergar as coisas, pessoas e acontecimentos em nossa jornada, como aprimoramento, como sinais, para que então possamos utilizar nosso corpo, esse aparelho divino e perfeito, para que nada mais nos seja ludibriado.

Siga-me no twitter: @menruntoyou

Existe mulher satisfeita?
fev 18th, 2014 by admin

FiqueporcimacomprarConsultoriaComprar

Existe na face dessa terra uma mulher que esteja 100% satisfeita? E digo satisfeita de uma forma geral, não somente nesse ou naquele setor da vida. Eu não conheço! Sinto muito, mas não existe. Acredito que seja da nossa natureza procurar por problemas e preocupações. Nós não damos férias para nossas cabeças.

Se o queridão é frio, queremos que ele seja mais atencioso, se ele é muito carinhoso, dizemos que ele é grudento, Agora, se o queridão é um ótimo marido, nos preocupamos pelo motivo de ele até hoje não ter aprendido a baixar a tampa do vaso. E se ele foi embora? Então o queremos de volta, mesmo que esse não seja nem de longe o que sonhamos como o “modelo ideal”. Ah esse “modelo ideal”! Maldita hora em que resolvemos tecer esse modelo perfeito. Claro que ele não existe! E talvez seja por esse motivo que nós mulheres nos debatamos tanto.

Isso sem falar no corpo! É a barriga que não está reta e definida. A gente quer “aquela” barriga (detalhe: Você passa longe de uma academia), não é qualquer uma, mas “aquela”. E o traseiro? A gente quer aquele liso, empinado e volumoso, de modo que você possa correr na praia de biquíni e nada balançar ou sair do lugar. Aliás, diga-se de passagem, uns 10 dias atrás, avistei uma moça correndo de biquíni na praia. Não posso negar minha vontade de arrastá-la até o mar e afogá-la bem lentamente. Não gente! Fala sério aqui comigo! Correr de biquíni na praia, essa desgraçada está pedindo pra ser morta. Da próxima vez eu não vou perdoar! Merece morrer! Ela e aquela coisa dura! Que inferno!

Veja, nós mesmas criamos nossas insatisfações na cabeça. E vivemos sempre pensando que se tivermos aquele relacionamento, aquela conta bancária, ou aquele traseiro (que ódio hein!) seremos felizes. Ok! Com exceção da conta bancária, que aí eu preciso concordar que sem dinheiro não dá pra ser feliz, o resto é tudo coisa da sua cabeça inventiva.

O que vocês estão rindo ai do outro lado? Claro! Dá pra ser feliz pobre? Ah não dá! E não me venha dizer que pobre é que sabe ser feliz e que rico é triste! Olha a sua cabeça miserável querendo logo dizer que rico não sabe se divertir! Como não? Rico pode tudo! Até fazer suruba (risos). Sim claro, pois suruba de rico é totalmente diferente de suruba de pobre.

Começa que suruba de rico tem pró-seco, e de pobre tem cerveja. A de rico tem um DJ recém-chegado deu Europa. E a do pobre? Um funkeiro filho da mãe gritando na tua orelha. Ah gente! Não dá né!

Brincadeiras a parte, eu quero apenas que você compreenda que quem cria, tece com requintes de detalhes o “inferno de Dante” em sua cabeça é você mesma e não nenhum fato externo. O inferno não vem de fora, mas sim de dentro. Sua realidade é apenas um reflexo de seu interior, pois como você tem o inferno no seu mundo interior, então você enxerga tudo um inferno.

É muito comum lermos aqui no site mulheres dizendo que “nada” em sua vida dá certo, que “nada” funciona direito, que todas as áreas de sua vida são um desastre. Mentira! Isso é mentira! Como tudo horrível? Ela continua lá, não continua? Continua respirando, certo? Então alguma coisa ainda funciona? Claro que funciona e só não funciona melhor porque ela enfiou na cabeça que a vida dela está toda errada e que nada dá ou dará certo. E então para garantir essa crença que essa mulher tem na cabeça, o universo se move para criar exatamente aquilo que ela tanto afirma , nutre e acredita diariamente.

