SIDEBAR
»
S
I
D
E
B
A
R
«
Prosperidade e Realização Aula 3 – Em Áudio – Lançamento
jun 30th, 2014 by admin

 

Olá a todos! Uma ótima semana! Esse é a terceira aula do programa Prosperidade e Realização.

 

Siga-me no twitter: @menruntoyou

O Ato de olhar para si
jun 27th, 2014 by admin

ProsperidadeComprar

Essa coisa do “si mesmo” anda dando uma confusão danada, ou até mesmo gerando aquela cara de “interrogação” do tipo “como assim eu mesma”? “O que será que ela quer dizer com isso? “ “Mas eu me olho no espelho todos os dias, passo batom, rímel, faço chapinha, então eu olho pra mim.”

Ou seja, ninguém sabe exatamente o que é esse “olhar para si”, passando a vida inteira aí dentro sem nem saber que “dentro” é esse. Você se trata como uma coisa oca, um vaso, um ser inanimado, um robô responsável por prestar atenção ao que os outros possivelmente desejam.

E vive sua existência nesse planeta exatamente assim, como um ninguém. Come, trabalha, tinge o cabelo, faz hidratação, limpeza de pele, quebra o pau com todo mundo, mas não tem “eu” aí dentro.

Veja sua vida por exemplo. Perceba o quanto você passa por cima de você o tempo todo. Em algum momento do dia, você faz uma pausa para se perguntar como você está se sentindo? Se tem algo que a incomoda? O que é? O que está provocando isso? Você está onde gostaria de estar? O que você está com vontade de comer? De realizar? De vivenciar? De experimentar? De pirraçar?  Você se faz essas perguntas? Com que frequência?

Eu por exemplo falo comigo o tempo todo. Mas eu não falava antes. Eu vivia assim como 90% da população que não se olha. Eu sentia aquele aperto no peito, aquela dor, sofria, mas passava por cima disso apenas para manter alguém ao meu lado. Deixava de lado meus valores, minhas verdades, apenas para contentar o ego dos outros. E eu nessa estória? Onde ficava? Para escanteio claro! Logicamente, se eu me ignorava e passava por cima de mim com a maior facilidade, pois considerava os outros mais importantes, obviamente os outros por sua vez também se esqueciam de mim e consequentemente também passavam por cima de mim.

Eu demorei muito tempo para me dar conta disso. Então eu fiz uma coisa: Onde estava os outros eu coloquei a “mim”, e onde estava esse “mim”, eu coloquei os outros. Problema resolvido! A partir de então, se eu tinha que perguntar uma opinião, eu perguntava a mim mesma, se eu tinha que puxar o saco, eu puxava o meu mesmo, se eu queria um colo, eu usava o meu mesmo, se eu queria conversar, eu conversava comigo mesma. E aí o mais engraçado aconteceu: Eu passei a ser importante, a ser considerada, respeitada, valorizada, para todo mundo.

E o mais interessante, era o que antes era respondido na vida como um “NÃO” bem gordo, agora era respondido como um “SIM” bem sonoro. Tudo o que eu pedia a resposta era SIM. Tudo o que eu queria realizar dava certo, as pessoas me ajudavam, me apoiavam, me davam coisas, me cediam favores e ficavam ao meu lado.

Então sempre fui tudo “eu” desde o começo?! Estava em minhas mãos a forma como as pessoas me tratavam?! Era eu quem determinava se eu seria paparicada ou ignorada! Eu não era vítima de nada! E tudo isso apenas porque eu passei a dar importância pra mim!

Mas uma importância verdadeira! E isso é que é o mais importante de se entender. A grande maioria dá “importância” só na cabeça. Mas se formos olhar com calma, veremos que ela continua passando por cima dela o tempo todo. E como ela faz isso? Quando engole uma dor e a ignora, fingindo que essa dor não está lá, quando alguém falta com respeito e ela não coloca o infeliz no lugar dele, quando ela continua dando conversa a uma pessoa que já provou por A + B que não merece sequer respirar o mesmo ar que ela, quando ela ignora a própria vontade em detrimento a vontade alheia, apenas para ser a “bonitinha” e por aí vai.

Agora, olhe para sua vida, sem fazer sombra ao sol e se responda: Você está se olhando mesmo?

Siga-me no twitter: @menruntoyou

ConsultoriaComprar

SaberDizerNaoComprar

FiqueporcimacomprarHomemComprarIIModusComprar
Defesas_Energéticas

A revolta que nos coloca no caminho certo
jun 26th, 2014 by admin

ProsperidadeComprar

Hoje farei uma coisa diferente. Responderei um comentário em forma de post. Engraçado é que eu passei exatamente por essa fase. Temos a fase da tristeza, da descoberta, da revolta e por fim a que conseguimos colocar em prática em nossa vida.

Essa leitora se questiona muito e me questiona também. Ela fica inconformada e nervosa, pois quer muito compreender e assim acertar. Ela é osso duro de roer, forte, determinada e acima de tudo quer testar tudo para assim comprovar a ela mesma como funcionam essas leis.

Vamos a ele?

Comentário: “Bom, se eu melhorei muito, as coisas tb deveriam melhorar muito. Mas tudo bem. Isso quer dizer que para eu ser minha melhor amiga não posso me desesperar quando as coisas que não dependem de mim não dão certo ou não são tão boas? Racionalmente pensando, se desesperar não adianta nada. Ok!
Agora, eu realmente não sei mais identificar quais são minhas crenças e minhas resistências que acabam bloqueando minha vida. Eu já eliminei várias e nem por isso as coisas de fato aconteceram. Será que não precisamos aprender a dançar na tempestade mesmo quando nossa vibração é ótima para recebermos aquilo que queremos? Será mesmo que não existe um tempo “certo” ou o melhor tempo para que as coisas aconteçam? Será que se algo que eu desejo acontecer agora eu vou acabar deixando de fazer outras coisas que eu tb quero e se esse meu desejo acontecer depois será muito mais proveitoso? Será mesmo que tudo depende da nossa vibração para que aquele raio de problema ou aquilo que eu quero muiiiiitoooo aconteça no final da tarde so pq eu finalmente soltei o assunto e mudei minha vibração???
Beijos”

Trecho: “Mas tudo bem. Isso quer dizer que para eu ser minha melhor amiga não posso me desesperar quando as coisas que não dependem de mim não dão certo ou não são tão boas? Racionalmente pensando, se desesperar não adianta nada. Ok!”

 

Resposta Maria Fernanda: Veja, ser sua melhor amiga não tem muito a ver com se desesperar ou não. Mas sim em saber perfeitamente como as leis funcionam e o que fazer para que funcionem. Não se desesperar, porque afinal nada é tão desesperador assim, é fundamental. O desespero nos corta a visão, nos cega, coloca-nos em um estado onde a inteligência universal não encontra caminho para agir. Problemas sempre existirão. Faz parte da vida. Mas a forma como você vê e lida com ele é que faz toda a diferença. Obviamente, num momento pior é fundamental que você se dê o seu melhor, sendo sua melhor amiga. Isso se chama consideração e valorização. Valores primordiais para a prosperidade.

 

Trecho: “Agora, eu realmente não sei mais identificar quais são minhas crenças e minhas resistências que acabam bloqueando minha vida. Eu já eliminei várias e nem por isso as coisas de fato aconteceram. Será que não precisamos aprender a dançar na tempestade mesmo quando nossa vibração é ótima para recebermos aquilo que queremos?”

 

Resposta Maria Fernanda: Sabe o que acontece e é algo muito comum? A princípio nós promovemos mudanças apenas na cabeça, na mente. Mas lá dentro mesmo tudo continua igual. Até nas situações mais simples do dia a dia, não pensamos duas vezes em passar por cima de nós, ignorando totalmente o que sentimos e de fato queremos, ou seja, nossa verdade. Se não mudou fora, é porque dentro não foi mudado. E para isso se iniciar, sentir-se bem independente da situação presente é primordial, seria o seu “dançar na chuva”.

 

Trecho: “Será mesmo que não existe um tempo “certo” ou o melhor tempo para que as coisas aconteçam?”

