Seja bem-vindo ao novo Fazer um Homem Correr Atrás!

Pra quem está sofrendo… Lançamento em Áudio

Praquemestasofrendo


Nenhum ser humano passa por aqui sem experimentar o que veio experimentar. Queremos sentir a vida como ela é. Queremos nos sentir vivos! E por conta disso somos confrontados com diversos tipos de situações que nos levam a sentir um turbilhão de sensações e sentimentos. E então conhecemos a dor, o sofrimento, a raiva, o medo, a tristeza, o arrependimento, o ódio, o amor, a desilusão, a alegria, o contentamento, o prazer…

A humanidade seja em qualquer parte desse planeta, qualquer idioma usado, ou religião adotada, procura por explicações, formas de compreender os motivos reais que nos levam a passar por essa ou aquela situação. E por que fazemos isso? Porque quando sofremos, quando sentimos lá dentro de nossa alma algo que dói e que machuca, queremos entender, queremos nos entender, queremos chegar mais perto e fazê-la parar. Não queremos sentir! Pois obviamente é mais fácil tomarmos um ansiolítico, um antidepressivo, um calmante do que olharmos de frente o que tanto nos aflige.

Mas sabe…. Foram nesses momentos de crise, de mágoa, de tristeza, que eu aprendi de verdade a lidar comigo. Foi a partir desses mesmos acontecimentos que eu pude entender que eu não compreenderia o que precisava ser compreendido, se não fosse daquela maneira. Afinal, ninguém aprende a ler e escrever só olhando alguém ensinar. Nós temos é que experimentar. Experimentar a ler, escrever, errar, apagar, escrever novamente, esquecer a palavra, procurar no dicionário, ficar em dúvida e até mesmo comparar os estilos para sabermos o que mais gostamos. E na vida também não é assim?

Como saberemos o que nos faz felizes se não for a base da comparação? Como eu decidi qual cor eu mais gostava? Como eu decidi qual padronagem prefiro? Qual perfume eu me sinto melhor? Prefiro o dia ou a noite? Percebem como tudo está no contraste? Principalmente os assuntos que julgamos mais importantes! Até com relacionamento afetivo é assim! Todos nós de uma maneira ou de outra acabamos interpretando como “sofrimento” o que na verdade é apenas contraste.

Uma vez escutei que “o sofrimento é o remédio para acordar o espírito”. Mas eu vou além. O sofrimento além de nos fazer sentirmos vivos, de uma maneira um tanto torta e masoquista obviamente, também é um sentimento egoísta, afinal, ele não pode em hipótese alguma ser compartilhado. Quem sente, o sente e acabou. Por mais que tenhamos compaixão a dor alheia, só quem está sentindo é que sabe do tamanho e da intensidade.

Eu aprendo aqui todos os dias. Aprendo com sofrimento de quem me procura. E vejo como o ser humano é forte. Vejo mulheres decepcionadíssimas com homens que confiaram, homens sem perspectiva de futuro, mães que perderam seus filhos mas aprenderam de uma maneira misteriosa e profunda a ver alegria na vida, pessoas que sofreram perdas de todas as ordens, que enfrentaram doenças importantes, que perderam tudo, que perderam a própria dignidade, que acreditam até mesmo que nunca serão felizes!

Mas a verdade é que todos nós passamos por momentos como esse em nossas vidas. Todos nós em uma área ou outra da vida, ou em várias, até ao mesmo tempo, enfrentamos situações e adversidades, que nos fazem questionar uma série de coisas. Considero essas horas, como um dos momentos mais importantes de nossas vidas. Afinal, choramos até para nascer, não é verdade? É nessas horas que nos conectamos ainda mais conosco, descobrimos forças, talentos, inteligências, que jamais suporíamos ter dentro de nós. E é por isso, que sempre após uma batalha, independente qual e com quem seja, nos modificamos, nos transformamos, nos tornamos mais fortes, mais presentes, mais encaixados em nós mesmos e mais cientes de como realmente queremos viver nossas vidas.

Se você por algum motivo está sofrendo, está enfrentando um momento de crise, algo importante, então esse áudio é para você.