Acorde! Não tem ninguém lá em cima, dos lados, ou atrás ditando sua vida. Você não é obra do ambiente, do acaso ou da genética. Você é sua! Você é a lei! Você decide o que vai ou não vai ser em sua vida.

Satisfeita? Se for mulher jamais estará! Esqueça isso (risos).

Siga-me no twitter: @menruntoyou

HOMEM – Como eles pensam – Volume1 – Em Áudio – Pré-Lançamento
fev 17th, 2014 by admin

Como eles pensam? O que acham? O que querem? Como reagem? Como agem? Quantas perguntas, não é mesmo? Nós temos muitas dúvidas! E pensando justamente nisso que montei aquele tal “áudio” a quatro mãos que comentei na semana passada.

Resolvi adiantar esse áudio, pois foram muitas perguntas, além de dividi-lo em volumes, caso contrário mataria nosso pobre “ajudante” de tanto falar.

No começo confesso que ele ficou um pouco tímido frente as perguntas diretas das leitoras e arrisco dizer que até um pouco com perfil de “traidor” masculino. Mas depois, ele se soltou e falou com mais detalhes.

Obviamente tive que direcioná-lo, a fim de extrair o máximo de informações que eu sei que vocês necessitavam, chegava até mesmo a colocá-lo contra a parede, segurando pelo pescoço e pensando: “Fala diabo o que a gente quer saber”. (risos)

Obviamente não fiz exatamente isso com ele, porém procurei de fato fazer com que ele perdesse o medo de ser assim, digamos um verdadeiro delator masculino, para um  bom samaritano a serviço do voluntariado público. Afinal, isso é material de primeira necessidade! Isso é material que deveria ser entregue nas escolas para as meninas de pré-primário! Quem sabe assim, o relacionamento homem x mulher, não seria quem sabe mais justo? (risos).

O material ficou muito bom e procurei seguir uma ordem cronológica da chegada das perguntas no e-mail perguntas@fazerumhomemcorreratras.com.br. Quem tiver mais dúvidas poderão encaminhá-las nesse e-mail para os próximos volumes.

Pontos importantes registrados nesse áudio sorrateiro, perverso e subornado (risos):

1)      Homens sentem a energia de uma mulher, seja ela de boa estima ou baixa estima;

2)     Se um homem não a trata como deveria e você o continua atendendo quando ele liga, esse entende que você não merece respeito;

3)     Homem quando quer uma mulher, mesmo que essa não o atenda, ele fará qualquer coisa para ir ao seu encontro;

4)     Não toque em assunto de casamento, não o pressione com isso, principalmente no começo de um relacionamento;

5)     Entre outras pérolas que só ouvindo mesmo para entender.

 

Nada como escutar da fonte, da origem, a resposta a todas as nossas dúvidas, não é mesmo? Então está dado de bandeja!

O áudio volume 1 ficou com 1 hora de 17 minutos e será lançado na próxima quinta-feira dia 20/02.

Espero que seja um ótimo material de estudo a todas!

Siga-me no twitter: @menruntoyou

FiqueporcimacomprarConsultoriaComprar

Quero me vingar
fev 14th, 2014 by admin

FiqueporcimacomprarConsultoriaComprar

Você conhece algum outro sentimento mais potente e revolucionário do que o ódio? Ah, você pode-me dizer que é o “amor incondicional”. Que lindo! Que graça! Você nem fica vermelha quando diz isso, hein! Que “amor universal” que nada! Nós mulheres temos sangue nos olhos. O resto é tudo conversa fiada! Essa coisa de “temos que amar uns aos outros como a si mesmo”, você já viu que não funciona. Afinal, temos sim pessoas que de fato nutrimos um bom sentimento, como pessoas que abominamos. Não é verdade? Então pra quê ficar fazendo esse “tipinho” boa samaritana? Resolve seus problemas? Claro que não!

