SIDEBAR
»
S
I
D
E
B
A
R
«
Não adianta trocar o fruto
nov 1st, 2016 by admin

arvore

Umhomemnãopodesubirnassuascostas

“Fernanda, eu estou comigo, estou me cuidando, estou me dando atenção, inclusive as minhas coisas, pus botox, comecei academia…Por que então não vai? Eu retoquei até a raiz…! ” Porque você está retocando a raiz errada! Essa é a resposta! “O que Fernanda? ” Imagine sua vida como uma árvore. A árvore é formada pelas raízes que ficam embaixo do solo, pelo tronco, pela copa e pelos frutos. Agora imagine-se chegando próximo a sua árvore da vida. Você olha pra ela, olha para o alto e vê limões. Então você pensa: “Mas eu não gosto de limão. São azedos. Eu nem gosto dessa cor. Nem na caipirinha eu gosto, prefiro a de morango! ”. Você, no seu padrão de comportamento, do tipo “vou fazer luzes para dar uma iluminada no visual”, vai até a papelaria mais próxima e compra uma dúzia de fotos de maçãs. Em seguida, você se põe a retirar todos os limões e em seu lugar, cola uma a uma as fotos das maçãs. “Pronto! ” – Você pensa, enquanto olha sorrindo para sua árvore cheia de “maçãs” vermelhinhas. Então, você vai embora achando que resolveu todos os problemas da galáxia. Vai pra casa certa de que o suco do café da manhã do dia seguinte será de maçã. Só que quando a manhã chega, logo na primeira golada, você sente um gosto azedo e pensa: “Acho que essa maçã ainda não amadureceu ou quem sabe passou do ponto…”. No suco do almoço a mesma coisa! E do jantar também! E do café da manhã do dia seguinte também! “Ora, mas eu fiz tudo certo Fernanda! Eu retirei os limões e colei as maçãs! Onde estou errando? ” Inconformada você corre até sua árvore da vida e para seu espanto, não existiam mais maçãs! Em seu lugar, lá estavam os malditos limões! E então você se põe a chorar, amaldiçoando a natureza, o universo, a árvore, a vida… Mas, minha querida! Porque continuam nascendo limões? Simples! Porque aquela raiz é de um limoeiro e não de uma macieira. Logo, não adianta substituir os frutos, pois ainda assim ela continuará sendo um limoeiro. E o que você faz então para ver maçãs? Plante uma macieira! Troque a raiz! E não é exatamente isso que você está fazendo na sua vida agora? Você troca a roupinha, bate no peito que agora vai, faz agachamento, hidrata o cabelo, acende vela…. Ou seja, vai na papelaria e compra fotos! Fotos de maçãs! Lá na raiz, lá embaixo da terra onde ninguém pode ver, ou seja, lá dentro de você, continua a mesma de sempre! O mesmo limoeiro!  A mesma que morre de insegurança, que não acredita que possua valor, que se acha “esquecível, trocável, abandonável”, que quer um bom relacionamento, mas dá bola a um quadrúpede que só quer se aproveitar, que chora se colocando na posição de vítima, que não se assume, que não se aceita, que se cobra, se culpa, se bate, se desvaloriza…Esqueci de alguma coisa?! Ficar com o cabelo de propaganda de shampoo é maravilhoso! Mas o que adianta se não tem nada de valor aí dentro? Ficar com o traseiro duro é divino! Mas o que adianta se você se trata como carne de terceira? A próxima vez que você for fazer o cabelo, lembrará de mim…Certeza!! ————————————- Ainda não se inscreveu para começar a receber meus e-mails? Então, cadastre-se logo abaixo.

 

Siga-me no twitter: @menruntoyou

SalvandoseuRelacionamentoComprarProsperidadeComprar7 MateaFadaGeleiaComprar &nbsp

Foco é dizer não
ago 25th, 2016 by admin

 

 

steve_jobs_foco_e_dizer_nao_ol

Desvendandoseusbloqueios2


ATENÇÃO:  Acesse diretamente o site www,mulhercafa.com.br e clique no botão “Matricule-se”. Efetue o pagamento pelo Pagseguro e tenha acesso imediato ao áudio.

 

Atenção: Meu Instagram para quem perguntou é Maria Fernanda Amaral (fernandaamaralbrag)

********************

 

Já dizia Steve Jobs, “Foco é dizer Não”.

Mas, e você faz isso?

Faz nada! Você quer um bom relacionamento, no entanto perde seu precioso tempo com homens que só empatam sua vida, fecham seus caminhos e derrubam vossa dignidade.

Que amor é esse que você sente? Por ele? Não!

Por você!

O que você realmente deseja na vida? Já teve essa conversa sincera com você?! Uma vez escutei de um garçom, impaciente, porque um grupo de pessoas num restaurante, folheavam um cardápio, não se decidiam, pediam qualquer coisa para pensar no que queriam, quando o garçom ia embora o chamavam novamente, até o momento que o funcionário hilariantemente disse: “Tem que saber querer! ”.

E aí na sua vida?

Agora é minha vez: “Você tem que saber querer demonia! “

Não adianta sonhar com um relacionamento amoroso nota 10, se você continua chorando pelo ex que simplesmente terminou por mensagem e foi pra festa do peão de Barretos! (…ando escutando muito isso…não sei que graça tem…não gosto de chapéu, moda country, música sertaneja…nada!).

E lá homem que age assim, é capaz de ter um relacionamento nota 10?

Logo, onde está o seu foco?

Desviado!

Não desvie mais. Se é um relacionamento sério que você deseja, não aceite perder tempo com quem não tem nada a perder. Você tem: Seu tempo! Além de sua juventude, paciência, amor próprio e dignidade! É muita coisa, não acha? Quando se trata de você, não tem jogo, não tem roleta russa, não tem body jump!

E por favor não me venha dizer com essa cara de choro que você está fazendo tudo o que eu falo, pois nós duas sabemos aqui que não está! Por que? Ora, se você está fazendo, porque então está vindo aqui com o coração na mão perguntando quando ele virá atrás de você e que você não está aguentando?!

Quem faz, o faz por fora, mas, principalmente a absolutamente por dentro. Nem que se sinta como que empurrando um trem! Mas não se deixa na mão, não se larga pelo caminho, não se permite correr atrás de ninguém, em troca de uma decisão de segunda instância, nos pênaltis de uma partida de futebol.

Foco é dizer Não! Não aos pensamentos de franga, Não a tendência de se culpar e sair em disparada correndo atrás de quem não a valoriza, Não a homens sem qualidades, Não ao que te anula, denigre e a coloca no banco dos réus.

Não ao que a desvia de seu objetivo maior!

…e Sim para você!

Ainda não se inscreveu para começar a receber meus e-mails? Então, cadastre-se logo abaixo.

 

Siga-me no twitter: @menruntoyou

SalvandoseuRelacionamentoComprarProsperidadeComprar7

MateaFadaGeleiaComprar

 

 

 

 

Desvalorização e Roubo
ago 18th, 2016 by admin

Desvendandoseusbloqueios


ATENÇÃO:  Acesse diretamente o site www,mulhercafa.com.br e clique no botão “Matricule-se”. Efetue o pagamento pelo Pagseguro e tenha acesso imediato ao áudio.

Ontem uma colega querida aqui do site fez uma pergunta que é bem recorrente. Ela contou que estava se sentindo ótima, bem com ela mesma e de repente foi assaltada, levaram o carro, bateram e acabou por dar “perda total”. Em seguida comprou outro e um colega de trabalho dentro do próprio estacionamento bateu no carro novinho. Ela não conseguiu entender o que aconteceu. Afinal, se assalto, roubo é desvalorização e ela acredita que não estava se desvalorizando, o que houve afinal?

Vejam, aqui temos duas situações:

Uma é o assalto, o roubo. Que pode ocorrer de diversas formas e não necessariamente a mão armada. Você pode ser roubada de várias maneiras. Maneiras estas que você muitas vezes nem ao menos se dá conta. Exemplo? Aquela sua colega que quando chega perto, lhe rouba a energia. Ou o namorado vampiro que se alimenta diariamente de sua vitalidade, quando você se joga abaixo dele. Ou ainda um cargo que deveria ser dado a você por direito e dão a outro, justamente por uma postura muitas vezes inferior no trabalho. Ou um dinheiro que simplesmente você perde!