 
 

Siga-me no twitter: @menruntoyou

SalvandoseuRelacionamentoComprarProsperidadeComprar7 MateaFadaGeleiaComprar

Posts relacionados

  1. aline, 2 de maio de 2017 - 19:24

    Fernanda me ajuda descobri q meu namorado de 6 anos estava mandando msg carinhosa pra uma mulher casada.foi a mesma coisa de ter enfiado uma faca na minha barriga.terminei óbvio bloqueei ele de tudo mas ele está so me ligando não quero atender pq não qiero mais render esse assunto.o q eu faço?atendo e jogo na cara dele ou contínuo sem atender?

    • Ludi, 2 de maio de 2017 - 22:33

      Aline,
      Vi sua pergunta e acho que o procedimento é o mesmo para todos os homens que traem a nossa confiança: bloquear de tudo, sumir, desaparecer. Qualquer coisa que ele fale, não vai justificar a canalhice, desrespeitando 6 anos do seu companheirismo, sua pessoa e dignidade. Ele quer discutir, falar, bater de frente, afinal ele pensou que era muito esperto e você foi infinitamente mais do que ele.. Siga em frente e mantenha-se firme. Quando alguém me infernizou, troquei meu número de celular e fui avisando as pessoas que isso ia acontecer, passando o número novo…o mais importante é apagar ele da vida, pois já se mostrou ser um idiota, sem caráter e o Universo te livrou de uma !! Agradeça! Bjs

      • Natinha, 3 de maio de 2017 - 0:05

        Apoiada, Ludi :)))

      • RM, 3 de maio de 2017 - 3:37

        Apoiada Ludi [2].

  2. A medrosa, 2 de maio de 2017 - 19:59

    Fer, vc é muito iluminada mesmo. Impressionante a sintonia contigo. Sempre que preciso de uma palavra, vc vem certeira! Ainda nessa noite pensei: preciso perguntar para a Fernanda como viver sem ou apesar dos medos. Não quero depender de remédios para segurar as pontas da vida, pq viver realmente é um desafio (ainda mais pra mim que sou ateia). Como fazer? Sinto medo de tudo, de ficar, de sair, de andar na rua, de pegar avião, a estrada; medo de perder quem amo; medo de morrer. O que é isso Fer? Como seguir? Só fechar os olhos e ir com medo pra mim não dá! Kkk

  3. Dri, 2 de maio de 2017 - 20:00

    Sabe, Fer… eu acredito que a vida sempre coloca pessoas na nossa vida por algum motivo. Vc é uma pessoa que a vida colocou no meu caminho e no caminho dessas tantas mulheres aqui pra nos ajudar a nos reencontrar, a voltar para o fluxo. Sou muito grata por tudo o que aprendo com vc dia após dia, de coração. Beijos..

  4. Norma, 2 de maio de 2017 - 20:15

    Bom dia! O audio é voltado para sofrimento amoroso?

    • admin, 2 de maio de 2017 - 21:54

      Norma

      Diversos tipos de sofrimento…

  5. Ana Deise, 2 de maio de 2017 - 22:22

    Obrigada Fe, hoje to passando por algo triste familiar e ler esse texto só confirmou que eu preciso lutar e não m desanimar, oxalá abençoe vc sempre, Gratidão…

  6. Ludi, 2 de maio de 2017 - 22:47

    Fe,
    Obrigada por mais este áudio…ja estava pensando em adquirir um novo para ganhar resistência aos sofrimentos que tem sido bem pesados depois que meu pai faleceu (vou te contar em consultoria).Estou pensando em mudar de vida e de estado, não para me livrar dos problemas, mas em busca de uma renovação: novos ambientes, pessoas, experiências. Acho que o excesso de sofrimento pode ser algo libertador para alma, descortinar as dúvidas e ganhamos aquele empurrão da vida…espero muito esse áudio, sua ajuda é fundamental para mim! Acho que se eu não tivesse encontrado esse site, jamais teria me olhado com tanta profundidade, evitando os mesmos erros e aprendendo a me amar, sendo paciente comigo. Ja está a venda?
    Beijos Rainha, beijos meninas

  7. Cafa Estagiaria, 2 de maio de 2017 - 22:56

    Ja compreeeei o meu Loira!
    eu tenho escutado direito o audio dos bloqueios… e MUITOS amigos queridos meus de infancia e adolescencia estão entrando em contato comigo para nos vermos e eu to achando isso mto gostoso… eu que esses dias estava aqui reclamando que não tinha amigas… e ja deixei de sair com o rapaz que tinha namorada, sinto MUITA saudades, penso nele direito, mas conversamos outro dia e rompemos tudo, não falo mais com ele e nem o vejo mais tbm (apenas penso nele com saudades), espero que da mesma forma que meus amigos estão aparecendo, que apareça um boy (mas nada de boys do passado) quero um NOVOO (um bom homem), e que apareça para ficar na minha vidaaa UHUL