Mas a vingança, dizem que tem um sabor amargo. Já ouviram essa expressão? “O sabor amargo da vingança”. Amargo nada! Eu acho saborosíssima! Suculenta! Um néctar dos deuses! Ah e não me venha dizer que vingança não leva a nada! Como não leva a nada! Vingança é puro deleite! Tem coisa melhor do que ver aquela pessoa que te ferrou cair? Não tem! É uma sensação espiritual! Espiritual porque meu espírito se expande nessas horas, eu fico felicíssima! Vou fingir que não é bom? Ou que eu sinto pena do desgraçado? Mas eu estou adorando, como é que vou fazer cara de santa nessas horas, se estou morrendo de vontade de dar a maior gargalhada?

“Ah Fernanda, mas se você fizer mal a alguém volta para você”.

Querida acorde! Se você fez algo acreditando ser a atitude mais justa do mundo para você, nada acontecerá. Por quê? Porque você é a lei. Se você acredita que a vingança foi muito bem vinda porque o cidadão a lesou, quem poderá dizer que você está errada? Quem me diga? Só quem senta no banco dos réus sou eu mesma. Eu não sento no banco dos réus, logo ninguém condena minhas atitudes, mesmo que aos olhos da sociedade cristã seja tida como dolosa. Ao contrário, eu sento no trono de rainha e com aquele olhar sádico. Sabe aquele olhar sádico que só mulher saber fazer? Ok! Meus amigos que são gays também sabem, tenho que concordar.

Mas vingança é um prato que se come frio ou quente? Os dois minha flor! Prato bom fica saboroso em qualquer temperatura. Aliás, algumas vinganças são como “arroz com feijão”, adoramos saboreá-las todos os dias.

Tive um ex-namorado que me fez sofrer um bocado. E, além disso, também adorava fazer pose de endinheirado, mas eu sabia que ele estava totalmente falido e devendo. Mas você acha que ele deixava transparecer? Que nada! Andava com um carro caro do ano, na época. Pois bem, quando eu trabalhava em São Paulo, naquela vida miserável de subir e descer a Rodovia dos Imigrantes diariamente, eu passava na casa de um colega de trabalho para buscá-lo. E adivinhem onde era? Bem ao lado da casa desse ex maldito. O que eu mais gostava disso era que diariamente, eu olhava para a garagem do prédio desse ex e via um carro velho e requenguelo na garagem. Aquilo minha gente, dava-me prazer nos olhos. Eu sentia uma coisa assim que vinha em ondas de satisfação (risos).  E eu não me cansava de olhar para aquela garagem! Olhava todos os dias e tinha sempre a mesma sensação.

O que eu quero dizer com tudo isso? Que você não se sinta culpada por desejar o mal de alguém. Não é uma coisa tão horrível assim. Acho que esse texto é inócuo, não é mesmo? Eu nem precisaria dizer isso, pois esse sentimento vingativo você o tem naturalmente, concorda? Mulher então! Quer bicho mais vingativo do que mulher? Anos se passam e a gente ainda sente prazer quando vê um ex se ferrando (risos). E chutar cachorro morto então? Eu adoro! Você não? Claro que sim! O camarada já está lá no chão e a gente ainda passa e dá aquele chute de misericórdia.

Eu senti agora que você fez aquela cara de psicopata, não fez? Mas é minha querida! Fique tranquila! Você ainda terá esse gostinho. Seu dia chegará! E quando esse dia chegar lembre-se de minhas palavras!

Um bom final de semana a todas e a todos!

Siga-me no twitter: @menruntoyou

A cabeça que atrapalha
fev 13th, 2014 by admin

FiqueporcimacomprarConsultoriaComprar

Note sua cabeça agora. Perceba como ela traz sem parar vários pensamentos. Muitos deles até conscientes, práticos e calculados, porém a grande maioria deles é catastrófico, trágico, que aniquila, o mundo vai cair, a epidemia irá se alastrar, ele não vai ligar….SOCORRO ALGUÉM AÍ ME ACUDA PELO AMOR DE DEEEEUUUUSSSS….(esse grito foi o seu agora aí num silêncio profundo exterior…eu disse “exterior”, pois no interior é uma barulheira só!).

Pessoal, essa é a função da mente! Ela é paga para fazer o papel dela! E qual é esse papel? Pegar tudo o que está passando na mente coletiva, ou seja, captar a frequência dos pensamentos dos outros e trazer em sua mente consciente. Captaram o “captar”?

