SIDEBAR
»
S
I
D
E
B
A
R
«
Por que você está passando isso?
dez 18th, 2015 by admin

AulaExtra

Você já se perguntou por que você está passando pelo que está passando? Qual motivo? O que está ocasionando isso?

Clique no link abaixo para ouvir o áudio:

http://site1379521424.hospedagemdesites.ws/wp-content/uploads/2015/12/Audio_18122015.mp3

Atenção: Meu Instagram para quem perguntou é Maria Fernanda Amaral (fernandaamaralbrag)

********************

 

Ainda não se inscreveu para começar a receber meus e-mails? Então, cadastre-se logo abaixo.

 

Siga-me no twitter: @menruntoyou

SalvandoseuRelacionamentoComprarProsperidadeComprar7

MateaFadaGeleiaComprar

 

 

 

Angústia
set 9th, 2015 by admin

DespertandooFascinioAula7

Você já sentiu angústia? Está sentindo nesse momento? E por que será? Já se perguntou? Qual será o estopim para esse tipo de emoção? Sim é emoção e não sentimento como a maioria pensa. É emoção porque vem em ondas.

Em ondas?!

Exatamente! Quando você gargalha não vem uma coisa em ondas de baixo para cima? Não percebeu? Então vamos pra aquilo que você é mestre: Chorar.

Quando você chora, não acontece a mesma coisa? O choro vem em ondas. De baixo pra cima, culminando naqueles soluções intermináveis e aquela cara de sapo boi.

Com a angústia acontece a mesma coisa! Só que o eu quero que você perceba é que suas emoções são todas construídas pelas manifestações da mente. Logo a sua mente?!

Perfeitamente! Logo essa sua mente psica que você quer arrancar fora! É ela a responsável por tudo o que você está sentindo nesse exato momento, incluindo sensações de impotência, ódio, tristeza, revolta e abandono.

Tudo é a mente! Aliás, diga-se de passagem, depressão é ódio disfarçado.

Eu vou repetir pra você que está aí com essa cara de “ninguém me ama ninguém me quer eu vou ser freira no São José”: Depressão é ódio disfarçado. Você queria matar essa ilusão que criaste na cabeça acerca de algo (preferencialmente ele) e aí se coloca na posição de vítima pois é mais acalentadora e empurra esse ódio lá pra dentro do peito. E então o que acontece? Depressão!

Percebe, minha querida?

Percebe como as ilusões que fazemos na cabeça acerca das situações, das pessoas, dos “deveria ser…” fazem os maiores estragos em nosso coração?

Claro! Afinal, você criou uma imagem mental que ele era “assim e assado”. Um grande homem! Logo ele? Aquele estrupício que nem tem pra ele quanto mais pra você?! E uma vez criada essa imagem mental, você iniciou um processo de uma lista de “deveria”. Ele deveria ser mais amoroso, atencioso, carinhoso, comprar uma casa, um cachorro, uma quatro por quarto cabine dupla e ficar comigo forever. Ok! Mas o que ele queria mesmo era comprar um corsa em 60 prestações sem entrada, beber cerveja vendo o “mengo” jogar e tirar o tártaro dos dentes uma vez ao ano no plano odontológico da empresa!

E então quando a coisa não sai do jeito que a gente imaginou e obviamente não engolimos, o que acontece? Angústia!

Angústia nada mais é do que um fato passado ocorrido que não aceitamos.

Mas se você olhar em volta verá que esse mesmo fato não está ocorrendo mais. Já ficou no passado! Ora o que está no passado, não passa de ilusão. Assim como o que está no futuro! Por que? Porque está tudo na sua mente! Não está acontecendo nada!

E como faz Fernanda pra fazer isso parar?

Como diz nossa filósofa funkeira Ludmilla: “Aceita que dói menos”.

Mas é isso mesmo! Aceite! Ele é o que ele é: Aquela coisa! A situação é aquela é pronto! Não dá pra ser diferente! Você fez o que dava e não dava pra ser de outro jeito, porque na época você só conhecia aquilo e daquele jeito. Então pronto! Está tudo certo!

Repita ai: Está tudo certo. Ele é o que ele é. E eu fui o que deu pra ser.

Ponto final!

********************

 

Ainda não se inscreveu para começar a receber meus e-mails? Então, cadastre-se logo abaixo.

 

Siga-me no twitter: @menruntoyou

SalvandoseuRelacionamentoComprarProsperidadeComprar7

MateaFadaGeleiaComprar

 

 

 

Desespero Feminino
jan 6th, 2015 by admin

Jason

Já repararam como mulher é um bicho desesperado por natureza? Entramos em desespero e pânico digno de Jason Voorhees do filme Sexta-Feira 13 com a maior facilidade. Tudo parece tão grande, tão complexo, tão sem saída… E a coisa parece que vai feder mesmo, está tudo desabando, a vida não tem jeito, você não tem jeito e até “Deus” resolveu abandoná-la. Quanto drama! E porque mesmo?

Vejamos:

Engordei 2 KG entre Natal e Ano Novo (essa sou eu!): A pessoa tira toda a roupa, sobe na balança e pensa “amanhã só fico a base de água e luz”. Então abre a Revista Caras e lá está Karina Bacci estrelando uma campanha de roupas fitness com aquela barriga irritantemente perfeita (palavrões ao fundo para embalar a cena).

*********

Ele não ligou nem mandou uma mísera mensagem de texto. Nada! Nem um e-mail de Feliz Ano Novo, o vagabundo se deu ao trabalho! Olha ai…entra e sai toda hora desse raio de aplicativo! E porque não fala comigo? Desgraçado! Miserável! Amaldiçoo a ele, a árvore genealógica completa, ao criador do Whats app, do loiro aguado do criador do face book, Bill Gates por criar o Windows e a todos os profissionais da área de tecnologia por criarem computadores, celulares e afins. O mundo não presta mesmo! Ninguém presta! Não tem homem! E eu morrerei solteira! Vou ligar para o Convento das Carmelitas já! Virarei freira!

*********

31 de dezembro e eu aqui. Sensação de nada com coisa nenhuma. Parece que um ano se passou e eu continuo pensando naquele infeliz. Agora ele deve estar jogando vídeo game, como sempre! Deve estar na fase 1.087.568. Fedendo obviamente. Com bafo. Com ketchup respingado na blusa, pois afinal quem é viciado nessa porcaria, vive assim, uma coisa meio lá meio cá. Eu odeio pensar nele! O que faço para não pensar? Cabeça maldita! Vou escutar os áudios! (choro).

*********

Entrei naquele maldito face book de novo! Não acredito! Ele teve a pachorra de postar aquelas fotos cafonas com aquela “lambisgoia malacabada”. Cachorro desgraçado. Eu quero que ele sofra de “broxamento crônico”, que aquele pinto nunca mais bata continência, que ele vá para a Índia, pegue uma diarreia e fique um ano inteiro sem conseguir sentar. Francamente! Tenha santa paciência! É o que dá se por com um babaca! Mas você sabia (você falando com sua cabeça)!  Ele tinha voz de taquara rachada, nunca engrossava! A mãe dele levava leite quente com canela na cama e ele gostava do He-Man! O que você esperava? Que de repente ele virasse Thor?! Eu quero mais é que ele se phod%$#&! E se ele por acaso tiver a audácia de vir falar comigo, escutará poucas e boas. (entrando no face novamente…).

*********

Agora olhe como seu corpo fica, quando começamos com essas pequenas coisas? Tudo começa com um sutil pensamento, passando pela criação de uma novela global completa, onde você faz todos os papéis. Você fala, você responde, você quebra o pau, você é a serial killer e a mocinha vítima da trama. Tudo junto, ao mesmo tempo, sem parar! Obviamente o surto psicótico do tipo “o mundo não presta”, “a vida não presta”, “não tem jeito pra mim” é certeiro. E você? Em frangalhos! Triste, revoltada, desanimada, endurecida, com dor de cabeça, insônia e com o cabelo que Deus me livre!

A propósito, sim! Com esse cabelo aí você não pode ser feliz! Então pelo menos salve o cabelo, por favor! Se é pra morrer então morra com dignidade, com cabelo tingido, as madeixas brilhando e os zóios esticados de botox. Pelo menos chegue do outro lado ainda abalando….