  8. lu20, 2 de maio de 2017 - 23:19

    Oi Fer tudo bem? Amanhã é meu aniversário comemoro 21 anos estou feliz dá mulher que me tornei mas o fato de não ter casado ainda me assombra. Porém depois de ter terminado o relacionamento a quase 7 meses eu não consigo me interessar por ninguém e ainda sou neurótica exemplo:

    – Antes de beijar tenho que olhar se a boca do ser humano não tem cárie! Pq se tiver sem chance se não cuida bem da boca vai cuidar do pau?

    – Não consigo transar igual antigamente eu não ligava muito pra isso, hoje não consigo nem ficar com alguém sem ao menos conhecer e ver se realmente é digno de ficar comigo. Sexo? Só me mostrando exame pra ver se não tem AIDS.

    Estou neurótica demais? Parece que os homens não sabem mais lidar com as mulheres, perderam o respeito.

    E meu ex vivia e vive falando pra outras pessoas que deu duro pra ficar comigo não é atoa que fui a primeira namorada dele e até hoje depois do texto nunca namorou, tá com cara de triste e sem ânimo. Agora pergunto se ele gosta de mim pq não veio atrás de mim até hoje?

    Exitem coisas paranormais acontecendo comigo também! Vou comprar uma consultoria por voz faz tempo que não conversamos, minha filha tá enorme.

    Beijo

    • admin, 2 de maio de 2017 - 23:54

      lu20

      Vc só tem 21 anos…rsrs…e já está preocupada quando vai casar?

      – Antes de beijar tenho que olhar se a boca do ser humano não tem cárie! Pq se tiver sem chance se não cuida bem da boca vai cuidar do pau?
      Resposta: Concordo plenamente e tb sempre fiz isso…kkkk

      – Não consigo transar igual antigamente eu não ligava muito pra isso, hoje não consigo nem ficar com alguém sem ao menos conhecer e ver se realmente é digno de ficar comigo. Sexo? Só me mostrando exame pra ver se não tem AIDS.
      Resposta: Pedir exame é premissa para se retirar o preservativo da jogada, coisa que só deve acontecer após um período considerável de namoro. Antes disso, só com camisinha. Concordo com vc! Vc não está errada não!

      • Ludi, 3 de maio de 2017 - 0:16

        lu20,
        Apenas completando o que a Fe falou: “camisinha sempre e só depois de um tempo considerado de namoro, pensar a respeito”. E de preferência repetir o teste tambem. Falo isso porque já atuei na área comercial na venda de exames clínicos de laboratório. E tanto farmacêuticos quanto biólogos dizem que existe um período de infecção chamado “janela imunológica” onde a pessoa já foi infectada pelo vírus, mas ele ainda não pode ser detectado por exame com muita precisão, pois leva um tempo para ser reconhecido pelo organismo. Ou seja, se uma pessoa foi contaminada 1 semana atrás, pode dar negativo o teste. Enfim, camisinha é muito importante! A vida é o maior bem que temos! Vamos nos valorizar! Bjs

        • admin, 3 de maio de 2017 - 3:18

          Ludi

          Perfeita sua colocação. Exatamente…tem q fazer o exame hj e repetir 90 dias depois novamente….
          Mas olha…mesmo assim, inventa que tem alergia a anticoncepcional e usa camisinha sempre…assim vc fica tranquila e nossa tranquilidade não tem preço.

          • Lu20, 3 de maio de 2017 - 5:29

            O problema não é só a camisinha e também outras partes que acontecem exemplo o sexo oral antes não tinha paranóia hoje em dia estou sempre paranóica com isso! Pq os homens não se importam apenas colocam o pipi em qualquer buraco.