 

Resposta Maria Fernanda: Tudo respeita a natureza, ou seja, o que é natural. Quando plantamos, por exemplo, colocamos a semente, cobrimos com terra e regamos com água. Ok! Agora é só esperar que dentro de alguns dias a planta comece a nascer. Com nossa vida a mesma coisa, com a diferença que para a planta a água faz com que a mesma se desenvolva e em nossas vidas é nosso poder de sustentar a sensação no corpo daquilo que se quer. E qual o tempo? É com você! Você pode fazer a planta crescer no seu tempo normal, uma semana, dez dias, um mês ou dez anos. Você pode deixar a natureza fazer o trabalho que lhe compete ou se enterrar na terra e tentar fazer a planta crescer. Obviamente pela segunda opção, você vai matar a planta. Na sua vida é a mesma coisa. Quando você acredita que precisa controlar tudo, é como você estivesse se enterrando na terra junto com a planta.

 

Trecho: “Será que se algo que eu desejo acontecer agora eu vou acabar deixando de fazer outras coisas que eu tb quero e se esse meu desejo acontecer depois será muito mais proveitoso?”

 

Resposta Maria Fernanda: Somos seres como o Universo, ou seja, em constante expansão (até para os lados…risos). Sendo assim, quando conseguimos algo que desejamos hoje, outros novos desejos serão criados. E isso tudo ocorre através do que chamamos de “contraste”. É através do contraste, ou seja, o que queremos ou não, por meio de nossa observação, novos desejos são criados. É um processo sem fim.

 

Trecho: “Será mesmo que tudo depende da nossa vibração para que aquele raio de problema ou aquilo que eu quero muiiiiitoooo aconteça no final da tarde so pq eu finalmente soltei o assunto e mudei minha vibração???”
Resposta: Sim! Tudo só depende única e exclusivamente da vibração emitida. Se você emite X terá X. Ontem a noite, estava vendo um documentário entrevista com Michael Jackson, quando o jornalista perguntou: “Como você faz para escrever uma música? Você senta no piano e compõe?”. E Michael respondeu: “Se eu sento no piano e tento me forçar a compor não sai nada. Quantas vezes fiquei martelando na minha cabeça que precisava compor e nada de bom saia. Billie Jean por exemplo eu compus no carro. Eu não estava pensando nada, estava tranquilo e a música veio naturalmente. Então comecei a forçar a criar a melodia. E nada! Não vinha! Eu sentava e pensava e pensava e nada! Então deixei a letra por alguns dias quieta e fui fazer outra coisa, quando de repente a melodia veio.” Então ele começou a fazer o som da batida da música. Foi aí que o jornalista perguntou: “Mas de onde você acha que veio isso?”. Michael sorriu e disse apontando as mãos ao seu redor: “Do Universo.” E ainda completou: “O maior erro que uma pessoa pode cometer é pensar. Você deve aprender a pensar com seu corpo, a sentir no seu corpo. Ali estão as respostas.”. Ficou claro para mim, que ele sabia perfeitamente o que estava dizendo. Ele sabia! Ele sabia como fazer! E ele disse claramente. Obviamente ninguém percebeu o que de fato ele queria dizer. Já vi Madonna também dizer algo bem próximo a um jornalista quando disse “As pessoas não tem o conhecimento que são elas próprias que criam a sua própria realidade. Você cria o que quer vivenciar, o que quer ver, com quem deseja compartilhar coisas, apenas aqui dentro.” E apontou para o peito.

Ou seja, quando você muda sua visão sobre algo, automaticamente você muda a vibração. E quando sustentada por algum tempo, libertando-se de qualquer padrão comportamental aprendido, aquilo acontece. Essa é a lei natural. O que não é natural é a forma como a grande maioria das pessoas conduz a própria vida, como se fossem obras do destino, de um Deus, Deuses, ou de terceiros que tem poder sobre suas vidas.

Siga-me no twitter: @menruntoyou

ConsultoriaComprar

SaberDizerNaoComprar

FiqueporcimacomprarHomemComprarIIModusComprar
Defesas_Energéticas

Perguntas e Respostas Curso Prosperidade e Realização
jun 25th, 2014 by admin

ProsperidadeComprar

Oh mente inteligente essa a nossa hein! Como ela é esperta e nos prega peças! E isso eu vejo não somente pela minha própria, mas pelas dúvidas que me chegam pelo site.

Querem ver algumas?

1)      Não tenho problema com valorização. Sei me valorizar e o que escutei no áudio para mim já está muito claro. Já sei de cor e salteado. Porém não sei o que acontece, mas todos os homens que aparecem na minha vida ou não são o que eu quero ou quando me interesso, simplesmente somem. O que posso estar fazendo de errado?

Resposta: Eu vou lhe perguntar novamente. Você sabe mesmo o que é valorização? É algo mais na cabeça para inglês ver? Ou é um exercício constante praticado em todas as situações e pessoas da sua vida? É muito simples saber se uma pessoa se valoriza verdadeiramente ou não. Basta olhar a vida dela! Está satisfeita com seu estado emocional, afetivo, social e financeiro? Ok! Então você se valoriza! Agora, se você afetivamente está descontente, não entende o motivo desse ou daquele fato ter ocorrido, ou se sua vida financeira está uma catástrofe, eu afirmo: Você não está se valorizando.

Esse curso serve justamente para que desobstrua seus caminhos, identifique quais são as resistências que a impedem de se realizar, ensinando-a ou lembrando-a de se considerar, se valorizar e se respeitar, tudo isso de forma totalmente prática. Palavras tão comuns utilizadas por nós, porém na prática mesmo, nem chegamos perto disso. Olhe para sua vida hoje! Como ela está?

 2)      Será que estou fazendo os exercícios direito? Não tenho muito assunto comigo. Não sei o que conversar comigo.

Resposta: Você está tão acostumada a se ignorar, que bastou de cara eu pedir para que você durante uma semana “sentasse para você” e batesse um papo tranquilo e informal com sua pessoa e onde está o assunto? Já li aqui no site que a conversa não dura nem cinco minutos. Veja como a situação é grave!

Se você que é a pessoa mais importante para você, não se olha, não se observa, não se sente, não se dá atenção, nem importância, como você acha que os outros também farão? É simples! Não farão! E você amaldiçoará a humanidade por uma falha que é sua com você!

Volte lá e fale direito com você!

 3)      Sou uma pessoa que vive em dúvida de tudo. Nunca sei o que decidir. Porque isso acontece?

Resposta: Porque você está acostumada a se guiar pela cabeça dos outros. Só a opinião dos outros importa. A sua não significa nada para você. E o que é isso? É a total falta de consideração com você mesma! Isso é básico para lei da prosperidade financeira por exemplo. Quem é prospero não se guia pela cabeça dos outros. Aliás, normalmente esse tipo de pessoa vai contra a todas as opiniões dos especialistas para ir a favor do que ele sente lá dentro. E acerta! E ganha dinheiro! E fica todo mundo olhando, dizendo que ele tem sorte! Sorte nada! Ele vai na dele! Não pela opinião dos outros!

 4)      Minha vida financeira toda vez que começa a ir bem, algo acontece e parece que tudo fica parado.

Resposta: O nome disso é resistência. Coisa que veremos na Aula 3. Você viveu e viu coisas que de alguma coisa a fizeram sofrer. Mas não foi qualquer sofrimento. Foi uma dor visceral. Você sentiu! Aquilo impressionou! E ficou em você! Onde? Em algum lugar aí escondido. Mas está. E são essas resistências que seguram sua vida, prendem seus sonhos, obstruem seus caminhos. E isso acontece não só com dinheiro, mas com amor, com amigos, família e até saúde. Tem jeito? Claro que tem!

 5)      Estou farta de ser desconsiderada e desrespeitada. Não sei o que posso estar fazendo de errado, visto que trato todos bem.

Resposta: O fato de você tratar os outros bem não é garantia de que a recíproca é verdadeira. Aliás, parece que aqueles que você mais se anulou, mais se sacrificou, mas se matou, foram os primeiros a lhe apunhalar na primeira oportunidade. A lei da vida não funciona assim. Ok! Eu sei que você aprendeu que deve ser tudo para os outros e nada para você! Os outros em primeiro lugar e se sobrar algum lugar então você humildemente toma um lugarzinho assim lá no fim da fila! Tudo isso entrou aí! E quando você tenta fazer diferente, ainda sente culpa! Olha só, o que você faz com você! E depois quer ser respeitada? Mas você nem tem a decência de se respeitar! Você passa por cima de você o tempo todo! Não tem ninguém querendo te ferrar. Mas é você quem está contra você. Você não é vítima, mas autora.