Veja, os pensamentos e as grandes ideias estão bem ai, na mente coletiva. É você quem se sintoniza. O rádio é seu! Você arbitra o tempo todo. O que você anda escolhendo?

E o que é esse arbitra? Ora, eu escolho a todo o momento o que eu quero pensar ou não. Em outras palavras, eu escolho da mente coletiva o que me serve ou não. Aquilo que eu capto e digo “isso é meu”, então será. Quando você dá lado para um pensamento nocivo, é como se você tivesse se sintonizado naquela estação e então começa a receber toda a programação que está passando nesse canal.

Pode perceber como a coisa se procede! Primeiro você capta um pensamento, em seguida outro pensamento do mesmo teor lhe vem à mente em torno de 15 segundos após o primeiro, e então outro mais forte e maior com mais 15 segundos e aí a coisa se desenrola e vira um monstro. E porque vira um monstro? Porque você começa a ter sensações físicas provenientes desses pensamentos sintonizados, como taquicardia, boca seca, frio na espinha, dor de estômago, chegando a resfriados e dores de cabeça.

E se eu paro nesse momento e mudo a estação? Bom, se eu mudo imediatamente quando o primeiro pensamento nocivo aparece e o substituo por outro que me causa uma boa sensação, então você acabou de arbitrar pelo melhor.

Veja tudo o que você dá foco, toma forma. Dê foco a uma estação de rádio com pensamentos catastróficos e essas vibrações se materializarão em sua realidade. Dê seu foco a estações de boas ideias e fique rica.

Tudo nessa vida é uma questão de escolha. O problema é que a maioria das pessoas vive a vida toda sem se dar conta de que é ela mesma quem escolhe seu próprio destino. E escolhe a todo o momento, a cada pensamento, a cada arbitragem, a cada intenção de foco em alguma coisa.

Mas então você pode me dizer o quão difícil é domar a cabeça. Sim! Ela está aí para “pensar”. E ela pensa sozinha. Porém é você aí dentro, a comandante desse navio quem decide o que fica e o que é jogado fora.

Para você que está às voltas de pensamentos depressivos, angustiantes e trevosos, leia esse texto com atenção. Escolha o que você quer sentir. Nada é tão importante assim nessa vida, que valha a pena tanta masturbação mental. Retome seu centro, teu sentir verdadeiro, suas emoções e seu foco. Você não é uma marionete do Universo. Você é quem decide! A todo o momento!

Siga-me no twitter: @menruntoyou

O que você quer saber?
fev 12th, 2014 by admin

FiqueporcimacomprarConsultoriaComprar

Meninas e Meninos, dessa vez quero fazer uma coisa diferente. Resolvi montar um áudio a quatro mãos. E o que seria isso?

Bom, sabe aquelas perguntas que você sempre quis fazer, mas não tem a quem perguntar?  Sabe? O porquê dos porquês?

É isso mesmo que eu quero fazer. Um grande amigo concordou em responder todas as perguntas que desejarmos, mediante um pequeno suborno (risos). Sim! Eu vou pagá-lo! Tudo tem preço nessa vida, até a verdade masculina (risos). Obviamente eu não disse que era para um site onde a mulherada está se “armando”, mas para meu trabalho de conclusão de curso que estou fazendo de comportamento humano. Pobrezinho! Judiação! Nem imagina que estará sendo estudado e analisado por todas nós!

Ele é experiente, 44 anos, casado e o melhor de tudo Homem!

E porque a quatro mãos? Porque serão vocês que encaminharão as perguntas a serem respondidas.

Mas pessoal, não é para contar vosso caso particular e pedir opinião! O intuito não é tratar casos particulares, mas responder as perguntas de forma objetiva e geral.

Por exemplo?

O que fazer se ele para de ligar? O que fazer se ele pede um tempo? O que quer dizer se um homem diz xyz?

Compreenderam?

Pois uma coisa sou eu aqui falando, falando e vocês desconfiando, desconfiando (risos), afinal sou uma mulher! Outra coisa seria vocês escutarem da própria origem e finalmente comprovarem o que digo aqui.