        • Carol, 3 de maio de 2017 - 11:16

          Nao só isso… Todo mundo esquece do HPV! Aids é mt pior, é! Mas o HPV pra nós mulheres é mt perigoso! São mais de 125 tipos e um desses varios, se não for tratado pode nos causar o câncer de colo de útero! Posso dizer isso com propriedade, pq meu ex fazia todos os exames… Todos negativos! Porém, sabia q tinha HPV e nunca me disse! Só fui descobrir quando vi uma lesão nele e o confrontei! Ele me disse q já sabia q tinha ha alguns anos! Tive q fazer um exame doloroso e graças a Deus eu não tenho o vírus e nunca tive lesão! Nos meninos se não me engano só sabe quando aparece a lesão, se não aparecer o Gumer nunca vai saber! Na gente, ocorre a alteração no preventivo, dependendo o gine manda fazer a colposcopia. Hj em dia não estou mais com essa pessoa, mas mesmo assim, independente exijo a camisinha!

  9. nati, 3 de maio de 2017 - 0:06

    que coisa, estou passando por um sofrimento de ordem financeiro, um familiar que jamais esperava esta me virando as costas, pra resolver sozinha. agora msm estava pensando nisso
    estou preocupada porem otimista, sinto que eh uma reviravolta pra algo maior reservado
    obrigada!!

  10. Isa, 3 de maio de 2017 - 1:36

    Fê, chorei ontem vendo esse vídeo. Estou em uma fase muito difícil, mas seus ensinamentos e seu apoio têm tornado tudo imensamente mais fácil. O que percebo é que nascemos coloridas ecom o tempo vamos ficando preto e branco…mas só depende de nós termos de volta as nossas cores e você está com as palhetas, prontas para nos ajudar nesse processo… não há dinheiro que pague essa ajuda e esse amor ao próximo que você demonstra a cada dia aqui por nós. É um ato de amor lindo! Muito obrigada por toda essa luz, diva!

    • Aline, 3 de maio de 2017 - 18:16

      ISA vc q tem ,35? As vezes me sinto deslocada pois acho q os conselhos dá Fernanda só servem para as novinhas

      • admin, 3 de maio de 2017 - 18:59

        Aline

        Vc está completamente enganada….rsrs….os conselhos que dou servem para mulheres de todas as idades inclusive as casadas.

      • Isa, 4 de maio de 2017 - 20:07

        Oi Aline, sou não. Tem várias Isa aqui, kkkkkk. Bj!

  11. bina, 3 de maio de 2017 - 8:18

    Tudo que eu precisava ler. Obrigada!

  12. Viviane Braz, 1 de junho de 2017 - 2:52

    Fernanda, como eu gostaria de ter conhecido seus vídeos há 2 meses atrás… Eu fiz tudo errado. E agora estou sofrendo muiiiiito. Minha história é longa… Mas eu preciso e quero muito contar pra você. Como faço? Um abraço fraterno
    Vivi

  13. Ana, 13 de novembro de 2017 - 10:33

    Eu tô passando por um sofrimento esses dias… Eu e meu namorado acabamos o namoro, tinhamos 1 ano e 5 meses de namoro, mas 2 anos e 5 meses de “relacionamento”, estou sofrendo muito. Eu estava chateada a algum tempo por algumas coisas que ele vinha fazendo ou melhor, não fazendo. Moramos em cidades diferentes, 20 minutos de distância, ele meio que não tava fazendo o esforço que eu tava fazendo para nos vermos, isso tava me deixando mal, resolvi terminar, ele pediu pra conversar, disse que eu estava me precipitando, depois pensei bem enquanto ele dormia, e resolvi não terminar, ele ficou chateado e termimou. Enfim… Eu fiz a burrada de ir atrás no segundo dia de termino, mas depois disso não fui mais.
    Ele disse que ainda me amava, mas que as brigas estavam consumindo ele, e que o deixava mal, eu também tinha uma certa insegurança, não confiava muito nele, mas não eramos de brigar.Ele me bloqueou do whats e instagram, e eu desfiz a amizade do face, pois ele não tinha me excluido e nem bloqueado de lá. Tô sofrendo e quero que essa dor pare. Não sei do futuro, não sei se poderemos voltar, tudo é uma incerteza… A mãe e a amiga disseram que ele esta triste, e que não gosta de falar sobre o termimo, que prefere falar besteiras pra espairecer a cabeça.
    Não sei como a pessoa prefere sofrer longe do outro ao invés de resolver as coisas. 😔

  14. Lua nova, 14 de novembro de 2017 - 3:08

    Fernanda nessa madrugada vem ate voce ,nao estou bem meu marido me traiu e engravidou a amante de gemeos ele chora de tristeza comigo mas no fundo vejo que ele esta feliz , sinto vontade de morre , te pesso me responde

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *