SIDEBAR
»
S
I
D
E
B
A
R
«
Descontrole
mai 25th, 2015 by admin

RedeSocial

A cada dia que passa fico mais maravilhada com esse equipamento que temos em cima do pescoço. Sim, ela não serve apenas para fazer mechas, luzes, hidratação ou chapinha.

Nossa cabeça tem diversas finalidades, dentre elas o poder de nos fazer sentir as mais diversas sensações no corpo e de quebra sair executando uma série besteiras (claro!).

Bastou o horóscopo não estar com uma previsão muito boa, ou um pensamento qualquer vindo assim do “nada”, daqueles bem sem pé nem cabeça, para que sua mente inicie um processo de procura por todas as memórias catastróficas.

Tudo começa com um simples pensamento que a assalta. Em seguida, você tem um mínimo impulso de tomar alguma ação, porém você se segura afinal o lado racional ainda está operante.

Mas você consegue ter o controle para identificar que se trata apenas da cabeça com as besteiras descabidas de sempre?

Claro que não! A tendência é que aquele primeiro pensamento aparentemente sutil e sem importância, busque por outro do mesmo gênero e teor, porém um pouco mais desesperador. Esses pensamentos pouco a pouco vão tomando conta completamente de seu ser, disparando substâncias químicas em seu organismo, ocasionando tonturas, dores das mais variadas espécies, gastrite, aperto no peito, chegando até mesmo a verdadeiras crises de ansiedade.

Se você nesse momento do pânico puder dar apenas uma leve parada e olhar em volta, perceberá que nada, mas absolutamente nada está acontecendo. Tudo só se está ocorrendo em sua mente. E se você reparar melhor verá que tais pensamentos são totalmente desmedidos, ridículos e psicóticos.

Eu sei que você achava que só você se sentia assim, mas isso também não é verdade. Todos passamos pelo mesmo processo. A diferença é a forma como lidamos com isso e direcionamos nossa vida.

Fases de estresse, por exemplo, desencadeiam com mais facilidade esses estados. Qualquer coisa, por mais insignificante que seja se transforma em um verdadeiro monstro cuspidor de fogo.

“Ele sumiu, não vai ligar, deve ter outra, vai me abandonar, não vou encontrar outro homem, morrer solteira e debaixo da ponte”.

Pronto! Acabei de descrever o funcionamento de sua mente de franga. E você acredita nisso tudo e como acredita!

Mas basta apenas um momento de paz, um segundo de lucidez, uma parada para uma respiração mais profunda para que tais pensamentos se dissipem, assim como apareceram.

Darei uma dica de ouro hoje, pois percebo o número assustador de pessoas em pânico a troco de nada: Sempre que tais pensamentos de pânico aparecer, tente parar por um momento. Respire fundo. Não faça ou tome qualquer tipo de atitude. Não pegue a porcaria do celular. Não mande mensagens. Não ligue. Não saia descendo o verbo em ninguém. Ao contrário, tire um momento para você, identificando de onde tais pensamentos vieram e os motivos que a levaram pensar dessa forma. Visualize como 99% deles são totalmente lunáticos e descabidos. Acalme seu coração. Trate-se com todo carinho e amor desse mundo. Segure em sua mão.

Afinal, nada nessa vida é tão desesperador assim. Nada será para sempre triste, angustiante ou infeliz. Você tem o poder de mudar sua condição, bastando apenas colocar dentro de você pensamentos mais condizentes com seu bem-estar.

Texto sério, não é verdade? Mas você sabe que foi preciso começarmos a semana assim…

********************

 

Ainda não se inscreveu para começar a receber meus e-mails? Então, cadastre-se logo abaixo.

 

Siga-me no twitter: @menruntoyou

SalvandoseuRelacionamentoComprarProsperidadeComprar7

MateaFadaGeleiaComprar

 

 

 

Desespero sem causa
nov 21st, 2014 by admin

Já reparou como você entra em desespero com facilidade? A mínima coisa e você já acredita que será aniquilada! Em se tratando de homem então, nem vou comentar!

“Ele não ligou hoje. Não disse que me ama 395 vezes. Está on line e não me chama. Será que mudou de ideia? Será que tem outra? Uhaaaaaa”.

Momento de silêncio para o surto…..

Nem preciso dizer que a partir do momento em que o pânico e o desespero são instalados, o fluxo de qualquer coisa que seja é cortado. Não tem choro nem vela. Desespero? Corta o fluxo! Pânico? Corta o fluxo!

Pânico e desespero não combinam com as leis da criação, muito pelo contrário, colocam-na em posição absoluta de lata de lixo do universo. Você não raciocina mais! Não tem saída! Não se tem escolha! Só desgraça a sua frente!

E o desespero não se instala apenas em casos realmente de máximo estresse, mas em pequenas situações sem importância do dia a dia. E porque isso acontece? Porque o pânico e o desespero é uma dupla dinâmica que vicia.