O outro é a batida no carro. No caso dela foi no carro, mas poderia ter sido nela própria, ou uma torção no pé que lhe obrigue a ficar quietinha, ou ainda uma gripe forte que te joga na cama. Enfim…

Gente, quando conversamos aqui a respeito de se olhar, se dar atenção, conversar com você mesma, percebo que ainda as pessoas o fazem muito na superficialidade. Elas até procuram compreender o que sentem, o que querem, o que não aceitam e até começam a agir condizentes com seus desejos, porém…. Ah o porém…. A coisa não ocorre na profundidade.

O que eu quero dizer com isso?

Que no dia a dia, na prática mesmo, na hora do vamos ver, a pessoa ainda possui comportamentos de desvalor. Só que isso é tão automático que ela não percebe que ali naquele momento ínfimo ela se anulou de uma forma que todas as células do seu corpo gritaram.

E se aquilo é repetitivo, a coisa vem que vem.

Eu costumo dizer que o Universo é violento. Quando ele tem que mostrar algo, ele vem numa velocidade, numa violência, justamente como se quisesse te pegar pelos cabelos e te dar dois tapas na cara.

Eu sei porque isso já aconteceu comigo.

Sabem o que aconteceu?

Só um caminhão de lixo enganchou no meu carro e me arrastou uma quadra. E eu estava apenas parada no semáforo. Isso ocorreu há 19 anos e eu só fui entender a tal “violência do universo” dois anos depois.

“Mas Fernanda, não tem outro jeito mais gentil do Universo falar conosco? ”

Tem! Claro!

Mas você enxerga? Naquela loucura diária de cabeça, passando batido em tudo, ligada no automático, acostumada a certas atitudes internas de desvalor, conseguimos ver algo?

Então o que ocorre?

Uma bela lente de aumento é dada para que você pare e olhe.

E não é de fato o que acontece?

É nessa hora que você para tudo e diz: “Peraí, o que estou fazendo de errado? Não é possível! ”

E sabe o que é mais mágico?

Quando começamos a questionar o que estamos fazendo de errado, a situação de “exemplo” vem na cara! E aí identificamos de forma cristalina o X da questão.

Eu sei! É revoltante! E nem fui eu quem inventou isso, tá?

Mas é exatamente isso que não só eu constatei na vida das pessoas, como estudiosos do mundo inteiro também constataram o mesmo.

Então meu conselho é: Até nas situações mais corriqueiras do dia a dia, tente perceber suas atitudes, pensamentos, posições e sensações. É nessa observação que você encontrará todas as respostas que precisa.

Observação: Não se preocupe com o carro. Ele é só um pedaço de lata. Mande arrumar e pronto. Está novo novamente. E a conta do conserto, faça um tubo da nota e enfie no rabo do animal do seu colega barbeiro.

 

Atenção: Meu Instagram para quem perguntou é Maria Fernanda Amaral (fernandaamaralbrag)

********************

 

Ainda não se inscreveu para começar a receber meus e-mails? Então, cadastre-se logo abaixo.

 

Siga-me no twitter: @menruntoyou

SalvandoseuRelacionamentoComprarProsperidadeComprar7

MateaFadaGeleiaComprar

 

 

 

 

Valorização Autoestima Consequências
mai 4th, 2016 by admin

Cafa_Autoestima2.fw

 

Oi meninas e meninos!

Conforme combinado, respondo aqui em áudio a pergunta indignada (eu também já passei por isso) da Milena, referente a valorização, autoestima, assalto e etc.

Se eu pudesse falaria o dia todo sobre isso pois o assunto é bem extenso…

Vejam se clareia minha explicação no áudio abaixo.

Dúvida da Milena sobre Leis, assalto e desvalorização

Maria Fernanda

Mulher Cafa x Autoestima – Lançamento Curso Aula 1
mai 3rd, 2016 by admin

Cafa_Autoestima2.fw

Quem possui aqui a autoestima sempre lá em cima levante a mão?

Acho que ninguém! Acredito que nesse planeta não exista quem não tenha problemas com autoestima. Nós mulheres então, somos mestres quando o assunto é nos jogar para baixo, seja pela aparência física ou por nossas capacidades intelectuais. Sempre achamos que somos menos, insuficientes, inacabadas, cheias de faltas e defeitos.

Parece que temos uma voz que insiste em nos dizer que toda a população terrena é melhor do que a gente. Fora quando nos comparamos! Aí é de lascar a melancia! No jogo sujo da comparação, sempre perdemos! A grama do vizinho é sempre melhor.

Se fosse só algo mental, ok! O problema é que essas vozes, esses pensamentos, nos fazem acreditar que realmente não somos capazes, que não merecemos e que não valemos nada. E se não temos valor, também não merecemos vivenciar o que de melhor a vida tem a nos oferecer.

Culpamos o mundo, culpamos o Universo, culpamos a Deus, pegamos o elevador e descemos rumo ao subsolo.

“Quem sou eu pra…” – Você pensa.

“Fernanda, eu me trato bem. Eu tenho bons pensamentos. Eu escuto todos áudios. Por que então ainda tenho desvalor na minha vida? Por que ainda sou passada para trás? ”

O seu esforço é primordial. Mas note que existe algo aí dentro que incomoda, que fecha, que cutuca e que a coloca na posição de “preciso me esforçar muito, ficar impecável, gastar os tubos naquela roupa, naquele sapato, naquela maquiagem…preciso trabalhar mil horas a mais para provar que eu sou alguém…”. E por que? Porque lá dentro você ainda sofre daquela síndrome de insuficiência.

Tenho uma notícia para lhe dar:

Todo mundo sofre de baixa estima nesse mundo. Todo mundo acredita ser uma grande fraude. Todo mundo se sente na corda bamba todos os dias quando acorda. Até os grandes artistas, grandes cientistas, grandes filósofos, estudiosos e gênios. Todos! Sem exceção!

Logo, minha amiga, você está salva. Você está segura. Você não é louca, nem tampouco sem salvação.

A autoestima é cultivada, é aprendida, é compreendida aos poucos. Ninguém sai de um estado de baixa estima, se sentindo a última das criaturas, para alguém maravilhoso. As situações da vida muitas vezes nos jogam lá pra baixo. Eu sei! Mas o que será que a vida está tentando lhe dizer? O que será que essas mesmas situações estão querendo que você enxergue? Será que esses mesmos pensamentos não continuam lá? Talvez com outra roupinha, mas os mesmos? Será que não se encontra lá tudo debaixo do tapete?

Não basta apenas ter bons pensamentos. Não basta apenas ler textos e escutar áudios. Existe uma mudança de paradigma, de postura, de visão sobre você que necessita verdadeiramente ser mudado. Caso contrário tudo será em vão.

Essa mudança de atitude necessita de alguns ingredientes como coragem, dignidade, confiança, segurança, fé, egoísmo e uma pitada cômica. Afinal, de perto mesmo ninguém parece ser muito normal, não é mesmo?

Mas coragem pra quê?

Coragem para ser quem se é, dignidade para se assumir até com fraquezas e fragilidades, confiança que você vai sobreviver independente do que acontecer, segurança de que você é você e, portanto, é seguro ser você, fé na vida, nas leis, egoísmo para se concentrar em você deixando o “fora” de fora e capacidade para rir de tudo e de todos, afinal a vida é muito engraçada. Nossa cabeça então é comédia na certa! E quando você resolve colar as placas ninguém segura! Nem eu! (Risos).

E nesse curso conversaremos sobre tudo isso e principalmente das posturas principais que você precisará adotar a partir de agora para aprender a ter uma boa autoestima. Afinal, quando estamos bem conosco, ninguém nos joga mais para baixo. Se você acredita em você, o que dizem, o que acham, o que pensam não faz mais diferença.

Hoje eu cheguei exatamente nisso, apesar de minha cabeça muitas vezes trazer certos pensamentos do passado, mas que são rebatidos instantaneamente. Não me culpo, não me curvo, não me ajoelho, não me lamento e não me arrependo. Estou sempre certa em qualquer circunstância. A cabeça do outro não tem mais força sobre mim. O que o outro vai pensar muito menos.

Eu fiz um dia esse trabalho comigo e agora quero que você também faça o mesmo. Não digo que foi algo simples. Tive que jogar fora uma série de padrões, posturas e personagens que não me serviam mais para o tipo de vida que eu queria pra mim.

Valeu a pena, você não acha?

Vale a pena para você também! Eu garanto!