 

Ufa! Gritaria logo pela manhã hein! Começamos bem!!! (risos)

Siga-me no twitter: @menruntoyou

ConsultoriaComprar

SaberDizerNaoComprar

FiqueporcimacomprarHomemComprarIIModusComprar
Defesas_Energéticas

A favor do fluxo
jun 24th, 2014 by admin

Ontem antes do início do jogo do Brasil estava pensando aqui com a rede mental de televisão (minha mente), qual era o principal erro dos seres humanos. Onde será que nós mais pecamos? Com a palavra “Pecamos”, não quero dizer de forma religiosa, esse tipo de ato para mim simplesmente não existe, mas quero dizer sobre um ato cometido contra nós mesmos. E eu cheguei à conclusão: é agir contra o nosso fluxo.

Eu sei que é uma frase um tanto complexa para ser compreendida a olho nu, mas se pararmos para analisar as nossas situações cotidianas, podemos entender rapidamente.

Vejam, fomos criados para olharmos para fora e isso inclui, agradar, compreender, aceitar, amar, ser amiga, companheira, escutar e apoiar os outros. Somos ótimas com todos a nossa volta. Se alguém tem algum problema damos todo apoio, toda atenção, carinho, ouvimos, conversamos e acalmamos. Mas quando chegamos à nossa vez, entramos em pânico, nos batemos inteiras e nem ao menos temos coragem de olhar um pouquinho que seja para o que de verdade estamos sentindo.

Se você pensar bem, grande parte dos problemas enfrentados por nós poderiam ser evitados, apenas se tivéssemos o costume de nos perguntar como estamos como estamos nos sentindo e o que queremos de fato.

E pior, além de não perguntarmos, quando sentimos algo estranho em nosso peito, ou alguma sensação incomoda, agonia, ou aquela sensação de “Não” que vem de baixo pra cima que quase chega a nos sufocar, nos ignoramos totalmente, em detrimento a fazer o que o outro espera de nós.

Então vestimos o personagem que achamos que o outro deseja, nos comportamos como manda o figurino, nos obrigamos a fazer coisas que odiamos, em outras palavras, vamos contra a nós próprias, anulando totalmente esse “Eu”, esse “Eu mesma”, que está vivo dentro de nós.

Mas se ainda fosse só isso, ok! Mas a desgraceira não parar por aí. Quando nos comportamos assim, a vibração emitida é “universo faça tudo ao contrário do que eu desejo, fique contra, diga Não para mim”.

“Ah Fernanda, então quer dizer que a mentalização não funciona se eu fico 24 horas por dia contra mim?”.

Não funciona! É tudo anulado! Por isso que você me diz que faz, faz, faz, e o resultado é nada, nada e nada! Claro! Afinal, você está se colocando contra o fluxo de sua vida e não a favor dele. Seu leão aprendeu que você não sabe se cuidar,que você é uma inimiga de você mesma e não uma amiga leal e que portanto, precisa fechar todos os seus caminhos para que você fique segura. Olha a confusão! Teu leão está de língua de fora! Ele não aguenta mais tentar fazer com que você perceba o que você faz com você diariamente!

Então o que ele fez? Assumiu o controle de suas coisas, até que você desperte para você! E o que é assumir suas coisas? É fechar todos os caminhos, anular suas vontades e deixá-la em “stand by”, até que você retorne para o fluxo corrente da vida.

Está bom ou quer mais?

Siga-me no twitter: @menruntoyou

ConsultoriaComprar

SaberDizerNaoComprar

FiqueporcimacomprarHomemComprarIIModusComprar
Defesas_Energéticas

Prosperidade e Realização Aula 2 – Lançamento – Áudio
jun 23rd, 2014 by admin

 

Olá a todos! Uma ótima semana! Esse é a segunda aula do programa Prosperidade e Realização.

Obs.: É imprescindível ouvir a Aula 1 antes da Aula 2, pois a partir do primeiro exercício (se feito corretamente durante os sete dias) ativará o ponto do áudio de hoje, iniciando dessa forma o processo de mudança de padrão vibracional e limpeza de resistências que atrapalham sua vida.

Siga-me no twitter: @menruntoyou

Essa mulher é para casar!
jun 20th, 2014 by admin

ProsperidadeComprar

Muito cuidado com esse termo. Ele pode ter duplo sentido. E quais seriam eles?

O primeiro diz respeito a um pensamento que um homem faz a ele mesmo só na cabeça. Já o segundo trata-se do comentário de um homem a outro. Ambos parecem significar a mesma coisa, mas na realidade são bem diferentes.

Quer ver?

Para um homem chegar à conclusão que uma mulher é para casar, alguns pontos são levados em consideração, na ordem abaixo:

1)      O sexo é ótimo e entendam como ótimo, algo em torno da nota 9,5 a 10. Sexo satisfatório, não motiva um homem ao casamento. Se você é travada, assista a filmes “instrutivos”.  Em outras palavras, ele deseja uma mulher decente, claro! Mas ele quer também a prostituta. Concluindo: Ele quer a dama e a periguete (essa última só pra ele);

 

2)      Ela é companheira, o acompanha nas atividades sociais e isso inclui aniversários de família, casamentos, batizados e festas dos amigos chatos. Pois é minha querida! Esses eventos sociais fazem parte do pacote. Por mais que você não goste, não tem como escapar.

 

3)      Ela cuida de si com carinho, amor e atenção. Assim como, cuida e se preocupa com a saúde e bem-estar de seu querido. Esse ponto, ele olhará com muita atenção. Mas não significa que você tenha que se comportar como uma “mãe”, mas deve demonstrar que você pode sim ser uma boa mãe, pois sabe o que é bom ou ruim para saúde, cuida-se, ou seja, visita seus médicos, mantém seus exames em dia, vai à manicure semanalmente (esse item merece atenção: Homem adora uma mão bem feita) e tem zelo tanto pelas roupas dela como as dele.

 

4)      Sabe cozinhar ou providenciar a comida. Esse é um quesito que devemos tomar muito cuidado. Eu por exemplo não sei cozinhar, porém quando estava namorando meu marido, principalmente nos primeiros meses, fazia jantares para ele. Jantares simples! Mas fazia! Homem associa comida com aconchego. E como eu fazia se eu não sei? Pegava minha mãe, claro! Ela fazia o principal e deixava o que era fácil para o final para quando ele estivesse chegando. Colocava o avental e quando ele adentrava pela casa, sentia o cheirinho da comida e me via a postos como uma grande “Chef”. Hoje ele fala rindo: “Você me enganou direitinho”. Mas não pensem que ele passa fome! Arrumei uma secretária do lar que faz tudo, inclusive cozinhar.

 

5)      E quinto e último quesito, trata-se da saúde mental da candidata. Ele quer uma mulher que não seja louca (coitado, não vai achar nunca!), ou que ao menos finja bem “ser normal”. Em outras palavras, que não aporrinhe, não fique cobrando e reclamando de tudo o tempo todo. Aliás, cobrança e reclamação são os ingredientes principais para fazer um homem sair correndo. Afinal, existem outros meios de se conseguir o que se deseja sem ser falando. Você já sabe disso!

Logo, os pontos acima citados serão critérios utilizados por praticamente 100% dos homens, salvo algumas exceções e o que quero dizer aqui com “exceções”, são homens com desvios mentais mesmo (risos). Mas não é desses que estamos falando!

Já, quando um homem diz ao outro “essa menina é para casar”,  por traz dessa expressão está: “Ela é boazinha, uma boa menina, certinha, freirinha, concluindo…eu bem que poderia sentir tesão por ela, mas ela não inspira isso. Ela lembra minha mãe ou minha irmã.”

Ou seja, se você escutar um homem dizer isso, corra para o banheiro passe um batom bem vermelho e saia como uma pomba gira, pois a situação tá feia! (risos)

Siga-me no twitter: @menruntoyou

ConsultoriaComprar

SaberDizerNaoComprar

FiqueporcimacomprarHomemComprarIIModusComprar
Defesas_Energéticas

Homem se perde numa bunda
jun 18th, 2014 by admin

ProsperidadeComprar

Você quer ver homem perder o rumo? Ficar desnorteado? Perder a noção de tempo espaço? Ficar sem ação? Sem reação? Prometer casa comida e roupa lavada? É uma bunda.