Não divulgarei os nomes dos áudios, apenas farei as perguntas e ele responderá.

A data limite par a o envio dessas perguntas é até dia 21/02, pois efetuarei a gravação dia 23/02.

O e-mail para envio das perguntas é o perguntas@fazerumhomemcorreratras.com.br.

Conto com a participação de todas, afinal isso é um assunto de utilidade pública!

beijos a todas.

Siga-me no twitter: @menruntoyou

Fique por cima – Áudio – Lançamento
fev 10th, 2014 by admin

Bom dia Meninas!

Fiz esse áudio do tipo “chacoalhão” para começarmos bem esse mês de fevereiro…colocando cada macaco no seu galho e mudando coisas em nossas vidas que precisam ser transformadas.

Se você sente culpa, medo e muitas vezes a última das mulheres, então esse áudio é pra vc.

Em breve teremos novidades! Contarei no próximo áudio resposta da segunda-feira que vem!

beijos a todas.

Siga-me no twitter: @menruntoyou

Medo dos outros
fev 7th, 2014 by admin

ConsultoriaComprar

Jura para mim que você ainda está nessa de se preocupar com a língua alheia? Você ainda deixa de fazer algo que queira apenas por medo do pensamento maligno dos moradores da sua cidade? Da família? Dos amigos?

Você gosta que digam NÃO a você? Não, não é mesmo? Então por qual motivo você vive fazendo isso consigo mesma?

Veja bem, você nunca conseguirá controlar o pensamento das pessoas. Pessoas pensam! Infelizmente, mas pensam! E por mais que você queira ser um exemplo de bom comportamento, retidão, moralidade, educação e boas maneiras, você não conseguirá nunca agradar à todos. Pois quando você agrada um grupo, você desagrada outro. E você onde fica? Onde fica o seu agrado? Percebe como você se torna uma marionete no jogo da vida? Correndo para cima e para baixo, se empurrando para dentro ou para baixo, apenas para o parecer ser?

Então começa insônia, queda de cabelo, gastrite, dores de cabeça enlouquecedoras, depressão e síndrome do pânico.

Quem criou tudo isso? Você! Quem saiu prejudicada nessa estória toda? Você! Quem terá que gastar dinheiro com remédio? Você! Entende como sua vida, o que faz parte do seu fluxo, gira em torno sempre de Você? É sempre você! Nunca foram os outros! Você nunca foi vítima, mas a Autora de sua vida e de seu destino.

Dito isso, a partir de agora faremos um exercício diário e forever!

Todas as vezes que você sentir vontade de fazer algo e em um lapso de “babaquice” da sua cabeça cabeluda e com mechas, você supor não fazê-la com medo do pensamento dos outros, você vai parar, vai lembrar-se desse texto, vai lembrar-se da conta do remédio e vai voltar atrás e vai fazer.

Eu faço isso comigo, até hoje! Até em pequenas coisas, muitas vezes, graças aquela criação daquelas malditas freiras do colégio católico, me vem àquelas frases horrorosas na cabeça “esqueça-se e faça tudo pelo próximo”, “só os outros importam”, “os últimos serão os primeiros”.

Só de escrever essas frases, tenho vontade de mandar todas elas para lá! É lá onde você está pensando! Que ódio!

Mas voltando do momento ódio matinal, eu até hoje me pego pensando essas besteiras. Então eu paro nessa hora, volto e vou lá e faço o que tenho vontade. Às vezes tenho que fazer uma forrrrrça immmmmensa para fazer e não me sentir culpada. Mas eu faço, pois sei que estamos falando aqui do meu valor. E se eu não me valorizo, minha conta bancária acorda o diabo. Não! Não faço mais gracinha para ninguém!

Quem quiser pensar que pense! Quem quiser falar que fale! Eu posso fazer algo a respeito da língua dos outros? Claro que não! Mas entre mim e a boca falando dos “Zoutros”, tem uma “Zorelha”, e eu apenas fecho-a para comentários maldosos.