Um forte abraço

Maria Fernanda

Pré-Lançamento: Mulher Cafa x Auto Estima
mai 2nd, 2016 by admin

Dissolvendo as Resistências – Lançamento em Áudio
abr 4th, 2016 by admin

DissolvendoasResistências

Reparou na sua vida que tem coisa que não vai de jeito nenhum? Você tenta de um jeito, tenta de outro, escuta áudio, faz curso, mentaliza e nada! Não vai! Você se pergunta o que fez de errado, onde errou, será que é macumba? Olho gordo? Será que estou com um encosto?

A questão é que todo ser humano desse planeta possui o que chamamos de resistências. Seja no campo amoroso, no dinheiro, na profissão, nos relacionamentos, sempre terá um setor, um assunto específico que por mais que nos esforcemos aqui na consciência parece que tudo é em vão.

E por que isso acontece?

Porque em algum momento da vida, vivenciamos, visualizamos, escutamos, aprendemos coisas que são jogadas lá para o subconsciente. E quando jogamos crenças no subconsciente, este a aprende como uma defesa. Uma defesa totalmente inconsciente. E é aí justamente onde mora o problema.

Naturalmente temos dois tipos de defesa:

A primeira é a defesa consciente. Ou seja, nós temos consciência mental que não devemos fazer isso ou aquilo, pois teremos consequências ou nos colocaremos em risco, podendo até mesmo afetar nossa integridade física. Até aí, tudo certo!

O problema está em defesas inconscientes. Estas últimas são fortes, poderosas e totalmente disfarçadas. Por essas defesas, criamos situações, afastamos pessoas, mandamos para longe justamente o que na consciência tanto queremos.

Em outras palavras: Você utiliza sua própria força, para trabalhar contra você!

Todo mundo faz isso. Mas o pulo do gato está em perceber situações que se repetem, como que um padrão e descobrir que tipo de resistência está comandando esse setor de sua vida. E normalmente quanto maior é o nosso “querer” na cabeça, maior é a resistência.

E como fazemos para descobrir quais são? Como as dissolvemos, pelo amor de Deus Fernanda?

Nessa hora sua cabeça já está querendo me pegar pelo pescoço para que eu diga com todas as letras como você deve fazer para descobrir e se livrar.

Obviamente isso requer um trabalho e uma atenção especial com você. Um profissional por mais experiente que seja, não pode adentrar em seu cérebro e extrair a resistência como num passe de mágica. Esse trabalho é todo seu! E pra isso você precisa ter paciência com você. A análise precisa ser profunda, cuidadosa e sincera.

Nada como encontrar uma resistência, uma crença negativa que nos atormenta inconscientemente nossa vida e trabalhar para entende-la e dissolve-la.

Ainda bem que existe um atalho pra isso e que eu ensino aqui nesse áudio.

Só que até para esse atalho precisamos de coragem e acima de tudo comprometimento com quem você é e de quem você e sua vida significam pra você.

Eu sei que a estrada pode parecer de terra e cheia de buracos, mas a viagem e o destino valem a pena.

Não valem?

Clique no link abaixo para ouvir um trecho do áudio:

Clique aqui para ouvir o áudio

Atenção: Meu Instagram para quem perguntou é Maria Fernanda Amaral (fernandaamaralbrag)

********************

 

Ainda não se inscreveu para começar a receber meus e-mails? Então, cadastre-se logo abaixo.

 

Siga-me no twitter: @menruntoyou

SalvandoseuRelacionamentoComprarProsperidadeComprar7

MateaFadaGeleiaComprar

 

 

 

Eu posso nomeá-la…
mar 17th, 2016 by admin

Paredecorreratrasdehomem

É o seguinte amore de mi vida: Eu posso nomeá-la a Ministra de vossa vida. Seja para que vossa senhoria salve a galáxia, se salve ou se salci fufu como diz nosso Sérgio Malandro.  Afinal, o que adianta uma carta de posse, nomeando-a a guarda da espada da She-ra, se você não controla os dedos, a língua e o piriri mental quando se trata “daquele assunto”!

O que adianta ler textos? O que adiantar escutar os áudios? O que adianta mentalização? Macumba? Consultoria? Se na primeira oportunidade de provar vosso poder, a fraqueza, o medo, a insegurança, a agonia e o pânico tomam conta?

Já reparou como você vira a casaca fácil?! Bastou um pouco de pressão, um Delcídio na tua vida, ameaçando uma delação premiada, para você se ajoelhar, sacar o três oitão (celular) e desandar a fazer, falar e defecar liquidamente besteiras atrás de besteiras.

Exu já faz o sinal da cruz e passa reto por você! Pombagira já está na quinta taça de champanhe pra ver se esquece aquele trabalho monumental que você encomendou, afinal, ela não quer toda sexta, você lá no terreiro querendo fazer uma “perguntinha rápida” de uma hora de atendimento exclusivo, enquanto aquela fila de muié atrás de você, já está quase oferecendo vosso corpo, pro primeiro jagunço de quimbanda levar ao sítio para sacrífico no lugar do bode.

Que fim de carreira hein!? Você toda trabalhada nas luzes californianas, matizadas na máscara importada, ser dublê de bode, na macumba do quitandeiro do teu bairro que quer derrubar o mercadinho da esquina.

Ah gente! Que pobreza! Que horror! A que ponto chegamos!

Pegamos nosso poder, nosso arbítrio, nossa autonomia de escolha, nossa palavra, nossa vontade e mandamos latrina abaixo! E a troco do que afinal?

Você nem sabe mais! Se perguntarmos aqui e agora o motivo de tanto rastejamento, desvalor, desconsideração e desqualificação, você ainda vai ter a cara de pau…preste atenção aqui…..eu disse a cara de pau, de dizer que é porque você “ama”!

Que ama! Que amor?! Onde está esse amor ai dentro?

Nem Lewandowski vai te salvar assim!

Nem Diego Hipólyto num duplo twist carpado vai te dar nota 10!

Nem a bateria da Beija-Flor com todos os ritmistas gritando “geleeeeeeia”, vão acorda-la desse torpor!

Xiiiii olha lá na TV Delcídio dizendo: “Ela sabia de tudo sim! Ela tinha ciência de tudo o que estava acontecendo e mesmo assim se tratou como uma mendiga afetiva e meteu a mão em sua alma, chacoteando a própria dignidade e amor próprio”.

Não vai ter canetada, nomeação, delação, prisão, mensalão, petróleo que a farão resolver o problema de sua existência a não ser:

VOCÊ MESMA!

Afinal, por mais que eu aqui tente ajudar, eu não posso enfiar quem você é em sua cabeça, simplificadamente como metemos dois silicones em 30 minutos e saímos com sutiã 44 e um parcelamento em seis vezes!

É você! Assuma! Enfie os dois pés e vá em frente!

Observação importante: Esse texto não faz referência a partidos ou preferências políticas. Afinal, o intuito desse site não é discutir a morte da bezerra.

Atenção: Meu Instagram para quem perguntou é Maria Fernanda Amaral (fernandaamaralbrag)

********************

 

Ainda não se inscreveu para começar a receber meus e-mails? Então, cadastre-se logo abaixo.

 

Siga-me no twitter: @menruntoyou

SalvandoseuRelacionamentoComprarProsperidadeComprar7

MateaFadaGeleiaComprar

 

 

 

Por que engolimos sapo?
fev 19th, 2016 by admin

MentalizaçãoGuiada_Amor

Por que será que passamos a vida engolindo tanto sapo? É sapo da colega, da vizinha, da família, daquela tia fofoqueira do interior que vem logo se intrometendo na sua vida, perguntando quando você vai se formar, trabalhar, dar, namorar, noivar, casar, ter o primeiro filho, o segundo, o terceiro, arrumar um amante, trocar de amante…Sério mesmo que você ainda responde?!

A partir de agora quando algum parente vir com essas perguntas eu quero que você responda:

- “E quando é que a senhora vai bater as botas, passar dessa pra melhor, atazanar o diabo, bater com as 10, tocar arpa no céu, encher o nariz de algodão, virar purpurina, poeira cósmica…e não adianta que eu Nãããõ vou no centro Kardecista receber cartinha psicografada”.

“Ah Fernanda mas pega mal né. É a tia Zuleika…ela sofre de prisão de ventre e gota….”

Ah gente! E agora tia Zuleika resolveu descarregar a prisão de ventre dela na sua orelha!? E você está deixando? Quando é que você vai dar importância pra você hein? Por que qualquer um sem eira nem beira se acha no direito de sair se intrometendo na sua vida, dizer como você deve conduzi-a, chegando até mesmo a criticá-la?

E com homem? Por favor nem me conte! Eu não quero saber!

Ele diz: “Não quero envolvimento. Mas se você quiser podemos nos encontrar esporadicamente para $%&#”, “Você devia emagrecer 3 quilos”, “Você está barriguda, está para ficar menstruada?”, “Você está magra demais, já experimentou comer farinha com água?”, “Eu te trai sim e a culpa é sua”.

E você? Vai lá na cozinha, pega um copo d’água e engole o sapão quieta. Você não se defende! Você deixa a pessoa falar o que quiser e do jeito que quiser!

O que você faz se alguém que você ama muito é insultada, desrespeitada, aviltada, desconsiderada?? Você não fica doida da vida, vai lá e diz o diabo para o autor do crime?

Ótimo! Perfeito!! Então por que quando é com “você”, você não faz o mesmo? Você não é alguém que mereça seu amor? Sua atenção? Sua proteção? Sua defesa? Você pra você é alguma coisa qualquer, sem valor, indigna de atenção e de cuidados?

Não me diga que você está pensando: “É Fernanda, eu sou essa coisa que você falou ai. Uma coisa qualquer, sem valor, indigna de atenção e cuidados.”

E aí? Como vai a sua vida? Conta aqui pra mim….

A grana tá rolando solta, as boas oportunidades, homem então tá chovendo na horta, né?

Não? Estais na maior secura? A conta está mais vermelha do que melancia passada?

Por que será né? Percebes a importância que existe nessa ingênua “engolição” de sapo para não criar conflito com os outros? Ou seja, conflito com esses outros não pode, mas a guerra nuclear aí dentro pode? Como é que é isso? Explica pra mim!

Essa “engolição” de sapo não está funcionando do jeito que você imagina! Contaram quando você era criança, que se você fosse uma boa menina e se comportasse, ou seja, se você fizesse o que todo mundo quisesse e abaixasse a cabeça, então papai noel (os outros) iriam presenteá-la.

Rôu Rôu Rôu, papai noel não apareceu! Mentiram pra você! Você ficou doida da vida por ter deixado de fazer o que você queria, ficou sem o pé direito da meia pois o colocou na janela, a tal cartinha para o bom velhinho os correios extraviaram e agora você está ai se perguntando, dois pontos, parágrafo, travessão:

- “Por que minha vida não anda? Está tudo parado! E aquela vizinha celulítica está de casamento marcado?”

Eis a resposta: Sapo boi! E dos grandes! Entalado em sua garganta!

Cuspa agora!

Atenção: Meu Instagram para quem perguntou é Maria Fernanda Amaral (fernandaamaralbrag)

********************

 

Ainda não se inscreveu para começar a receber meus e-mails? Então, cadastre-se logo abaixo.

 

Siga-me no twitter: @menruntoyou

SalvandoseuRelacionamentoComprarProsperidadeComprar7

MateaFadaGeleiaComprar

 

 

 

Aprenda a ser Rainha – Lançamento em Áudio
jan 11th, 2016 by admin

AprendaaserRainha

Palestra Aprenda a ser Rainha + Palestra complementar Princípios de uma Rainha

Definitivamente não dá mais para você continuar a viver e a se comportar como se fosse um “peão” de um jogo de xadrez. Ou você assume seu poder, seu papel e seu destino nesse mundo ou será engolida por ele.

Eu aprendi na minha vida a duras penas que somos fruto de nossa própria postura para conosco. E é dessa postura que nasce a consideração, o respeito, o valor e o amor que os outros tem comigo.

A mudança é brusca? É! Mas é primordial para que sua vida caminhe de acordo com seus anseios mais secretos.

Por que será que algumas pessoas conseguem o que almejam?

A resposta é simples: Postura!

Sexo no primeiro encontro é proibido?

Depende! Essa pessoa é suficientemente merecedora de meu corpo físico? Não sei! Não tenho como saber em 24 horas? Nem em 48!

Se eu não ceder ao que ele quer, então ele vai embora pegar outra!

Ótimo! Que vá! Afinal, eu não sou feira livre! Compre um cacho e leve mais um! Por favor, não me venha com vinagre pois essa salada aqui é de fruta! E fruta da boa! Doce como mel, mas com um caroço duro de roer!

Rainha não tem medo, não entrega seu poder aos outros, não pede opinião para 500 pessoas do que deve fazer, não cede a chantagens baratas, não é fraca, não é capacho e não se submete a nada nem ninguém!!!

Ele diz “Estou em dúvida se devemos levar isso adiante. Acho que preciso pensar sobre o que eu quero.”

O que você responde: “Tem certeza se é isso o que você quer? Não vai se arrepender pois depois posso não estar aqui?”, com voz trêmula, quase se ajoelhando e pedindo pelo amor de Deus pra criatura reconsiderar.

O que uma Rainha responderia?

Voltemos ao diálogo….

Ele diz “Estou em dúvida se devemos levar isso adiante. Acho que preciso pensar sobre o que eu quero.”

O que uma Rainha responde: “Eu já pensei”……atenção aos passos firmes da Rainha dando as costas e seguindo sem olhar para trás…..

Close na criatura que até o segundo atrás cantava de galo….”O que? Como assim já pensou? Pensou o que? Oi?”

Se tornar uma Rainha é muito mais do que uma coroa, um manto, um trono. É abdicar-se do ato de correr atrás dos outros e abraçar seu próprio destino. É tomar as rédeas de sua própria vida, de suas decisões e de suas responsabilidades.

Uma Rainha governa, decide, considera, não considera, engole uma criatura apenas para poder cuspir depois (como diz Maria Bethânia em sua música “Não mexe comigo”). Uma Rainha não recebe ordens, ela coopera se assim entender que faz parte daquele processo, instituição ou sociedade. Uma Rainha não se abaixa, não se curva ou sobe num cavalo e sai correndo em disparada atrás de alguém.

Por gentileza, tome seu posto, seu trono, seu lugar. Já está na hora…..

 

Atenção: Meu Instagram para quem perguntou é Maria Fernanda Amaral (fernandaamaralbrag)

********************

 

Ainda não se inscreveu para começar a receber meus e-mails? Então, cadastre-se logo abaixo.

 

Siga-me no twitter: @menruntoyou

SalvandoseuRelacionamentoComprarProsperidadeComprar7

MateaFadaGeleiaComprar

 

 

 

Se as nuvens escuras estão cobrindo a luz, aprecie o dia nublado
dez 21st, 2015 by admin

Façaessadorparar

 

Quando uma nuvem carregada, cinza encobrir o sol de seu olhar, apagando aquela luminosidade dourada, clara, alegre, transformando sua visão em dias nublados, aprecie a escuridão. É muitas vezes na falta da luz, da transparência, da claridade que enxergamos o que está bem lá dentro de nós.

Parece muitas vezes, que quanto maior o ruído, quanto mais vozes, ou mais luzes existem, mais difícil fica para nós compreendermos o que precisa ser compreendido.

Quantas vezes eu digo a vocês: “Afaste-se um pouco. Dê um tempo a você. Tente sair um pouco desse olho do furacão e olhe a situação como se fosse uma terceira pessoa. ”

O ato de afastar-se de algo e dar um tempo para nós mesmos, está para a “nuvem escura” encobrindo o sol. Aparentemente parece que assim teremos dificuldade para ver, para compreender, para examinar, mas é justamente o contrário.

Para compreendermos algo que nos acontece, não precisamos de uma lâmpada! Precisamos apenas enxergarmos com os nossos olhos da alma. Quando nos afastamos, voltamos para nosso interior e perguntamos “o que está havendo aqui? ”, estamos iluminando nosso sol.

Não importa o que está acontecendo lá fora. Não importa se injustiças estejam sendo cometidas, se situações estão mais enroladas do que novelo, ou se a guerra ao seu redor esteja firmada.

O que acontece fora na verdade nunca importou.

“Como não Fernanda! Claro que importa! Se ele não vier atrás de mim eu não vou conseguir seguir minha vida. Eu quero! ”

Mentira!

Isso é só sua mente escolhendo um alvo, para desviá-la (o) de algo que de fato importa: Você e seu valor.

Hoje, você acredita que o motivo de seus dias estarem nublados seja Ele.

Para outras, o problema é o Chefe. Outras, o dinheiro.

Mudam-se os problemas, mas a origem é a mesma: Você.

Se você não compreende o que de fato você quer, sente, deseja, anseia, acabará por pular de um problema a outro, de galho em galho, sempre acreditando que precisa disso ou daquilo para ser feliz.