Mas não é qualquer bunda. É uma boa bunda. Pronto, aquelas que não tem a forma avantajada, já pensaram: “Meu mundo está perdido. Não tem salvação para mim.”

Mas não é de formato ou tamanho que estou falando. Lembram-se uma vez que eu ensinei que toda mulher devia agir como se tivesse um pênis? O pênis psíquico? Então, com a bunda é a mesma coisa. Em outras palavras, você terá um pênis comedor na frente e uma bunda de perder o rumo de casa atrás.

Ou seja, ao mesmo tempo em que você é firme quando precisa, demonstra respeito por si mesma e por suas coisas, trata-se com todo amor e sabe se defender, também possui um lado “macio” que apenas os sortudos poderão usufruir.

Outro dia citei em um dos comentários do site a seguinte frase: “…precisamos tomar cuidado com a expressão “para casar”..pois você pode estar passando a imagem de mãe esposa…e homem quando olha uma mulher quer em primeiro lugar uma puta. Ok! Não estou dizendo que é pra você se comportar como uma. De jeito nenhum. Mas….você precisa ser as duas…
Cara de safada…e comportamento de uma bibliotecária. Entendeu?…”

E é isso que tento passar, quando falo sobre o seu traseiro. A bunda psíquica também existe. E ela tem muito poder sobre um homem.

“Ah Fernanda, mas a minha é ralinha.”

Não tem problema! Você vai andar na rua como se ela fosse de passista de escola de samba! É isso o que de fato conta e não o tamanho, o formato e etc.

Sinceramente, queria entender o motivo de estar no DNA masculino, essa questão de associar o traseiro com alimentação. Sério! Nunca ninguém conseguiu de fato me explicar. Os especialistas em história e comportamento humano, dizem que é porque homem inconscientemente associa o quadril da mulher com geração da raça humana, mas daí a associar com alimento tem um grande caminho.

Por isso que essa moda dita “normal” da magreza excessiva é veementemente condenada pelos homens. Eles simplesmente não gostam! Magra, ok! Mas anoréxica não! Eles precisam olhar para uma mulher e terem a sensação de que são saudáveis e que não faltará comida para sua cria.

Eu sei que a conversa aqui está esdrúxula, mas é exatamente assim que a coisa se procede. Nenhum homem sente atração por uma mulher pele e osso.

“Ah, mas e a Gisele Bunchen?”

Ok. Então pergunte para qualquer homem quem ele prefere? Um saco de osso ou uma carninha? Será unânime! E sim! Eu já fiz essa pesquisa (risos).

Claro que ela também tem suas qualidades. Claro que ela é ótima do jeito dela, tanto é que faz sucesso, sustenta o sucesso e ganha dinheiro. Mas lá, no mercado fashion. Que não tem nada a ver com a realidade homem mulher.  Ela não tem lá muita bunda, mas tem uma psíquica de deixar qualquer Valesca Popozuda no chinelo. Para quem não é brasileira, Valesca Popozuda é uma “pseudo-cantora” de funk, dona de uma bunda siliconada, de 1 km de comprimento. Essa daí então, se o traseiro real tem 1 km de extensão, “gigante pela própria natureza”, imaginem o psíquico?!

Você já olhou sua bunda no espelho hoje? Como ela está? Qual a mensagem que a sua anda passando? (risos)

Siga-me no twitter: @menruntoyou

ConsultoriaComprar

SaberDizerNaoComprar

FiqueporcimacomprarHomemComprarIIModusComprar
Defesas_Energéticas

A primeira grande decepção amorosa
jun 17th, 2014 by admin

ProsperidadeComprar

Ainda me recordo da primeira vez em que tomei uma porrada daquelas. Sabe, como se um caminhão tivesse pego você de frente? Pois é. Só de escrever essas primeiras frases já começo a rir. Porque se você parar para analisar a coisa nos parece tão trágica, tão dramática que chega a ser cômica.

Ah, aquela sensação de ninguém me ama, ninguém me quer, eu vou ser freira no São José! E você pensa isso e acredita nessa baboseira. Logo você! Cheia de amor para dar!

A minha primeira grande decepção aconteceu aos 22 anos. Como eu era ingênua, boba, imatura, lesada mesmo, para falar a verdade. E chorei e sofri por um Zé ninguém! Claro que antes disso tive uns namoricos que até me fizeram chorar, assim, por cinco minutos, mas nada como esse dos 22 anos.

Dava uma dor no estômago, uma dor no peito, que parecia que nunca iria passar. Eu não tinha vontade de mais nada. Música me irritava, novela me enervava, a luz do sol eu queria apagar. Enfim, drama em cima de drama.

De repente, eu comecei a perceber que o dia continuava amanhecendo. E os passarinhos continuavam cantando, que o lixeiro continuava passando todas as manhãs, que o meu cabelo continuava crescendo, tanto é que eu tinha que retocar a raiz do meu super loiro. Ora, então não era o mundo que havia parado, era só a minha cabeça. Pois meu corpo continuava respondendo. Eu não morri, contrariando todas as sensações de infarto fulminante que eu sentia no peito. Eu estava bem ali, vivinha da silva! O planeta não parou para que eu descesse. Não adiantava eu ter me arrependido de reencarnar, pois a vida insistia em puxar-me para dentro dela. Se era para morrer, então que fosse com a raiz do cabelo feita!

Então eu percebi que eu ainda estava ali. E iria continuar ali dentro de mim por toda eternidade. Logo, era melhor que eu fizesse as pazes comigo e me colocasse em pé! E foi o que eu fiz. Não preciso dizer, que alguns poucos meses depois, esse mesmo ser, pobre claro, que me fez sofrer, veio atrás e etc. Mas ele só veio atrás, para me mostrar uma coisa: Que eu merecia algo muito melhor. Que a vida tinha razão em me afastar de alguém como ele. Que eu estava cega e talvez sozinha teria que fazer muita besteira e sofrer mais ainda até me dar conta de que “aquilo”, não tinha que fazer parte de minha existência.

E a vida tinha razão. Mais de dez anos depois, o ser continua pobre. E agora está careca! Pobre, feio e burro, é muita desgraça para uma pessoa só. Isso sim é que é drama minha gente!

Então, esse texto vai para aquelas que estão sofrendo. Principalmente as mais jovens, que talvez seja a primeira vez, que experimentem esse mix de sensações estranhas.

Escute-me: Confie na vida. Confie em sua proteção natural. Confie que o melhor sempre virá até você. Volte seu foco inteiro para você e deixe de lado os motivos que o levaram agir assim ou assado. Nada mais importa. Só o seu bem-estar. Só a sua felicidade. Só a sua vida. Se de fato, foi apenas um desvio de posicionamento vibracional seu, você agindo assim do jeito que estou dizendo, fará com que as coisas se resolvam, caso contrário, tenha a certeza que a vida a está livrando de coisa muito pior e de um sofrimento muito maior.

Na minha vida, isso nunca falhou e tempos depois sempre tive a prova de que tudo foi feito para o meu melhor. E por quê? Porque eu estava ao meu lado.  Se eu estou ao meu favor, quem pode estar contra mim?

Siga-me no twitter: @menruntoyou

ConsultoriaComprar

SaberDizerNaoComprar

FiqueporcimacomprarHomemComprarIIModusComprar
Defesas_Energéticas

Prosperidade e Realização – Aula 1 – Em áudio – Lançamento
jun 16th, 2014 by admin

ProsperidadeComprar

Primeiro curso no Brasil que trata de forma prática os mecanismos para executar as mudanças necessárias para que sua vibração seja a mesma do que você deseja.

A cada aula, exercícios práticos serão ensinados para que sejam executados durante 07 dias. A cada semana, sua vibração será alterada, para que se aproxime cada vez mais de suas realizações.

O intuito desse curso é que você aprenda a ajustar seu poder para direcionar as situações e o desenrolar dos acontecimentos, de acordo com seus desejos, nas mais diversas áreas: Financeira, afetiva, saúde, social e etc.