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: MENINAS E MENINOS, QUEM ENVIOU PERGUNTAS PARA O CURSO E ESSAS NÃO FORAM RESPONDIDAS NOS VÍDEOS, NÃO SE PREOCUPEM. RESPONDEREI A TODAS AS ELAS UMA A UMA. NINGUÉM FICARÁ SEM RESPOSTA!

********************

 

Ainda não se inscreveu para começar a receber meus e-mails? Então, cadastre-se logo abaixo.

Siga-me no twitter: @menruntoyou

SalvandoseuRelacionamentoComprarProsperidadeComprar7ModusComprar

MateaFadaGeleiaComprar

 

Aliviando a dor no peito
jan 17th, 2014 by admin

ConsultoriaComprar

 

Tem coisa mais horrível do que essa dor no peito? Essa angústia, essa agonia, essa coisa que te pega pelos pés e parece que vai subindo, subindo até agarrar seu coração?

É uma sensação horrorosa, como se um lutador de sumo estivesse sentado bem em cima dele, não é mesmo?

Porém, existem algumas coisas que você pode fazer para ir aliviando, principalmente enquanto você ainda não desperta para o seu devido valor. E é justamente sobre isso que falarei nesse texto.

A primeira coisa a fazer quando se sente esse tipo de coisa é entender o motivo dessa sensação estar se manifestando. E eu explico. Nosso peito dói quando temos pensamentos falsos, mentirosos que vão em direção contrária ao nosso espírito. Por exemplo: Você pensa que você é menos, quando se compara com os outros. Ou ainda pensa que nunca mais você encontrará outra pessoa que poderá se apaixonar. Que o futuro será triste, sem graça e que você ficará sozinha para sempre.

Quanta bobagem! Se você parar para analisar com discernimento, verá que essas ideias são totalmente infundadas, totalmente falsas e arrisco dizer até cômicas.

Veja bem, mulher que nunca mais vai se apaixonar novamente? Piada, não é mesmo? Nós sabemos que bastou uma coisinha interessante passar para que a gente abane o rabinho!

Mulher não ama, mulher cisma! Mulher elege um novo Jesus Cristo para salvá-la dela mesma a todo o momento.

“Ah, então porque não consigo me interessar por ninguém?”

Simples! Porque você não deixa o passado no passado! Você fica revivendo a situação mil vezes na sua cabeça. E como a mente não distingue passado de presente e nem de futuro, ela provoca uma série de sensações, como se esse bando de sandices que você está pensando fosse verdade.

Agora que você já sabe o motivo do seu peito estar do jeito que está, você compreende que basta mudar seu foco, para que esse estado se dissipe no espaço.

Para tanto, podemos concluir sobre alguns pontos que devem ser eliminados de sua vida já. São eles:

1)      Não vigiar mais rede social de ex-namorado. Exclua-o, bloqueie-o, apague-o. Tire de sua frente tudo o que pode fazer se sentir angustiada e nervosa. Poupe-se de ver coisas que a farão sofrer. Pois afinal, só o que importa agora é seu bem-estar.  E minha querida, o fato de você vigiar rede social de ex, não fará com que as coisas mudem. A sua realidade só mudará, quando aí dentro você mudar.   E tudo começa com seu bem-estar e com sua paz.

 

2)      Substituir cada pensamento que faz seu peito doer, por outro que o faça expandir-se, ficar em paz. Em outras palavras, que a façam permanecer no bem-estar. Sentir bem-estar é uma escolha. A escolha é sempre sua. O arbítrio é seu. Sua mente é só um aparelho. Você a controla e não o contrário. Dá trabalho? No começo sim! Mas estamos falando de sua vida e não da vida da atriz principal da novela, certo? Então mãos a obra.

 

3)      Afaste-se nem que seja temporariamente de pessoas que venham falar “dele”. Não escute. Delicadamente se alguém vier fazer fofoca, apenas diga: “Não tenho mais nada com a vida dele. Gostaria que você não falasse mais sobre isso comigo.” E se a pessoa insistir? Manda tomar naquele lugar, afinal, você avisou certo?