Desde quando o ato de alguém vir atrás mudará sua realidade? O que você ganha com alguém vindo atrás?

Só vale a pena, se essa pessoa de fato for alguém que agregue algo em sua vida! Fora isso, que passe longe! Vir, apenas por vir, não é desejo, não é sonho, não é valor, nem tampouco felicidade! É apenas ilusão!

Quantas mulheres e homens eu vejo aqui sofrendo, apenas porque desejam que alguém que nunca os tratou bem, os procurem novamente!

E procurar pra quê mesmo?!

Apenas para repetir a mesma ladainha que sempre disseram?

Qual vantagem?! Qual mudança isso traz?

Nenhuma!

Se as nuvens escuras estão cobrindo a luz, aprecie o dia nublado. Conforte-se nele. Faça um chá, tome um café, sente-se e pergunte-se: O que eu faço agora comigo?

Atenção: Meu Instagram para quem perguntou é Maria Fernanda Amaral (fernandaamaralbrag)

********************

 

Ainda não se inscreveu para começar a receber meus e-mails? Então, cadastre-se logo abaixo.

 

Siga-me no twitter: @menruntoyou

SalvandoseuRelacionamentoComprarProsperidadeComprar7

MateaFadaGeleiaComprar

 

 

 

Não dê prioridade a quem a trata como opção
set 23rd, 2015 by admin

DespertandooFascinioAula8

Bastou começarmos a gostar de algum cristo para que essa pessoa se torne nossa prioridade. Graças ao super processo químico chamado de “paixonite” inicializamos esquemas típicos em nosso organismo como pensamentos obsessivos no cidadão, batimento cardíaco acelerado, tontura, leseira, “emburrecimento” e por aí vai…

Só que nesse meio tempo você percebe claramente que apesar de seus horários, rotinas e até mesmo gostos estarem sendo modificados para se encaixar no padrão apresentado pela criatura em questão, pois afinal você precisa ser perfeita para segurá-lo, amordaça-lo e amarrá-lo ao pé da mesa, você, no ranking da lista dessa mesma pessoa, ocupa a ridícula posição do octogésimo sétimo lugar!

Tudo vem na frente de você! Desde o trabalho, a sogra, os filhos (dele), a ex mulher, o show do Queen, o timão eô, a alta do dólar, a viagem para Maracangalha com chapéu de palha, o convite a Anália e se ela não quiser ir, ele vai só….e dá-lhe Dorival Caymme!

E você? Ninguém sabe! Ninguém viu!

E qual a sensação? De nada, de vazio. Você se sente a própria Martinália mostrando os peitos no Rock in Rio num tributo a Cássia Eller.

Aí então ele aparece e seu peito se enche de esperança, você sorri e pensa “tá dominado, tá tudo dominado”. Mas a felicidade dura pouco, afinal o padrão pódium contra octogésimo sétimo lugar já foi estabelecido.

Que tal mudar esse negócio? Que tal parar com essa palhaçada na tua vida? Quem é que gosta aqui de viver num picadeiro?

Não dê prioridade a quem a trata como opção! Como banco de reservas! Como um tanto faz!

Você não é amendoim japonês! Não é tira gosto! Então por favor pare de dar tanta importância a uma pessoa que não está lá muito preocupada com seu bem-estar!

E sabe do que mais?

Bastou você dar prioridade a você, tirar o foco de atenção do estrupício, voltar a viver a sua vida, para que essa dinâmica patética mude.

Do octogésimo sétimo lugar você sai cortando pela direita, ultrapassa na curva e cai bem no primeiro lugar. And We are the Champion, com direito a Adam Lambert e coroa na cabeça.

Eu já vi muito isso acontecer aqui mesmo nesse site!

Minha gente, relacionamento afetivo é pista duplicada, não é estrada em Serra Nevada! Se você acelera e o outro derrapa não vale a pena. Relacionamento onde você precisa se sacrificar muito, se controlar muito, se calar muito e engolir muito sapo, também não vale a pena.

Você quer andar de BMW na estrada N222! Andar de fusca, sem ar condicionado no Vale do Anhangabaú você deixa para as inimigas meu amor!

Retome o seu lugar. Retome o que é seu por direito. Posicione-se adequadamente e vamos bater um miojo pra quebrar o gelo, combinado?

********************

 

Ainda não se inscreveu para começar a receber meus e-mails? Então, cadastre-se logo abaixo.

 

Siga-me no twitter: @menruntoyou

SalvandoseuRelacionamentoComprarProsperidadeComprar7

MateaFadaGeleiaComprar

 

 

 

Seu corpo é seu templo
set 11th, 2015 by admin

DespertandooFascinioAula7

Um certo senhor em Jerusalém em uma era distante disse: “Meu templo é a sua casa”. E o que ele quis dizer com isso?

Duas coisas:

A primeira que ele é você. E a segunda que seu corpo, ou seja, essa roupinha que você veste aqui nesse treino de dominação da matéria é a sua “casa”.

Agora veja como você se negligencia constantemente e nas coisas mais corriqueiras da vida?

Como?

Bom, primeiro porque você pensa e dá crédito aos pensamentos. Se ao menos você desse valia aos bons pensamentos estaria valendo, mas não! Pra esses você nem dá importância. Porém, embarca de cabeça nos piores deles. E vai embora! Iniciando processos químicos extremamente nocivos em sua respiração, coração, estômago, intestino e sistema nervoso. Não é toa que você reclama de dor de cabeça, falta de ar, aperto no peito, dor de estômago, dor de garganta, nariz entupido e diarreia.

E depois não sabe o porquê de a conta estar no vermelho! O motivo das pessoas passarem por cima de você! Ora, mas você já está passando! Você antes de todo mundo já fez isso com você! Qual é a novidade? Agora mesmo, você lê esse texto já pensando na pergunta que será postada: “O que será que ele quer com isso? Virá atrás? Vai dar certo? Será que ele vai querer? ”.

É tudo “ele”, “ele”, “ele”, “a prova”, “a situação”, “a conta”, “a dívida”, “o dinheiro”, fora, fora, fora, fora…..fora….Quando seu comportamento para as coisas andarem deveria ser “eu”, “eu”, “eu”…..e mais eu…eu de novo….onde está meu “eu”?

Perceba como eternamente você entrega de bandeja seu poder a qualquer desavisado que passa? Analise aí seus pensamentos…

“Será que ele quer? ”

Ele quer? Quem tem que querer aqui afinal? De quem é a decisão? É dele mesmo?

Nunca foi! Foi sempre sua!

Você é quem escolhe passar, sentir, deixar, ficar, ir, vir, jogar fora, absorver, mandar para p$#% que o $%#* e assim por diante!

A desvalorização ocorre muito antes de qualquer ato externo acontecer. Quando acontece é porque você aí dentro com você em algum momento já vinha se desvalorizando. E esse é um processo silencioso. Ou seja, você tem pensamentos aí dentro, absorve no silêncio, inicia inconscientemente processos químicos dentro de seu corpo, que provocam a criação de uma energia específica, que além de dar diarreia (física e mental), emana deliberadamente vibrações combinadas com determinados tipos de frequência. E uma vez sintonizadas minha querida, um abraço! Lá está você aqui me perguntando o “porquê” que aquilo aconteceu ou fulano fez!

Seja sincera com você ao menos uma vez! Seja honesta, sem máscaras, sem fingimentos, sem blush ou rímel e me diga, onde por cargas d’agua você anda se levando? Quem você pensa que é pra você? O que você pensa que merece? Como você ainda pode querer que um quadrúpede daqueles ainda volte?! São simples perguntas complexas e dolorosas de serem respondidas, porém está aí a chave para você descobrir por qual caminho anda trilhando seu destino.

Pense nisso e nos encontraremos no final de semana!

********************

 

Ainda não se inscreveu para começar a receber meus e-mails? Então, cadastre-se logo abaixo.

 

Siga-me no twitter: @menruntoyou

SalvandoseuRelacionamentoComprarProsperidadeComprar7

MateaFadaGeleiaComprar

 

 

 

Ser prática também é valorização
jun 2nd, 2015 by admin

ValorComprar

Eu falo muito sobre isso, pois percebo que a grande maioria das pessoas se perde no meio do caminho enraizando-se ao chão, por situações e pessoas que só as fazem perder vosso precioso tempo.

Mulher então é o bicho mais enrolado que conheço! A gente tem a capacidade de ficar embaçando em cima de algo meses a fio! Sofrendo, chorando, angustiadas, indecisas e inseguras. Isso é vida? Isso é querer verdadeiramente ser feliz?