Informações importantes:

1)      Esse curso foi elaborado de modo a efetivamente mudar sua condição vibracional;

2)      Não pule a ordem das aulas, pois a cada semana novos pontos de poder serão ativados;

3)      Não pare de efetuar o exercício de Mentalização Guiada antes de adormecer;

4)      Mantenha sigilo acerca das informações e técnicas aprendidas. Ninguém deve ter conhecimento de suas mudanças. Apenas as pessoas notarão claramente que algo em você foi radicalmente transformado. Não entre em detalhes do que está sendo feito;

5)      Leve a sério cada semana! Faça os exercícios propostos corretamente. Comprometa-se com você;

6)      O áudio poderá ser ouvido em qualquer horário;

7)      Quando for executar os exercícios propostos, certifique-se de desligar o celular, telefone fixo, televisão, rádio ou qualquer outro dispositivo que possa interromper seu momento;

8)      Vida sem realização, não é vida! Assim como seus pulmões não servem para nada, se não existir oxigênio! A vida se realiza em você, assim como o oxigênio em seu corpo físico. Eu realmente desejo que você se realize, que você viva uma vida que sempre sonhou. E acima de tudo que ela de fato se torne realidade! A sua realidade!

Para quem estava com saudades das respostas às perguntas do site em áudio, abaixo o link para escutá-lo:

http://www.fazerumhomemcorreratras.com.br/?attachment_id=1448

 

Siga-me no twitter: @menruntoyou

Cuidado para quem você dá cartaz
jun 13th, 2014 by admin

De repente o sangue nos sobe a cabeça. Aquela pessoa bem ali a nossa frente, ou até mesmo a sombra dela presente em nossas vidas, nos dá vontade de dizer um bando. Nós queremos “chutar o balde”, “descascar o abacaxi”, “arrebentar a boca do balão”, “descarregar o alfabeto todo”.

Ok! De fato em algumas ocasiões um susto bem merecido é válido e eficaz. Eu mesma já usei muito desse artifício. Porém, cada caso é um caso e deve ser analisado. Querem ver?

1)      Tenho vontade de ligar para a ex do meu namorado e falar pra ela que….

Lembre-se: Cresce aquilo que você foca. Em outras palavras, se você fizer isso, aí que ela terá certeza que incomoda, que ela é uma ameaça na sua vida, que ela tem poder, que ela tem força e que, portanto ela deve continuar o que está fazendo.

Jamais faça isso!

Qual é a eficácia de um ato desses? Zero! Nenhum! E pior, apenas fará com que ela ganhe ainda mais força.

“Ah, mas ela está me ameaçando, dando escândalos, ligando no meu celular. O que eu faço?”

Simples: Boletim de Ocorrência nela! Ameaça é crime! Ninguém tem o direito de fazer isso! Está sendo ameaçada? Faça um boletim de ocorrência e acabe com a graça da distinta!

 

2)      Tenho vontade de ligar para o meu ex e dizer que…

Faça isso e ele terá a certeza que você é louca, paranoica, barraqueira e fraca. Assim, exatamente nessa ordem. Uma coisa que eu vejo muito são ex-mulheres, perdendo o controle, ligando para seus ex-maridos aos gritos, a fim de que eles entendam alguma coisa. E fazem isso, rotineiramente. Qual é a eficácia disso? Nenhuma! Principalmente porque é algo que ocorre com frequência, ele simplesmente nem escuta mais.

Primeiro porque homem não escuta mesmo! Homem observa! Segundo porque quando você começa a gritar e a xingar, tudo o que será dito depois do xingamento, será totalmente anulado.

Dá vontade de gritar, de xingar toda a árvore genealógica dele? Claro que dá! Efetivamente fará diferença? Não!

Se for para fazer, então faça apenas uma vez e depois esqueça que essa pessoa existe. Fazer e continuar de papo depois é inadmissível.

 

3)      Minha amiga vive trazendo informações sobre meu ex e isso me incomoda

De primeira vez, você em tom cômico deve dizer: “Não me interessa mais a vida do fulano. Não sei se você desconfiou.” E sorria!

Já se ela insistir, então seja firme: “Em outro dia, você veio me trazer certas informações que não me dizem mais respeito. Eu fui sutil. Você continua insistindo e eu não estou gostando dessa conversa. Por favor, me respeite. Senão vamos brigar.”

- “Ah, mas eu pensei que você quisesse saber….”

- “Pensou errado. Se existia alguma dúvida frente a isso, agora acredito que não reste mais nenhuma.”

“Ah Fernanda, mas eu tenho medo de magoar…”

E essa fulana aí está preocupada em magoar VOCÊ? Porque ela sabe perfeitamente o que está fazendo. Amiga que é amiga,vai ajudá-la a se recuperar, a virar a página e não ficar fazendo fofoca no intuito de fazer intrigas.

 

4)      Minha cunhada comumente solta algumas gracinhas que me magoam

E você ainda escuta o que cunhada diz? Sério mesmo (risos)? Eu adoro soltar umas graças para uma cunhada em específico. Não porque fico me incomodando. Mas é porque ela gosta tanto de dizer que ela sabe tudo, que o que ela diz é verdade (detalhe: nem faculdade fez e o português é horroroso), que eu gosto de tirar um sarro à surdina.  Adoro ver a cara dela de raiva. Meu marido só olha para mim com aquela cara de “você não presta mesmo”. Enfim, mas virou meu passatempo do domingo a tarde. É isso ou aguentar a sogra falando sem parar. Como minha sogra é boazinha então vou à cunhada chata, ué! Adoro! Tenho prazer oral em fazer isso com ela! Mas ela pediu. De graça, eu jamais faria isso.

 

Siga-me no twitter: @menruntoyou

ConsultoriaComprar

SaberDizerNaoComprar

FiqueporcimacomprarHomemComprarIIModusComprar
Defesas_Energéticas

Seu Combustível
jun 12th, 2014 by admin

Sabe qual é a trajetória entre seu desejo e sua realização?

Eu explico: Imagine uma viagem que você terá que fazer entre dois pontos, sendo o primeiro onde você se encontra como origem e onde você deseja chegar como destino. Agora imagine que seu estado vibracional é um e no seu destino o estado vibracional seja um pouco diferente de como você se sente hoje frente a alguma coisa? Imaginou?

Ótimo!

Agora pense nessa viagem que você terá que fazer. Pense que você precisa entrar no carro e dirigir horas até chegar ao seu destino. Vamos supor que no meu caso, o meu trajeto, seja de Santos a São Paulo. O que eu precisaria fazer? Entrar no carro, pegar a via expressa até chegar à cidade de Cubatão, em seguida pegar o acesso a Rodovia dos Imigrantes, subir a Serra, passar pela Represa Billings, passar o pedágio, passar pelas cidades de São Bernardo, Diadema e por último chegar até São Paulo.

Agora imagine se ao sair de Santos, próximo a cidade de Cubatão, exista uma manifestação que você precise parar o carro? Veja, você continua no seu trajeto, porém terá que esperar um pouquinho até que o trânsito seja liberado novamente, certo? A manifestação passando, você continuará seu trajeto normalmente!

Vamos então, trazer esse exemplo para sua vida. Imagine que Santos seja sua realidade atual e São Paulo como sendo sua realidade de suas mentalizações. Imagine que a manifestação em Cubatão seja apenas algumas “resistências” aprendidas que bloqueiam momentaneamente seu caminho. E que basta a identificação desses bloqueios para que o fluxo dos acontecimentos possa correr solto.

O que de fato costumamos fazer quando uma manifestação na cidade de Cubatão acontece em nossas vidas? Responda com sinceridade!

Você pega o primeiro retorno e volta para a cidade de Santos! Então quando chega a Santos, você pensa como seria bom estar em São Paulo e pega a via expressa novamente, porém a manifestação ainda continua lá. Os policiais não tiraram os manifestantes do local. O que você faz? Pega novamente o retorno e volta para Santos. Logo, não consegue sair disso, se frustra, amaldiçoa o Universo e a mim por tabela.

Então você diz: “Mas na vida real é muito difícil identificarmos esse nosso comportamento.”

Então vou lhe dar outro exemplo.

Vamos supor que você ao entrar no carro percebe que seu tanque está quase vazio. Então você dirige rapidamente até um posto de gasolina, estaciona seu carro e pensa: “Eu preciso colocar combustível no meu carro. Porém a bomba não vem até mim! Porque ela não vem até mim? Vem bomba! Eu não consigo me mexer.” Então você olha novamente seu marcador do carro e pensa: “Ah Meu Deus, ele continua vazio. Eu não consigo encher meu tanque porque a bomba não vem até mim. Eu não consigo sair do carro e pegar a bomba. Ai..Ai…Ai”. Tudo isso, obviamente, falando com aquela voz de “gato miando” que você faz!