Afinal, eu estarei sempre comigo. As pessoas, em nossa experiência vêm e vão, mas eu ficarei por toda eternidade aqui dentro. Então é muito bom que eu faça as pazes comigo já. Não acha?

Siga-me no twitter: @menruntoyou

 

 


 

 

Fique por cima – Pré-Lançamento – Em Áudio
fev 6th, 2014 by admin

 

Como é ficar por cima? Você consegue me explicar? Acredito que não, não é mesmo? Ainda mais você que está tão acostumada há tanto tempo a sempre se colocar para baixo. Olhe as suas atitudes, analise-as, note como em todos os acontecimentos você sempre estava se achando menos! Aí depois não entende o motivo de tanta coisa dar errada! Ora, foi você quem se colocou lá, não foi Deus, nem o Universo, nem “ele”, nem o chefe. Foi você!

Para muita gente que não está acostumada comigo, essa é uma verdade aterradora! Como assim eu sou culpada? Eu sempre me achei à vítima coitada vítima da vida!

Mas a boa notícia é que da mesma forma que você se coloca lá no “rodinho” como “paninho de chão”, você pode sim se colocar lá em cima! Você pode sim se manter acima de tudo e de qualquer acontecimento, intocável, ilesa, sem nenhum arranhão.

Nesse novo áudio, passarei por diversos aspectos de sua vida aos quais você vem se colocando de maneira pequena, menor, inferior. Sim, porque você se inferioriza o tempo todo. Compara-se a todo tempo com os outros, com “ela”, com a vizinha, com a colega e então se joga lá em baixo, sem qualquer cerimônia.

E não me faça esse tipo de “eu não faço isso”, porque faz. Você sabe que faz. Muitas vezes até sem se dar conta que está fazendo, mas está. Você se compara com qualquer porcaria que passa à sua frente, descarta todas as suas conquistas, suas vitórias, seu conhecimento, seu esforço e seu brilho, em detrimento de qualquer coisa que você considere melhor.

Ora, melhor? Pior? Você é você do seu jeito. Mais feminina, menos feminina, o que importa? Você é você e ponto final! Isso não se discute mais a partir de agora.

E com “ele” então! Já reparou como você se coloca lá em baixo na frente dele? Credo! Tenho vontade de te dar um coice quando você age assim. A próxima vez que você começar a se abaixar pra ele, você se lembrará de mim segurando um “pano de chão” e um rodo. Bem a sua frente!

Com quem você aprendeu a ser assim, hein?! Com “ela”? Que eu não vou dizer quem, pois você sabe muito bem! Aquela que a orientou quando criança? Claro, ela fez com a maior boa intenção, mas o tiro saiu pela culatra. Você se tornou uma adulta cheia de medos e inseguranças, acreditando que qualquer desavisada é mais inteligente, bonita, atraente e esperta do que você. Loucura total de sua cabeça!

E então? Qual será a partir de agora? Vai continuar paninho se nivelando por baixo? Ou vai assumir quem você é de verdade e aprender a ficar por cima da carne seca, hein perua?

Se sentir por baixo e para baixo não! Chega!

Lançamento: 10/02/2014

Siga-me no twitter: @menruntoyou

ConsultoriaComprar

 


 

 

Você se reconhece frente ao espelho?
fev 5th, 2014 by admin

ConsultoriaComprar

Você sabe quem você é? Você se reconhece quando vê sua imagem no espelho do banheiro? Mas estou falando de verdade! Você sabe quem realmente você é? Você pensa que sabe, mas não sabe.

Primeiro porque você se acha sempre menos. Você está sempre se nivelando por baixo, ou tentando manter-se na média. Média? Sim média! Média de mediana, média de mediocridade! Credo!

Aí depois você não entende quando tudo começa a ir por água a baixo e fica se perguntando se não será obra do próprio destino ou de um Deus lá em cima, que acordou naquele dia mal humorado.

Já experimentou fazer isso hoje? Olhar-se frente ao espelho e apresentar você pra você? O que você diria?