Claro que não! Isso se chama desvalorização.

Valor é ter objetivos claros e então tomar medidas para que tais desejos sejam satisfeitos. Parar sua vida por alguém que não está retribuindo a altura, marcar passo num trabalho horroroso, tolerar situações intoleráveis apenas para não “parecer ser…” é uma completa falta de valor.

E mulher infelizmente tem uma tendência grande a isso. Primeiro porque arruma um cristo que não dá leite. Nada ele quer, nada está bom, nem um simples namoro a criatura tem dificuldade para assumir. E você fica! Ainda fica! Meses na tentativa e erro daquele traste ambulante em algum momento mudar de ideia.

E enquanto isso? Bom, enquanto isso você vai se anulando, pois você tem medo de fazer algo que Deus me livre o desagrade. Afinal, ele já terminou 13 vezes só esse ano e logo vai acabar terminando de novo! E aí você vai chorar tudo again! Não é exatamente assim que você pensa?!

E por que não ser prática? Por que não se perguntar: “Ei, espere um pouco aqui. Esse ser pode me dar o que eu quero? (Não estou falando num futuro! Preste atenção… estou falando hoje!) Pode?! Não, não pode! Não, não quer! Não, não consegue!! Ok! Então eu vou me dar a chance de que alguém que queira entre na minha vida.”

Simples, não?! Claro que é simples! Lógico que abrir mão por quem se tem uma paixonite aguda, como o seu caso, é doloroso. Só que será que é uma dor maior do que esse sofrimento diário em doses homeopáticas que você tem passado? Será que a frustração é maior, do que tentar fazer de tudo e nada parecer funcionar? Será que a sensação de vazio é maior do que se sentir vazia todos os dias?

Eu respondo: NÃO É!

Ser uma mulher de valor é ser em primeiro lugar prática. E o que significa isso? É colocar as próprias necessidades em primeiro lugar. É compreender que ou você tem o que deseja ou fim de jogo. Negociar você até negocia! Desde que o acordo não a deixe com a fatia menor do bolo.

Não está bom? Mude!

Não está valendo a pena? Jogue fora!

Está fazendo sofrer? Saia dessa posição!

Está enchendo o saco? Corte fora!

“O sofrimento Fernanda?”.

Não minha querida, o saco mesmo!

********************

 

Ainda não se inscreveu para começar a receber meus e-mails? Então, cadastre-se logo abaixo.

 

Siga-me no twitter: @menruntoyou

SalvandoseuRelacionamentoComprarProsperidadeComprar7

MateaFadaGeleiaComprar

 

 

 

Valor – Você tem?! Lançamento em Áudio
jun 1st, 2015 by admin

ValorComprar

Uma palestra que dispensa qualquer tipo de apresentação, afinal nós sabemos aqui do que se trata toda essa esculhambação em sua vida afetiva ou financeira. Tudo gira ao redor de uma única coisa: Valor!

Sim, valor! E um valor que você não sabe infelizmente se dar. Você pensa aí na cabeça de franga que sabe, mas a prática é bem diferente da teoria e o resultado muito longe do esperado.

Você ainda liga ou manda mensagens para dizer a ele nunca mais a procurar? Você se ofende com a língua alheia? Você se sente menos na frente de qualquer simples criatura que cruza seu caminho?

Se você disse sim a qualquer uma dessas perguntas, então minha querida, sinto lhe informar, mas você continua vivendo numa falsa valorização. Entende agora por que tem coisa na sua vida que parece não ir? Nem por mil mentalizações! Se você não mudar o pensamento com relação a você, sua vida, sua realidade não vai mudar!

Complicado? Não! Nada complicado! Muito simples! Basta aprender como! Basta começar a agir do jeito certo!

Que jeito? Do seu jeito! Com a sua verdade! Dando a verdadeira importância a você, aos seus desejos, aos seus sentimentos, custe o que custar. Nem que pra isso, você tenha que ir contra o mundo inteiro.

Considero esse áudio palestra uma chinelada! Não quero mais ver ninguém choramingando, lamentando, se jogando no chão, ou se batendo inteira seja por qual motivo for.

Aprenda a se libertar do que a aprisiona, a entristece e a humilha.

Não aceito mais esse tipo de situação acontecendo com quer que seja que cruze meu caminho.

Quero sim, ver você conquistar o que tanto desejas. Dinheiro, homem, saúde, paz, felicidade? Não sei. Cada uma pode responder por si o que a faz feliz. Então vamos pegar a sua parte? Vamos pegar o que você merece? Vamos tomar posse do que é seu por direito? !
********************

 

Ainda não se inscreveu para começar a receber meus e-mails? Então, cadastre-se logo abaixo.

 

Siga-me no twitter: @menruntoyou

SalvandoseuRelacionamentoComprarProsperidadeComprar7

MateaFadaGeleiaComprar

 

 

 

Mantenha as rédeas
mai 28th, 2015 by admin

RedeSocial

Sabe onde você mais peca? Justamente quando se completam os três meses de relacionamento. É a partir daí que a mulherada normalmente começa a deixar de lado a própria vida para ser e fazer o que ela “acha” que é o modelo ideal para a vítima da vez.

Ela deixa de lado os projetos de vida, os projetos profissionais, os cursos, as atividades esportivas que ela amava, os amigos que são os primeiros a serem descartados, afinal ele tem ciúmes. E até mesmo o simples ato do “Dolce far niente” você não se permite mais! Isso não é mais possível, pois você acredita que precisa estar sempre pronta para atender as necessidades daquela criatura dentuça nomeada para o cargo de “namorado”.

Agora eu pergunto: Que valor tem uma pessoa que não possui interesses próprios? Uma pessoa que vive correndo atrás das necessidades alheias e não se permite o mínimo de prazer nessa vida, é alguém interessante?

Minha querida, você continua mesmo acreditando que sendo boazinha e fazendo tudo o que ele quer, aí sim você o manterá ao seu lado?

Então aprenda aqui com a titia: Homem quer sempre dominar. Eu disse “quer”, mas ele no fundo não quer conseguir. Ele só quer continuar “querendo”. Por quanto tempo? Pela vida inteira.  Enquanto ele tiver na cabecinha que você não se deixou dominar, ele trabalhará por aquilo. Forever!

Em contrapartida, bastou ele ter a certeza que você é um capacho ambulante, desprovida de amor próprio, dignidade e que sua vida gira ao redor daquele relacionamento, para que ele comece a olhar em volta. Afinal, homem vive para a “caça”. E você quando se deixa “abater” pelo predador, deixa de ser “caça” para ser “carcaça”.

Experimente dizer “Eu te amo, você é tudo da minha vida”, como você vira um pacotão de carne moída?!

O que ele então precisa pensar ao seu respeito?

“Ela não cede, não abaixa a cabeça, não permite desrespeito, não tolera maus tratos, não passa por cima dela, muito menos dos próprios objetivos. Essa é tinhosa, carne de pescoço, osso duro de roer, um demônio encarnado.”

Quer vê-lo lutar por você? Então comece a lutar por suas coisas, suas vontades e desejos. Quer vê-lo querer passar 24 horas ao seu lado? Ótimo! Basta preencher sua agenda com compromissos, seja academia, amigos, atividades extracurriculares, trabalho, estudos e etc. Deixe-o perceber que precisa ser alguém assim muito interessante, para que você queira desfrutar da companhia dele. Afinal, com qual médico você prefere se consultar? Com aquele que tem a agenda livre ou com aquele que você tem que marcar com três meses de antecedência porque uma vaga é disputada a tapa?

Mantenha as rédeas de sua vida. Não se abandone de forma alguma por nada nem por ninguém. O auto abandono é o estopim para o fracasso nos relacionamentos e eu sei que você não quer isso. Você quer valor, amor, consideração e respeito. Então comece fazendo isso em primeiro lugar com você mesma.

********************

 

Ainda não se inscreveu para começar a receber meus e-mails? Então, cadastre-se logo abaixo.

 

Siga-me no twitter: @menruntoyou

SalvandoseuRelacionamentoComprarProsperidadeComprar7

MateaFadaGeleiaComprar

 

 

 

A vida quer que você faça o trabalho
mai 18th, 2015 by admin

RedeSocial

Já reparou como tem certas situações na vida que parecem se repetir? Você até tenta fazer diferente, falar diferente, vestir uma roupinha diferente, mas parece que aquele tipo de situação e pessoa sempre se fazem presentes. Parece até uma maldição, você pensa!