Eu sei que meu exemplo parece loucura. Mas é exatamente assim que você age em sua vida, quando diz que não tem força, que não consegue mudar um pensamento, que não consegue parar de pensar nisso ou naquilo, que não consegue, que não consegue, que não consegue.

E no nosso caso, qual seria esse combustível que tanto necessitamos para ligarmos nosso carro e viajarmos até nossos desejos? O combustível chama-se bem-estar. É só isso. Basta se sentir bem independente de qualquer situação de sua realidade atual, para que seu carro ligue.

Ficou fácil agora de entender?

 

Siga-me no twitter: @menruntoyou

ConsultoriaComprar

SaberDizerNaoComprar

FiqueporcimacomprarHomemComprarIIModusComprar
Defesas_Energéticas

Vivendo Sonhos Lúcidos
jun 11th, 2014 by admin

Primeiramente deixe-me fazer uma pergunta. Por acaso você estava sonhando no meio da noite, de repente no meio do seu sonho você se deu conta de que estava sonhando e continuou conduzindo seu sonho da maneira que queria?

Eu já! Uma vez inclusive, estava sonhando com o George (Clooney), Georginho para os íntimos, e nós estávamos jantando num restaurante maravilhoso, ele estava de terno e sorria muito, aquele sorriso branco hollywoodiano dele. Ótimo! Foi então que ele abriu a boca e começou a conversar comigo em português. Pronto! Foi nessa hora que me toquei de que estava sonhando, pois George não fala português!  Achei tudo muito engraçado, porém continuei no meu sonho. Eu simplesmente não acordei! E então comecei a conduzir o sonho do jeito que eu queria. Não precisa nem dizer que acordei gargalhando…

Isso acontece porque mesmo estando em meu sonho e tendo total lucidez acerca da situação, por intermédio de minha consciência, fui capaz de conduzir meu sonho para o caminho que eu queria.

O que eu quero dizer, é que a vida é exatamente igual. Sem tirar nem por.

A realidade nada mais é do que um sonho compartilhado. Sonho este que você compartilha com o Universo e o cria em conjunto com ele.

Você pode viver seu sonho real de acordo com o ponto de vista e a opinião das outras pessoas ao seu redor, ou você pode moldá-lo do jeitinho que se deseja.  O que a grande maioria faz? Vai no “bolo”, ou seja, vai com a massa. Se todos dizem que o mercado está parado, você estaciona, mesmo que seu vizinho no meio de uma crise financeira mundial esteja fazendo dinheiro seja lá com o que for. Se suas tias dizem que homem nenhum presta e os poucos homens bons já estão comprometidos e você vai na conversa delas, o que sobra para você? De quem é o sonho, ou melhor, o delírio que você está vivendo?

Deixe de ser a coadjuvante de sua vida e passe ser a atriz principal! Atue em sua vida e na sua realidade da forma como deseja, sem se importar com que o os outros pensem ou digam. Já está mais do que na hora de você tomar posse do que é seu. A realidade é plástica e sendo assim pode ser modificada. Se até você pode comprar um par de silicones e sair turbinada, sua realidade não pode mudar? É a mesma coisa! A diferença é que mudar a realidade você não precisa gastar nada, basta fazer o exercício dos cinco minutos imaginando exatamente a realidade que você quer para você.

É justamente no exercício de cinco minutos, que você sonha acordada. É nesse exato momento que você fica “consciente” em seu sonho compartilhado com o Universo, o qual chamamos de vida.

E é justamente aí que você se torna imparável…

Conseguiu compreender o poder que você tem em mãos?

 

Siga-me no twitter: @menruntoyou

ConsultoriaComprar

SaberDizerNaoComprar

FiqueporcimacomprarHomemComprarIIModusComprar
Defesas_Energéticas

Quer que suas coisas se realizem? Então se assuma!
jun 10th, 2014 by admin

É o que mais vejo acontecer. Todos querem amor, dinheiro, saúde e beleza. Desejam aplicar a leis, as estudam e as compreendem, porém ninguém se dá conta do principal: As leis do Universo agem através de você e não por você. Tem muita gente que ainda continua agindo e pensando como se essas leis fossem iguais aos pais, que davam e tiravam coisas. As leis não funcionam assim. Esqueçam esse mecanismo aprendido de castigo e punição. Simplesmente isso não existe no funcionamento das leis. Bom ou ruim, certo ou errado, moral ou imoral, não existe.  Isso é do homem e não do universo. O Universo é alheio a tudo isso!

O que existe é justiça divina! Sim! E sabe qual é a justiça? Será materializado em sua vida exatamente aquilo que você vibra. Isso é justiça! O resto é novela, é crendice popular, é estória para boi dormir.

Esteja 100% em você, ao seu lado, assumindo-se por inteira, aceitando seus limites, seus sonhos, suas repulsas e suas guerras e então seus desejos serão realizados.

Se você se aceita e se assume, tudo em volta de você não possui alternativa a não ser também dizer amém. É você a sua lei. Você define seu destino, os acontecimentos e pessoas que farão parte dela. Se você diz SIM com suas sensações e assume o sentimento como verdade, então no astral aquilo “já é”, “já foi”, “já está criado”. É sempre assim. Você crendo nisso ou não. Afinal, as leis não vão ser mudadas apenas porque você duvida. Duvidando ou não, acreditando ou não, elas continuam funcionando, assim como a Lei da gravidade. Aliás, a lei da gravidade, já tão manjada por você desde a época da escola, também é uma dessas leis.

Se você acredita e comprova a leia da gravidade dando apenas um pequeno pulo em seu próprio lugar, porque você não acredita nas leis de materialização e criação da realidade, apenas observando os acontecimentos de sua vida e suas sensações diárias?

É tão simples! Está tão na cara! Não existe erro, injustiça, muito menos o não funcionamento de uma lei para alguém. Está sempre funcionando! Você pensa uma coisa, mas sente outra! O que vale? Aquilo que você sente!

Você se assume? Assume suas ideias, suas opiniões, suas vontades, seus “gostos” e “não gostos”? Você fica sempre 100% ao seu lado, mesmo que o mundo inteiro fique contra? Você tem a coragem de ir contra a alguém que você ama, apenas para satisfazer o seu anseio?

Se você respondeu a sim sem gaguejar em todas essas perguntas, então você cria sua realidade num piscar de olhos. E por quê? Porque você finalmente se colocou em primeiro lugar em sua vida. A maioria “acha” que se coloca em primeiro lugar, mas basta observar suas atitudes para ver, que não demora muito, para que você passe por cima de você, sem qualquer cerimônia. E ainda depois me pergunta, onde que eu acho que você está errando!

Até quando você vai viver nessa cegueira de vida? Até quando você vai viver alienada de sua própria condição? Até quando você vai viver incorporando mãe, namorado, marido, filho, amigas? Quando é que você vai incorporar você mesma? Quando você vai se encaixar em você? Quando você vai finalmente tomar posse do seu corpo, do seu espírito, de sua alma e de sua posição nesse planeta. Esqueça! O planeta não vai parar pra você descer. Não dá para se arrepender de ter encarnado. Já foi! Você já nasceu! Portanto faça o seu melhor. Melhor pra quem? Pra você!

Siga-me no twitter: @menruntoyou

ConsultoriaComprar

SaberDizerNaoComprar

FiqueporcimacomprarHomemComprarIIModusComprar
Defesas_Energéticas

Tome Posse de Si – Áudio – Lançamento
jun 9th, 2014 by admin

Você é daquelas pessoas que ficam sempre na dependência da decisão dos outros para definir sua vida? Você sempre está preocupada com que os outros estão falando, pensando e achando? Você deixa de fazer o que se deseja com medo de ser excluída? Você se anula em detrimento a familiares, amigos, namorados ou marido? Você assume a opinião dos outros como verdadeiras, mesmo que sinta em seu ser que tais afirmações não fazem parte do seu espírito?

Se você titubeou em uma dessas perguntas, afirmo: Você está dando o seu valioso poder aos outros.

Ora, você foi dotada de pleno poder ao vir a esse planeta. No entanto, você prefere anulá-lo, ou até mesmo cedê-lo a terceiros, apenas para não contrariar alguém, na esperança de ser aceita. Porém o tiro sai pela culatra. Pois, quanto mais você tenta ser a “perfeitinha”, assumindo papéis impostos pela sociedade e pelo meio em que vive, mais você é desvalorizada e passada para trás pela lei da atitude.