“Essa é fulana de tal (como se sobrenome nos dias de hoje fosse alguma coisa), formada em tal profissão, alta, com cabelos ondulados, longos, castanhos, meio assim topeira, meio lesada às vezes, que é cheia de defeitos e imperfeições, que você precisa ficar vigiando o tempo todo senão fará ou falará uma besteira, precisa insistentemente se jogar para dentro para que a sua verdadeira essência não apareça, porque senão os outros não vão gostar. Isso sem falar no corpo….pare…pule essa parte…senão será a novela dramática.”

Se teu espelho for o queridão então, você passará a se ver com os olhos dele. Ou será no teu caso com os olhos da mãe? Mas note como nos identificamos o tempo todo com os olhos dos outros e não com os nossos próprios. E você ainda tem a coragem de me dizer, que você se conhece? Não! Você conhece o que os outros falaram de você!

Ora, se você finge o tempo todo para parecer ser o tipo “normal”, você acredita que os outros a descrevem como sendo você mesma, ou uma estranha qualquer?

A coisa mais interessante e mais bonita que eu fiz comigo um dia, foi me assumir como sou. Eu simplesmente tirei as amarras que me prendiam a uma sociedade da normalidade e me tornei eu mesma. Foi a melhor coisa que eu fiz! E eu que achei que fosse ser chicoteada em praça pública….na verdade aconteceu justamente o oposto.

Até então eu não era muito valorizada, minhas palavras não tinham valor e as pessoas passavam constantemente por cima de mim.

Mas quando eu mudei minha atitude comigo e isso não tem nada a ver com o mundo exterior, mas só comigo aqui, no interno, as pessoas também passaram a ter outro tipo de atitude comigo.

E então o que acontece é que não importa o que você faça ou fale, que todo mundo acha lindo! E sabe por quê? Porque é original! Não tem fingimento! Não tem manipulação (ok…só as vezes com o marido)! Não tem mutreta!

Sou o que sou! Não gostou? Paciência! É assim! Desse jeito! Meu jeito! Único! Indestrutível! Original! Meio louco, porém honesto!

Siga-me no twitter: @menruntoyou

 


 

 

Qual nota você se dá?
fev 4th, 2014 by admin

ConsultoriaComprar

Você não acredita realmente que seja algo de valor, não é mesmo? Você acredita em defeitos, em imperfeições, em barriga negativa (que ódio!), em escova progressiva e drenagem linfática.

Tudo porque você acredita que seja povoada de defeitos e que se você se mostrar do jeito que realmente é, ninguém irá gostar de você e então ficarás “alone forever”. Olha o delírio!

Eu também já tive esse medo um dia e vivia me vigiando para ser o que todos queriam. Procurava sempre atender as necessidades patéticas dos outros. E os outros? Bom, os “Zoutros” com “Z” de zabumba, sempre tratavam de criar novas expectativas. E expectativas estas cada vez tão mais altas que seria impossível alcança-las. E eu nesse joguete? Extremamente cansada! Ora, por mais que eu me esforçasse e lutasse para ser quem essas pessoas queriam, nunca que era o suficiente.

Então eu resolvi desafiar! Eu acreditava que se eu mostrasse de verdade a minha personalidade e dissesse o que eu realmente estava pensando, que todo mundo iria me apedrejar e que o mudo ficaria contra mim.

Mas não foi isso que eu descobri! Eu descobri que quando você se aceita e se assume como é e estanca esse jogo de gato e rato com você mesma, todos aqueles que até então insistiam em afirmar que meu esforço não era suficiente ou que eu era inadequada, passaram a me respeitar e a me chamar de “Original”.

Todos aqueles que insistiam em se meter na minha vida e palpitar, passaram a ficar do lado de fora com aquela cara de “medo”. Claro, afinal todo mundo tem medo de louco. É bom ser louco! É primordial ser louco! Só os loucos entram no reino de Deus! (risos). Ora, com louco ninguém se mete, não é mesmo?!

Foi aí então que eu passei a ser a “lindinha original espirituosa e divertida”. E foi aí que pensei comigo mesma: “Ah então é assim que funciona. Se eu me aceito, se eu me dou a nota mais alta, se eu respeito meus sentimentos, significa então que estou me valorizando. E na lei do Universo, aquilo que eu dou  a mim mesma, ou seja, aquilo que efetivamente eu tenho dentro de mim, é o que ditará a minha realidade. É! Acho que fiz um bom negócio saindo da posição de Madre Tereza de Calcutá e assumindo o cargo de Primeira Dama do Parlamento de minha vida.”