Pois é! E sabe por que isso acontece? Porque a vida tem mecanismos específicos para lhe mostrar o que deve ser ajustado, o que está faltando, o que está errado e o que está divergente com aquilo que você tanto deseja criar. E a forma da vida demonstrar isso é com situações e pessoas.

É justamente na vivência dos fatos que a verdade vem à tona. É de fato experimentando certas sensações no corpo que você consegue identificar se é bom ou se deve ser descartado.

Quer exemplos?

Você vive sendo rejeitada! Rejeitada pela mãe, pela irmã, pelos homens, pelos amigos, pelo face, pelo grupo do Whats e por mais outras dez redes sociais a qual participa.

Aí você me vem com aquela expressão típica: “Poxa, mas eu só queria…..” (complete a sua frase).

O que a vida está tentando te mostrar minha amiga? Que é você quem está se rejeitando repetidamente e que enquanto você não se aceitar como você é, sem julgamentos, sem culpa, sem medo e sem preconceito, nada vai mudar. É a vida falando com você! Falando através dos outros, mas ainda assim é a vida!

“Ah Fernanda, mas não me aparece ninguém querendo compromisso comigo. Não tem mais homem na praça”.

E então você se enche de desculpas do tipo, “sou velha demais”, “não sou inteligente o suficiente”, “não sou bem sucedida”, “não sou bonita”, “minha bunda é grande”, “não tenho bunda”, “tenho pança de mamute”, “meu cabelo “…..e por aí vai. Tudo balela! Tudo desculpa esfarrapada para deixar de ver o que está na cara!

Você não se dá importância, não se compromete com você e passa por cima de seus sentimentos como se eles fossem NADA!

Então você vem com a pérola: “Eu não quero errar Fernanda, eu quero fazer tudo certo!”.

Mas o que adianta você dizer a coisa certa, fazer a coisa certa para os outros, sendo que para você é uma diarreia mental só?! O que adianta ser a perfeitinha para o mundo, para a empresa, para a família e a para ele, se você não existe pra você?

Sabe quando eu me tornei uma pessoa importante? Conhecida? Quando eu simplesmente parei de tentar agradar a todos, em dizer as coisas certas, em temer cometer uma gafe ou ser o modelo de mulher brasileira pregado pela sociedade.

Eu achava que o mundo iria desabar na minha cabeça. Mas aconteceu justamente o oposto. Claro que tiveram pessoas que se afastaram! Mas já foram tarde! Afinal, não eram meus amigos mesmo!

Mas agora eu sei que quem está perto de mim, está porque gosta de quem eu verdadeiramente sou. Sem máscara, sem modelito, sem personagem. Portanto, é verdadeiro, é inteiro, é honesto e é acima de tudo é por amor.

Eu sei quem vocês são. O que sentem. O que pensam. O que temem. E principalmente o que guardam em vossos corações, seja de bom ou de ruim. E eu afirmo aqui: SÃO TODAS ADORÁVEIS! SÃO TODAS FANTÁSTICAS! Bem assim, do jeitinho de cada uma!

Nesta segunda-feira quero propor uma alforria! Alforria ao “tipinho”, a queda as máscaras e o renascer de quem você é de verdade.

Eu gostaria de estar aí agora, para ver isso de perto!
********************

 

Ainda não se inscreveu para começar a receber meus e-mails? Então, cadastre-se logo abaixo.

 

Siga-me no twitter: @menruntoyou

SalvandoseuRelacionamentoComprarProsperidadeComprar7

MateaFadaGeleiaComprar

 

 

 

Abolição da Escravatura
mai 13th, 2015 by admin

RedeSocial

Hoje, 13 de Maio, gostaria de promover uma Abolição especial. Não apenas a Abolição justa que lembramos anualmente pela passagem vergonhosa de nossa história, mas propor uma nova, capaz de captar a indignação, a revolta e muitas vezes até a incapacidade de ação que muitas de nós em algum momento da vida já experimentaram.

Eu quero em primeiro lugar propor a Abolição do Pensamento de Incapacidade ou até mesmo o pensamento na falta de Força de uma Mulher! Vejo que muitas ainda se utilizam daquela velha frase aprendida que ecoa por entre vossas cabeças, que diz em uníssono “Eu não consigo”.

Essa crença cega na falta de força de mudar o que não está bom, em dar um basta em determinadas situações, em colocar para fora de vossa vida quem não abastece vossa alma de alegria, em insistir que vosso coração mudou o nome para picadeiro, em aceitar comentários desrespeitosos, mesquinhos e grosseiros.

Meu voto?

Meu voto vai para o Resgate da Dignidade de cada Mulher, de cada coração destroçado por alienígenas exterminadores do amor humano. Vai acima de tudo para o “levantar” após o centésimo tombo tomado.

Para o escalar de uma montanha tão íngreme quanto os pensamentos limitantes presentes em vossas mentes. Vai para o pulso firme, fechado, contra cada criatura que acredite ser justo o abuso e ao escangalhamento dos sentimentos alheios.

Meu voto vai para a vida. Para todo ser que anda, voa, nada, respira e porque não “rasteja” (esse último foi pra mulherada com sangue nos olhos, afinal esse texto já estava muito sério…rs).

Mas agora eu quero o seu voto. O seu voto para a sua abolição. Afinal, eu não quero aqui ninguém vivendo feita escrava. Escrava do que?

Escrava desse relacionamento, escrava desse ser, escrava desse emprego, escrava desse chefe, escrava desse modelo de barriga chapada, escrava de ansiolítico, escrava de mãe, de pai, de irmã!

Chega de escravidão! Agora você é Dona de Engenho! Uma Grande Senhora! Aquela que manda e desmanda, que faz e desfaz, que muda de direção, de pensamento e de vontade a hora que bem entender. E por quê? Porque você é a Senhora de seu Destino! Não tem ninguém comandando lá em cima! Não existe outra vontade, a não ser o seu próprio arbítrio e no que você resolve acreditar todos os dias.

Eu nunca acho que eu me prejudiquei em alguma coisa. Jamais! Eu mudei! Tudo pra mim existe uma razão de ser. Se aquilo que eu aqui na cabeça queria e por algum motivo inexplicável não deu certo, mesmo eu fazendo tudo certo, então é porque aquilo não é pra mim. Pelo menos não era da forma que eu estava conduzindo, não daquele jeito, ou com aquela empresa, ou com aquela pessoa.

Eu nunca perco! Mesmo que aparentemente e na limitação de nossos olhos físicos, pareça que sim. Eu sempre faturo, mesmo no erro, mesmo na queda.

Chegou o momento da Abolição da Mulher a esses padrões impostos sei lá por quem e em qual tempo. Eu não sigo mais padrões. Eu não aceito mais o que não faz sentido. Eu não digo amém apenas porque alguém falou ou porque estava escrito num livro. Eu testo na minha própria vida. Se funcionou, ótimo! Se não funcionou, eu jogo fora.

Isso é liberdade! Isso é a Carta de Alforria que eu concedi a mim mesma e que hoje quero que você se conceda.

Sua vez!

********************

 

Ainda não se inscreveu para começar a receber meus e-mails? Então, cadastre-se logo abaixo.

 

Siga-me no twitter: @menruntoyou

SalvandoseuRelacionamentoComprarProsperidadeComprar7

MateaFadaGeleiaComprar

 

 

 

Você sabe o que é Time out?
mar 5th, 2015 by admin

Radio01032015

Na minha área de tecnologia quando algum problema acontece seja no funcionamento físico de uma máquina ou ainda no travamento de algum componente sistêmico, a primeira coisa que acontece são os serviços saírem do ar. Sempre quando algo assim ocorre, tentamos identificar o problema logo de cara analisando se tanto o sistema quanto a parte física respondem. Quando não respondem damos o nome de “Time out” e afirmamos “está com time out”.

Na vida eu costumo funcionar da mesma forma que os sistemas que eu coordeno. Quando algo sai do previsto, me causa dúvida, receio, pânico, desespero, eu entro em estado de “Time Out”.

E o que consiste esse estado?

Simplesmente entrar em compasso de espera, não tomando decisão alguma, não agindo com impulsividade, esperando a poeira baixar, ficando imóvel, quieta, me fingindo de morta para comer o fiofó do coveiro.