Não adianta fazer mentalizações atrás de mentalizações, se seu próprio poder, você não assume. Não adianta ter uma lista de coisas que se deseja realizar, se você dá mais importância ao que “ele” acha ou pensa. Se ele não gosta, você se cala. Se sua mãe não aprova, você engaveta seu anseio. Se você tem outra opinião sobre algum assunto, você não sustenta sua posição com medo de não agradar.

Você se anula! E, portanto seus desejos também são anulados!

Você quer ter dinheiro! Você quer ter um relacionamento afetivo maravilhoso! Você quer ter saúde! Você quer ter amigos! Como eu pergunto? Como, se você não se banca? Como, se você não se assume como é? Explica pra mim, como você pretende isso!

E depois ainda vem me dizer que o Universo é injusto! Injusto? Você não faz o trabalho que lhe cabe e prefere colocar a culpa de tudo nessas mesmas leis?

Se você está feliz, muito bem! Continue assim! Mas se você está chegando a um ponto, em que não aguenta mais levar tapa na cara da vida, se você está cansada de ser desvalorizada, de ser pisada, e desrespeitada, esse áudio é pra você. É agora ou nunca!

Ele não vai valorizá-la se você antes não despertar para o seu próprio valor. Ele não vai assumir nada com você, se você não se assumir por inteiro primeiro.

E só tem um jeito de você mudar seu caminho: TOMANDO POSSE DE SI.

Siga-me no twitter: @menruntoyou

 

Mentalizar e Soltar
jun 6th, 2014 by admin

ConsultoriaComprar

Mentalizar e soltar parece-me ações antagônicas, não é mesmo? Principalmente porque alguns autores dizem que para que a lei funcione, o indivíduo precisa pensar na questão vinte quatro horas por dia, além da mentalização e quando fizer esta última, ainda procurar uma sensação de excitamento extremo, máxima felicidade, contentamento e satisfação. Ou seja, um estado que para você que não nasceu com a genética de Buda é algo praticamente impossível.

Quando me propus a estudar física quântica, as leis que regem o universo, comecei a testar tudo de todos os jeitos, afinal eu queria que funcionasse para mim. E queria que funcionasse em vários aspectos de minha vida. Então comecei a notar que em algumas áreas, ou para algumas coisas o mecanismo era tão simples que parecia brincadeira de criança. Mas para outros era um inferno. Não funcionava e eu me frustrava, amaldiçoava o universo, encostava todos os livros e etc.

Depois eu voltava e pensava, se tantos especialistas, cientistas, PhDs, se tem tanta gente dando depoimento de que conseguiu, então a perua aqui torcedora do Santos Futebol Clube também tem que conseguir. Então comecei a observar e analisar os fatos ocorridos em minha vida.

Analisando observei que tudo aquilo que eu fiquei em cima, nervosa, preocupada, ansiosa, agoniada, com medo, travava. O que eu mantinha a tal “cabeça fresca”, não ligava, não me importava, fluía que era uma maravilha.

Foi aí que entendi: Não era Deus, não era algo fora de mim, mas era eu mesma que provocava o andar da carruagem em minha vida. Aí comecei a testar as leis conscientemente.

Foi então que cheguei ao exercício dos cinco minutos, seguido por esquecer a questão até a próxima sessão de mentalização.

E porque dos cinco minutos e depois soltar o assunto? Porque até cinco minutos, você consegue pensar no que se deseja sem deixar que sua mente consciente inicie uma maratona de pensamentos catastróficos que anularão seus desejos. Erro esse mais comum cometido pelas pessoas que tentam aplicar as leis em suas vidas.  As pessoas pensam no que desejam, porém ficam com tudo na cabeça o dia inteiro, como se fosse uma macumba ligada, sabe? Aquilo fica martelando! A pessoa quer muito! E então entra nos “Será…?”! Entrou nos “Será…?”, o processo estagnou.

E porque paralisa tudo? Porque por mais que você pense no que deseja, o sentimento predominante é o de medo. Você sente o medo, a dúvida, a insegurança, em todo seu corpo. E quer sentimento mais poderoso do que o medo? O medo toma conta! Segura tua vida e fecha teus caminhos.

Sendo assim, os cinco minutos, desligando-se da questão na sequência e só voltando a pensar  em seus desejos na próxima sessão, foi o método mais eficaz que encontrei. Pois se trata de uma mentalização tranquila, num estado natural do seu ser, ou seja, o estado em que você comumente está acostumada a viver e não um estado, que para você é atípico.

E como devo me sentir ao longo do dia? De bem comigo mesma! Em paz comigo e com o mundo! Você só precisa se sentir bem para que os mecanismos sejam ativados e trazidos até você.  Esse é o pulo do gato!

Siga-me no twitter: @menruntoyou

 

SaberDizerNaoComprar

FiqueporcimacomprarHomemComprarIIModusComprar
Defesas_Energéticas

Menos Pamonha Mais Feliz
jun 5th, 2014 by admin

ConsultoriaComprar

Quanto tempo da vida perdemos nos importando com o pensamento dos outros. Tem gente então, que a vida toda é orquestrada pelos olhos dos outros. “Porque fulana falou, beltrano disse, e achou, e reclamou, e deu opinião, e está pensando, não gostou, acho um exagero, me achou muito isso ou pouco aquilo” e por ai vai.

Agora pense aqui comigo. Você vive com a opinião alheia? Que parâmetro, que tabela, que marcador essa pessoa está usando para julgá-la muito isso ou pouco aquilo? Quem é ela para dizer ou maldizer. Deus? Nossa Senhora da Abadia? Por acaso essa pessoa é o modelo da perfeição em saúde, estética, inteligência, beleza, simpatia, blá blá blá? E por acaso você não tem uma orelha (um filtro) entre a boca pequena do outro e seu cérebro?

Eu aprendi a descartar tudo que me falam. Tanto de bom como de ruim. Afinal, quem tem ouvido para elogio, tem ouvido para críticas também.

Quando alguém vem dizendo “sabe o que eu acho?”, eu já descarto. Nem escuto, pois sei que quando a pessoa vem no “acho”, ela não está sentindo, mas sim pensando. E pensamento você já sabe bem como é. Quando pensamos, pré-julgamos o outro, a situação, o contexto, com padrões morais de certo e errado que aprendemos lá atrás. Mas esses padrões são certos? Quem foi que inventou esses modelitos?

A gente mesmo conhece vários modelitos dessses e passamos a vida tentando em vão nos encaixar nesses tais padrões. A gente primeiro assume o papel de filha, depois de namorada, de profisisonal, de esposa, de mãe, de nora, de irmã, de arrimo de família, de patinho feio, de desgraçada miserável sem valor e por aí vai.

Não seria mais fácil e menos trabalhoso, apenas assumirmos quem somos?

Imagine você sendo somente você a partir desse minuto. Só imagine! Não seria maravilhoso? Perceba a sensação de calma, de tranquilidade e de aconchego que você sente em seu corpo. E sabe por que você sente isso? Porque quando você se imagina sendo você mesma perante a sociedade ocorre um fenômeno chamado de “encaixe”.

Sim! Você passa a vida desencaixada. E por consequência disso, fica sempre com aquela sensação de que você não pertence aquele lugar, que você está sempre errada, sempre aquém das expectativas de terceiros, que o seu é sempre inferior, que os outros são melhores, que nunca você conseguirá ser quem se deseja, que as coisas boas não vem pra você e que essa vida é totalmente sem sentido.

Que tal deixar de ser essa pamonha que te ensinaram e começar a colocar os pingos nos “i’s”? Que tal colocar um freio em quem a está invadindo? Que tal eliminar de sua vida, pessoas e situações que a estão fazendo sofrer? Afinal, o que vale a vida baseada em sofrimento?

Eu não estou aqui pra isso. Você está? Se está ou não, só depende de você. Poder você tem! Só não o usa. Você se anula hoje para não bater de frente. Só que os outros não se importam em passar por cima do seu corpinho para se sentirem alguma coisa. Se eles podem se achar no direito de insultá-la porque você não pode se defender?

Eu mordo! E com vontade! E você? Quer começar um canibalismo hoje?