 

4)      Preencha seu tempo com o máximo de coisas que puder. Exercite seu corpo, entre em várias modalidades, experimente coisas novas, faça os cursos que você sempre teve vontade, pode ser qualquer coisa. Mas preencha seu tempo 24 horas por dia! Sentar no sofá para pensar na vida ou na questão, está fora de cogitação.

 

5)      Dê-se o máximo de atenção, carinho, amor e aconchego nesse momento. Você é sua melhor amiga. Usufrua de você! Se dê ao direito de ter prazer!

E o mais importante de tudo: Passe a se colocar em primeiro lugar em sua vida. Seja o centro dela! Em todas as situações! Passe você na frente! Trate-se como a pessoa mais importante nesse mundo para você. O lugar onde você até então colocava “ele”, coloque você. Ou seja, coloque-se lá em cima e ele lá embaixo. Afinal, ele rasteja mesmo, não caminha.

Siga-me no twitter: @menruntoyou


Saia do olho do furacão
nov 26th, 2013 by admin

Quantas vezes nos pegamos em meio a um turbilhão de emoções causado por essa ou aquela situação? Quantas vezes passamos por fases que nos entristeceram tanto, nos imbuíram de sentimentos pavorosos como a raiva, o ódio, o ciúme, o medo ou a frustração?

O ciúme então credo! Com esse sentimento ficamos fora de nós mesmas! Não enxergamos mais nada e o pior, ainda saímos criando uma variedade de coisas que em nada tem a ver com nossa verdadeira realidade.

Uma coisa que aprendi na vida foi que em todas as vezes que estiver passando por um momento delicado, muito triste ou muito revoltante, o que eu apelidei de “olho do furacão”, procure fazer o seguinte:

1)      Em primeiro lugar respire profundamente várias vezes

2)      Em seguida pense: Ok! Estou passando por isso. Não sou a primeira e nem serei a última a enfrentar algo assim.

3)      Em seguida imagine que você não é você. Você é uma amiga sua. Porém uma amiga que não segura muito a língua, daquelas que falam mesmo umas verdades doa a quem doer. Sabe aquelas amigas que preferem a verdade e a praticidade acima de tudo? Então você será essa! Ou quem sabe, você pode me imagina falando com você! (risos)

4)      Então você deve parar com a crise de loucura e tentar sair do problema olhando-o de fora, como se você fosse de fato essa terceira pessoa.

5)      Conte o problema a essa “terceira” pessoa. Exponha a questão de forma direta, sem rodeios, sem o detalhe do detalhe, mas o contexto geral. Conte como você vem se sentindo e o porquê de estar nessa situação.

6)      Em seguida, imagine que você é essa terceira pessoa. Imagine-se olhando para a questão friamente, holisticamente, desprovida de qualquer sentimento ou ligação emocional com os envolvidos e então emita sua opinião. Mas é muito importante que você não seja falsa na análise da questão. É imprescindível que você haja como se fosse uma profissional. Seja fria na análise, não passe a mão na sua cabeça, nem tampouco tente colocar panos frios. Mas apenas, analise a questão com audácia, coragem e seja prática. Deixe os dramas e as psicoses de lado enquanto estiver analisando.

Você pode ter absoluta certeza de que os pensamentos corretos virão a sua mente. O caminho será apontado a você de forma cristalina. Você saberá o que fazer a partir de então.

Se você seguiu os passos direitinhos, tenha a certeza que seu coração se acalmará. Não estou dizendo que você irá parar de sofrer. O coração para ser cicatrizado às vezes demora um pouquinho mais e sabemos disso. Mas estou dizendo que aquele sentimento de “meu mundo caiu”, “tudo está perdido”, “nunca mais serei feliz na vida”, se dissipará. E por quê? Porque esse tipo de pensamento é coisa SÓ da sua cabeça! Não é a realidade!

Lembre-se: Esse pavor, medo, sensação de que você nunca mais sorrirá, escuridão profunda, não é a realidade e é apenas fruto de pensamentos escolhidos erroneamente por você. Porém, a partir do momento em que você consegue se ausentar da situação e olhar o problema de fora friamente, identificará que o monstro não tem sete cabeças. Tem no máximo duas (risos)! E ele não é tão grande assim, como você imaginou.