Quando eu me olho no espelho, eu sempre penso “lindinha você”. (risos) Ok! Eu queria ter a tal da barriga negativa (Louca!!! ), mas do jeito que está até dá pro gasto. Se eu ficar assim sem respirar dá até pra enganar bem! O importante é que só eu percebo a tal da barriga, ninguém mais! Então está valendo!

E você? Qual nota anda se dando ultimamente? Mas não vale dar apenas a nota na cabeça. Você precisa sentir essa nota em seu corpo inteiro. Não adianta você me dizer que se dá 10, se deixa que os outros a invadam e a tratem de qualquer jeito. Isso não é se dar 10! Se dar 10 é colocar cada macaco no seu galho e você no trono minha querida!

Siga-me no twitter: @menruntoyou

 


 

 

Assuma quem você é
fev 3rd, 2014 by admin

ConsultoriaComprar

Ontem assisti a uma reportagem sobre um delegado que resolveu mudar de sexo. Tal delegado era casado, pai de dois filhos, aparentemente já passado dos 40 anos, porém resolveu definitivamente assumir-se como quem ele realmente era.

Mas quando perguntaram a ele, para quem foi mais difícil admitir e contar a verdade, se era no trabalho ou para a família, sabem qual foi a resposta dele? “O mais difícil para mim, foi assumir isso para mim mesma”.

Eu achei de uma franqueza e uma delicadeza por parte dela (agora é ela) for de série! Imaginem que essa pessoa passou os primeiros 40 anos da vida dela fingindo ser algo que não era, fingindo gostar de algo de que não gosta, anulando-se totalmente em prol do que dizem na sociedade e que agora finalmente conseguiu se libertar disso tudo.

Claro que se olharmos do lado dessa esposa e desses filhos, podemos imaginar o tamanho do sofrimento e da revolta talvez que eles devam estar sentindo. E concordo! É muito decepcionante e revoltante do lado deles. Mas o que é pior, fingir a vida inteira algo que você não é ou assumir-se do que jeito que é e dignamente comunicar a todos com a mais clareza e honestidade possíveis?

Agora olhe para sua vida e veja o quanto você finge aos que estão a sua volta, apenas para não sair do padrão, do normal, ou do “modelito” que um grupo escolheu para você. Será que está valendo a pena? Será que sua felicidade, seu contentamento e realização podem pagar o preço de se deixar de lado apenas para contentar esses egoístas que insistem em ditar regras as quais você nunca quis seguir?

Eu respondo! Não vale! Olhe para o seu corpo e note pequenos indícios do quanto ele se ressente quando você age assim, contra a vontade dele. E digo isso em vários aspectos de sua vida! Você tem dores nas costas, no pescoço, dores de cabeça, de garganta, queda de cabelo, gastrite. Tudo isso porque não se permite sair do controle impostos pelos outros e que você assumiu como sendo o “certo” e então passa a vida toda se controlando e se vigiando para que nada saia do lugar.

Não gente! Isso é vida? Fala pra mim? É vida ir a lugares onde não se quer, fazer cara “bonitinha” para certas pessoas que você tem vontade de dar na cara? E tolerar pessoas que você na verdade queria mandar para aquele lugar, pois sempre que as encontra, vem sempre com insinuações e sutis alfinetadas sobre sua vida?

Que tal começar a se libertar desses padrões, desse “esquemão” que criaram, de pessoas que não a fazem se sentir bem, que a atormentam, que a irritam, para que tolerar mais? Precisa? Não precisa! Assuma quem você é!

Lembre-se: As pessoas só podem magoá-la se você assim permitir.

Siga-me no twitter: @menruntoyou

 


 

 

SIDEBAR
»
S
I
D
E
B
A
R
«
»  Substance:WordPress   »  Style:Ahren Ahimsa
© Todos os direitos reservados