Siga-me no twitter: @menruntoyou

 

SaberDizerNaoComprar

FiqueporcimacomprarHomemComprarIIModusComprar
Defesas_Energéticas

Algumas coisas relevantes para homens em geral
jun 4th, 2014 by admin

ConsultoriaComprar

Muito se especula o que é de fato relevante ou não para o sexo masculino. Obviamente ninguém pode negar que a dinâmica sexual entre homem e mulher é um dos pilares que mais pesam nas decisões masculinas, afinal homem em primeiro lugar possui essa urgência de aumento inconsciente da espécie humana que nós mulheres não temos.

Mas o que mais além do sexo, os homens levam em consideração antes de decidir se uma mulher deve ser levada a sério ou não?

Eu elaborei uma lista de pré-requisitos que são comumente observados e analisados por eles. Vamos a elas?

1)      Roupa

Se você consegue sustentar um decote que dá para ver a Asia selvagem ou uma saia que você não pode nem pensar em derrubar algo no chão, ótimo. Parabéns. Caso contrário, muito cuidado com as ousadias, principalmente quando estão se conhecendo. Roupas muito curtas ou muito decotadas podem passar uma imagem errada ao pretendente.  Você pode claro usar uma saia mais curta ou mais justa, sem exageros. Mas se o fizer, cubra a parte de cima por gentileza e vice-versa. Ele não é seu ginecologista.

 

2)      Português

Cuidado nesse quesito. Se ele for um homem mais culto, mais estudado, de uma casta mais abastada, ele vai se importar sim com sua linguagem culta. Muito cuidado.

Axo com X não existe! Com X se escreve Xuxa, aquela apresentadora infantil que cantava: “Marquei um X um X um X no seu coração….”.

Erros de português de escrita tanto quanto oral são de acabar com qualquer encanto para alguns homens.

Para MIM fazer, não existe! MIM não faz nada! Quem faz sou EU! Ou você virou uma índia Yanomame e não estou sabendo?

- “Ah Fernanda, mas português é Xato!”

Então vá namorar um motoboy e pare de me dizer que quer ser rica, ok?!

 

3)      Postura

Esse quesito merece alguns parênteses. Ser divertida, simpática e alegre são ótimas características. Porém sua animação não deve ser sinônimo de algo sem noção. Descer até o chão nem pensar! A não ser que ele seja um “MC alguma coisa” e esteja acostumado com o babado. O mesmo vale para “boquinha da garrafa”, “Créu”, ou qualquer outra dança que configure movimentos sexuais selvagens. Controle-se criatura! Isso não é um show de calouros!

 

4)      Interesses e projetos

Passados os pontos básicos, um homem vai tentar identificar o que a motiva, o que faz seus olhos brilharem, se você é uma mulher superficial ou se possui de fato interesses e projetos que só diz respeito a você mesma. Cuidado aqui para não inventar coisas que você não gosta ou não conhece. Se você gosta de corte e costura, diga com toda pompa. Não se preocupe exatamente com o que seja, contanto que seja um interesse real. Caso contrário, parecerá falso.

 

5)      Preocupação com a própria saúde

Todo homem gosta de saber como você cuida de seu corpo, se tem zelo por ele, se observa o que come, com consciência. Não estou dizendo aqui de tipo físico, mas a forma como cuida de si mesma. Por favor, nada de ficarem falando de dieta, quilos a mais ou lipoaspiração. Você é linda e ponto final!

Eles dizem com todas as letras:  “Não existe nada mais chato do que sair com uma mulher que não bebe e não come. Provavelmente não deve trepar também.”

 

6)      Dignidade e Amor Próprio

Agora sim! Eis que chegamos ao ponto máximo desse texto. Sua dignidade e amor próprio. Onde está esses dois quesitos em você? Ele sente assim que se aproxima de você ou precisa cometer um ato grosseiro para que seja descoberto? Ou ainda, mesmo sendo rude ou desrespeitoso você finge não ligar? É bem no começo que as negociações são realizadas inconscientemente. Ele vai saber a partir daqui se você é uma mulher que pode ser levada a sério, ou se apenas um passatempo.

Se ele só quiser um passatempo, ele vai embora. Não lamente! Agradeça por tudo ter sido breve e você não ter perdido seu precioso tempo. Caso contrário, a tendência é que ele comece a se enrolar em você cada vez mais. Basta esperar!

Siga-me no twitter: @menruntoyou

 

SaberDizerNaoComprar

FiqueporcimacomprarHomemComprarIIModusComprar
Defesas_Energéticas

Vi meu ex com outra
jun 3rd, 2014 by admin

ConsultoriaComprar

Existe dor maior do que essa, principalmente quando ainda gostamos do ex? É horrível, não é? Quando alguém me escreve dizendo que encontrou o ex com outra mulher, ou viu fotos em redes sociais, eu sei o quanto a pessoa está sofrendo. E sei que está sofrendo mesmo. Parece como um tapa na cara, seguido por uma abertura de um buraco negro bem abaixo de seus pés, não é verdade?

Mas o engraçado é a sensação posterior disso. Parece que como o que de pior poderia ter acontecido, nada mais a partir de agora a coloca mais medo. Você parece que começa a soltar tudo, parece que como você teve uma experiência tão dolorosa que a partir de agora nada mais vai abalá-la.

Ou não! Tem ainda aquelas que por verem o ex com outra, entram num estado obsessivo para o terem de volta a qualquer custo. Criando dessa forma um sofrimento, uma angústia, uma agonia sem fim. Afinal isso não é vida pra ninguém! Viver sofrendo por causa de outro corpo que nem está mais ali? Viver em eterna tristeza por um passado que já foi?

Ora, com tanta gente nova pra você conhecer, tanto homem interessante, tanto bofe comível por aí, por que cargas d’água você precisa encasquetar com aquela carcaça, que era até meio feio, burro e ogro? Explique para a titia aqui. Que atração é essa pelo sofrimento? Você sente prazer em sofrer? Gosta de arrastar um carroção de amarguras ao longo da vida, quando poderia estar “piranhando” para tudo quanto é lado?

“Ah, mas eu não consigo parar de pensar. Eu não me conformo. Não aceito. Não quero. Eu queria que tivesse sido diferente.”

Pois é! Mas não foi! Foi o que deu para ser, e por aquele tempo. Ele foi aquilo que ele era e vai continuar sendo. Se você quer que ele seja diferente, então é porque na verdade você deseja outra pessoa que não a ele. Você deseja outro homem, com outras qualidades e características, apenas com aquela carcaça “malacabada” do infeliz.

E já que a coisa é como é, então eu vou tentar ser o melhor que eu posso ser pra mim. Eu fazer o meu melhor para que eu volte a me sentir bem e assim minha vida se torne algo prazeroso. Afinal, estamos aqui nesse planeta para treinar nosso poder sobre a matéria. A evolução está exatamente nisso. Ninguém está aqui para virar uma santa de manto azul e ascender aos céus em nome da purificação da carne (risos).

Ninguém está aqui para ficar se culpando e pensando se tinha que ter feito ou falado assim ou assado. Você fez aquilo que deu para aquela situação e foi muito bom! Você foi aquilo que você sabia, aquilo que deu pra ser e isso não se discute mais!

Mas sabe do que mais? Das vezes que tive alguma aparente decepção afetiva na minha vida, depois, após algum tempo, talvez até anos, é que eu fui compreender que era a vida me protegendo. Mas todas as vezes? Todas! Sem exceção. Quando estamos apaixonadas ficamos cegas, sem enxergar um palmo a frente de nosso nariz. As outras pessoas, até próximas a nós, muitas vezes até tentam sutilmente nos alertar, mãe principalmente, que parece que tem visão de raio X, mas nós não damos importância. Até mesmo nosso senso de proteção (nosso leão protetor), tenta a todo custo e em vão nos fazer ver a realidade dos fatos, mas nós naquela profunda ilusão não o damos ouvido.

Você está sofrendo hoje? Tudo bem! Fique ao seu lado e saiba que isso também vai passar. Ah vai!!! Eu garanto!

Siga-me no twitter: @menruntoyou

 

SaberDizerNaoComprar

FiqueporcimacomprarHomemComprarIIModusComprar
Defesas_Energéticas

SIDEBAR
»
S
I
D
E
B
A
R
«
»  Substance:WordPress   »  Style:Ahren Ahimsa
© Todos os direitos reservados