Pode reparar! Pega aquela pessoa que vive a base de calmante tarja preta!! Ela vive em desespero puro! Sempre! De uma coisa ela passa para outra! Não tem fim! A mínima coisa já desencadeia sucessivas sensações físicas que a levam a estafa profunda.

E porque mesmo? Nem ela sabe dizer! Ela simplesmente está! Simplesmente se desmancha em diarreia cerebral, detonando seu próprio corpo com substâncias nocivas!

Só tem um pequeno probleminha: Estados desse tipo quando mantidos por um período um pouco maior, desencadeiam outras coisas, como a tão conhecida síndrome do pânico, crises de palpitação, mania de perseguição, neuroses, transtornos compulsivos, até mesmo problemas cardíacos graves e câncer. Está bom pra você?!

Você se permite andar com os nervos a flor da pele? Então você não se valoriza! Absolutamente! Quem se valoriza não se permite ser invadida dessa forma. Quem se valoriza dá a devida importância a cada coisa, nem mais nem menos, mas sim apenas o que ela de fato vale.

Você vale quanto? Eu espero que muito!

E esse seu “pobreminha”? Vale quanto de fato para arrancar-lhe a paz de espírito?

********************

Observação: Pessoal, esse domingo e o próximo não teremos rádio pois estarei em trânsito.

Ainda não se inscreveu para começar a receber meus e-mails? Então, cadastre-se logo abaixo.

Siga-me no twitter: @menruntoyou

SalvandoseuRelacionamentoComprarProsperidadeComprar7ModusComprar

A angústia que cega
out 24th, 2013 by admin

Que sentimento é esse? O que ele é capaz de fazer conosco quando o sentimos? Porque a angústia cega tanto? Que desespero é esse que toma conta de nós e nos faz falar e fazer coisas antes nunca pensadas em sã consciência? O que é isso minha querida?!

Olhe pra você agora? Agora enquanto lê esse texto. Observe-se. Agora se lembre de você no último momento em que sentiu a seguinte sensação: Um pensamento soprou ao seu ouvido como uma preeminência de catástrofe (sim, pois o “não ligar” de um homem é uma catástrofe de proporções mundiais para uma mulher! A natureza mudou seu curso! A nova era glacial está por vir! Os oceanos estão avançando! É o fim da vida humana na terra! Ahhhhhhhhhhh!….esse é o seu grito! Risos). Onde estávamos? Ah sim, no sopro no ouvido….

Exato! Retratei agora mesmo a sua cabeça. Essa que vai e vem, sobe e desce, dá voltas e cria situações nunca então sonhadas por nenhum autor de novelas. Mas…continuando….

O pensamento sopra então você o escuta. Não só escuta, você dá crédito a esse pensamento. Você valida! Ou seja, certifica que aquele seu pensamento possa de fato ser real. Então seu corpo se monta inteiro! Afinal ele entende que você está numa situação de perigo. Sabe quando você encontra um cachorro da raça Pit Bull sem coleira, solto, sem dono? O que seu corpo faz? Ele não se arma inteiro, em posição de fuga, de perigo? Uma carga de adrenalina recai sobre seu corpo de modo que você fique em posição de alerta e assim possa escapar do predador, certo? O mesmo ocorre quando você tem esses pensamentos que geram essas crises agudas de angústia ou de ansiedade.

Após essa descarga de adrenalina que vem como uma onda de calor que deixa seu corpo todo em posição de alerta, uma sensação de chão se abrindo pega seus pés. Parece que o chão se abriu e um buraco infinito esta bem abaixo de você. E esse buraco parece sugá-la! Então seu coração dispara! O ar falta do cérebro e então começam as pérolas. E dessas pérolas você entende bem! (risos). Você comete uma série de insanidades. Você xinga o indivíduo de tudo quanto é nome, ameaça, faz a maior cena! Perde totalmente as estribeiras e a dignidade.

O que fazer quando isso acontecer? Nada! Quando você chega nesse estado, acredito ser extremamente difícil conseguir se controlar. Eu não consigo! Eu figo cega! Insana! Psicopata! E você como também é mulher, não é diferente. O pulo do gato está em não deixar chegar nesse ponto crucial. É o ponto final, a porta, a porteira, entre um pensamento preocupante e uma avalanche de desgraceiras.

Você precisa saber é identificar esse ponto limite e não ultrapassá-lo. Quando tais pensamentos conflitantes a assaltarem, pare nesse momento por um instante. E lembre-se: “É apenas minha cabeça. É apenas minha mente. Essa é a função dela. Eu não vou validar isso.”

“Mas e se…”…”e…”….”será”…..essa é a sua cabeça falando….não dê ouvidos a esse tipo de coisa. Mude o foco. Mude sua atenção. Vá fazer outra coisa imediatamente.

Dessa forma você estará se preservando. Preservando seu corpo, seu coração e por consequência evitando uma série de dissabores que poderá vivenciar quando age nesse impulso psicótico.

Só depende de você!

Siga-me no twitter: @menruntoyou

SIDEBAR
»
S
I
D
E
B
A
R
«
»  Substance:WordPress   »  Style:Ahren Ahimsa
© Todos os direitos reservados