Sua cabeça sim! Ela não só tem sete cabeças, como cospe fogo, se alimenta de sangue e é capaz de criar qualquer coisa em sua realidade física.

Portanto, cuide muito bem dela! E escolha para si seu estado emocional preferido! Está tudo aí com você!

Siga-me no twitter: @menruntoyou

   

 

 

A angústia que cega
out 24th, 2013 by admin

Que sentimento é esse? O que ele é capaz de fazer conosco quando o sentimos? Porque a angústia cega tanto? Que desespero é esse que toma conta de nós e nos faz falar e fazer coisas antes nunca pensadas em sã consciência? O que é isso minha querida?!

Olhe pra você agora? Agora enquanto lê esse texto. Observe-se. Agora se lembre de você no último momento em que sentiu a seguinte sensação: Um pensamento soprou ao seu ouvido como uma preeminência de catástrofe (sim, pois o “não ligar” de um homem é uma catástrofe de proporções mundiais para uma mulher! A natureza mudou seu curso! A nova era glacial está por vir! Os oceanos estão avançando! É o fim da vida humana na terra! Ahhhhhhhhhhh!….esse é o seu grito! Risos). Onde estávamos? Ah sim, no sopro no ouvido….

Exato! Retratei agora mesmo a sua cabeça. Essa que vai e vem, sobe e desce, dá voltas e cria situações nunca então sonhadas por nenhum autor de novelas. Mas…continuando….

O pensamento sopra então você o escuta. Não só escuta, você dá crédito a esse pensamento. Você valida! Ou seja, certifica que aquele seu pensamento possa de fato ser real. Então seu corpo se monta inteiro! Afinal ele entende que você está numa situação de perigo. Sabe quando você encontra um cachorro da raça Pit Bull sem coleira, solto, sem dono? O que seu corpo faz? Ele não se arma inteiro, em posição de fuga, de perigo? Uma carga de adrenalina recai sobre seu corpo de modo que você fique em posição de alerta e assim possa escapar do predador, certo? O mesmo ocorre quando você tem esses pensamentos que geram essas crises agudas de angústia ou de ansiedade.

Após essa descarga de adrenalina que vem como uma onda de calor que deixa seu corpo todo em posição de alerta, uma sensação de chão se abrindo pega seus pés. Parece que o chão se abriu e um buraco infinito esta bem abaixo de você. E esse buraco parece sugá-la! Então seu coração dispara! O ar falta do cérebro e então começam as pérolas. E dessas pérolas você entende bem! (risos). Você comete uma série de insanidades. Você xinga o indivíduo de tudo quanto é nome, ameaça, faz a maior cena! Perde totalmente as estribeiras e a dignidade.

O que fazer quando isso acontecer? Nada! Quando você chega nesse estado, acredito ser extremamente difícil conseguir se controlar. Eu não consigo! Eu figo cega! Insana! Psicopata! E você como também é mulher, não é diferente. O pulo do gato está em não deixar chegar nesse ponto crucial. É o ponto final, a porta, a porteira, entre um pensamento preocupante e uma avalanche de desgraceiras.

Você precisa saber é identificar esse ponto limite e não ultrapassá-lo. Quando tais pensamentos conflitantes a assaltarem, pare nesse momento por um instante. E lembre-se: “É apenas minha cabeça. É apenas minha mente. Essa é a função dela. Eu não vou validar isso.”

“Mas e se…”…”e…”….”será”…..essa é a sua cabeça falando….não dê ouvidos a esse tipo de coisa. Mude o foco. Mude sua atenção. Vá fazer outra coisa imediatamente.

Dessa forma você estará se preservando. Preservando seu corpo, seu coração e por consequência evitando uma série de dissabores que poderá vivenciar quando age nesse impulso psicótico.

Só depende de você!

Siga-me no twitter: @menruntoyou

SIDEBAR
»
S
I
D
E
B
A
R
«
»  Substance:WordPress   »  Style:Ahren Ahimsa
© Todos os direitos reservados