Veja, quando agimos na impulsividade num momento de crise perdemos as estribeiras, ficamos afetadas demais, falamos coisas que não queremos, levantamos a voz, tomamos atitudes completamente fora do que de fato o faríamos se estivéssemos centradas. É uma diarreia cerebral só! E você sabe disso, porque já teve muita coisa aí na sua vida que você fez, falou, vomitou e depois se arrependeu.

“Maldita boca” – Você pensa.

Por mensagem então ficamos mais valentes! É muito fácil passar a mão no três oitão (celular) e mandar uma avalanche de frases, não é mesmo? E que frases! É de arrepiar como você incorpora o maníaco do parque e “catapimba” na vítima. Você quando resolve incorporar a guerrilheira nem um exercito inteiro da Al Qaeda escapa!

Já imaginaram uma mulher comandando a Al Qaeda? Ia ser engraçado! Escreveu não leu, a gente iria mandar explodir tudo!

“Ah então o soldado AbinSalahMatusqueladasilva preferiu ir na Líbia ao invés de dançar o Ragatanga comigo? Então exploda a Líbia inteira! Pode explodir. Agora. Eu to mandando.”

Se a comandante tivesse usado a técnica do “Time out” teria poupado um país inteiro!

Será que você é capaz de usar isso na sua vida? Será que você consegue dar-se um ou dois dias de paz, esperando a tal poeira baixar? Você consegue permanecer inerte frente a uma situação que sua mente insiste em dizer que “você tem que fazer alguma coisa senão vai degringolar tudo e ele vai arrumar outra”? Consegue vê-lo on line e não dar coceira na mão?!

Time out minha gente! Férias para a cabeça! Estratégia! Chega de agir feito um touro louco dando cabeçada pra todo vermelho que se mexe. Você não é um animal que leva espada nas costas! Você é uma égua quarto-de-milha minha filha!

Vamos lá! Você só precisa de um pouquinho de coragem para se colocar nessa nova posição. Vamos tentar?

********************

 

Ainda não se inscreveu para começar a receber meus e-mails? Então, cadastre-se logo abaixo.

 

Siga-me no twitter: @menruntoyou

SalvandoseuRelacionamentoComprarProsperidadeComprar7

MateaFadaGeleiaComprar

 

 

 

Nosso Pacto (Os 10 Mandamentos)
jan 5th, 2015 by admin

Voltei! E tudo recomeça….ou ao menos não acabamos uma vida para começar outra. Apenas seguimos essa tal “contagem de tempo”. Mas podemos mudá-la quando bem entendermos, não é mesmo?

Então a faremos agora! Vamos mudar o que não queremos, o que não gostamos, o que não nos faz bem e mandar pelos ares pessoas e situações que já deveriam estar na lata do lixo há bastante tempo.

Hoje, nesse nosso primeiro texto do ano, faremos um pacto. Pacto esse que começou no final do ano com o curso em vídeo, mas que agora é chegada a hora de mostrar a que você veio nesse planeta. Tenho certeza que para ser tratada de qualquer jeito é que não foi, certo?

Abaixo se encontram os nossos 10 mandamentos a serem seguidos fielmente nesse novo ano.

Memorize-os….

1)      Dizer Não quando se quer dizer não.

2)      Não se importar com a opinião, língua ou pensamento dos outros.

3)      Colocar-se em primeiro lugar em qualquer circunstância. E isso pra quem ainda não entendeu é: “Meu bem-estar não tem preço que compre e Não existe pessoa que o tire!”

4)      Não pedir desculpa para homem em nenhuma hipótese, salvo por motivo de força maior.  E o que seria força maior? Chute no saco e desejo súbito decapitação de pinto.

5)      Colocar-se acima de situações ou pessoas, aprendendo a visualizar de cima os acontecimentos.

6)      Não entrar em pânico.

7)      Recolher-se em sua própria companhia quando as coisas não “parecem” seguir a direção de que se deseja. O ato de parar e analisar com a cabeça fresca vale mil vezes mais a pena do que sair descontrolada cometendo uma atrocidade atrás da outra.

8)      Escutar mais e falar menos, quando o assunto for “estratégia” do campo inimigo.

9)      Ter-se como a coisa mais valiosa desse mundo. E isso inclui não só esse “Eu” aí de dentro, mas tudo o que se refere a você, principalmente seu corpo e seu coração.

10)   Quando a coisa de repente resolver apertar lembre-se: Nenhuma situação, pessoa, emprego, vivência, passagem pela terra, bem material, dura para sempre. Tudo muda.Tudo continua mudando, mesmo que você queira parar o planeta. Sendo assim, qualquer situação que você esteja passando hoje, tenha a tranquilidade de saber que é temporária. As coisas vêm e vão. As pessoas vêm e vão. Nossas experiências vêm e vão. Portanto, se você não sabe o que fazer, ou acredita que não existe saída, apenas pare um pouco e observe. Tudo muda!

 

Pense em cada mandamento com carinho e tente a todo custo segui-los. Não se preocupe com os resultados, com as pessoas, com a culpa ou com “ele”.

Apenas faça. Um passo de cada vez. No seu ritmo. No seu tempo.

 

E observe….
********************

 

Ainda não se inscreveu para começar a receber meus e-mails? Então, cadastre-se logo abaixo.

Siga-me no twitter: @menruntoyou

SalvandoseuRelacionamentoComprarProsperidadeComprar7ModusComprar

MateaFadaGeleiaComprar

 

Que valor é esse?
dez 19th, 2014 by admin

Modus2Comprar

Sabem o que mais vejo? Mulheres ótimas, inteligentes, espertas, esforçadas jogarem tudo isso na lata do lixo acreditando que devem se contentar com qualquer homem porcaria.

E não estou falando de qualquer porcaria. Estou falando da porcaria da porcaria! O Top 10 do lixo. Estou falando do burro, feio, pobre, vagabundo, grosso, sem noção, sem caráter, sem dignidade, sem vergonha na cara, tudo junto e misturado.

Então eu pergunto: “Você se valoriza?”

E a pessoa enche a boca para dizer: “Muito! Demais!”

Ótimo! Então porque você me procurou? Para eu ajudá-la a esquecer dessa fase patética e colocá-la no caminho?

“Na verdade Fernanda você vai querer me bater, mas eu o queria de volta.”

Não minha gente! Eu tenho que falar! Não consigo segurar! Quem não gosta de palavrão que pule a frase, ok?

PUTA QUE ME PARIU!

Como é que eu faço para explicar pra essa criatura, em 5 minutos, o que ela está fazendo com ela? Como eu mostro que ela está indo justamente no caminho oposto do que ela sempre sonhou? Como eu a faço pra ela enxergar que só pelo fato de querê-lo de volta, já demonstra o quão fora de seu caminho ela está! Quão cega e perdida ela se encontra. Afinal, quem se valoriza jamais desejaria que um agressor (pois é um ser doloso em todos os sentidos), retorne para sua vida.

Uma mulher que se valoriza, mesmo sofrendo, mesmo em prantos, não vai querer de forma alguma que um homem que a lesava emocionalmente, psicologicamente, humanamente e financeiramente retorne para sua vida.

“Mas eu amo Fernanda!”

Ama nada! Uma pessoa que diz amar um homem dessa espécie e se sujeita a viver num inferno, nem sabe o que é amor próprio, quanto mais cultivar o amor por um terceiro!!

E por mais que eu fale, que eu gaste todo meu repertório, a pessoa continua em círculos. Ela não sai daquilo! Ela repete insistentemente os 365 defeitos, maus tratos, traições, extorsões, humilhações, mas continua repetindo: Eu o quero de volta.

Então eu volto a perguntar aqui a todos: Que valor é esse?! Que amor é esse, que nem o próprio transparece?

“Mas eu quero ser feliz”

Quer? Quer mesmo?!

Então tenha a coragem de largar o que a faz mal! Tenha a decência de se respeitar a todo custo! Tenha dignidade o suficiente para não permitir nunca mais que ninguém com pinto ou sem ele, que a maltrate, humilhe e a faça de besta.

Olhe bem pra você hoje!

********************

 Meninas e Meninos, liberarei vários vídeos, um atrás do outro, para a equipe do Curso a partir de domingo. Semana que vem, será de tratamento de choque!

Ainda não se inscreveu para começar a receber meus e-mails? Então, cadastre-se logo abaixo.

Siga-me no twitter: @menruntoyou

SalvandoseuRelacionamentoComprarProsperidadeComprar7ModusComprar

MateaFadaGeleiaComprar

 

Validar-se é fundamental
dez 11th, 2014 by admin

Muito tenho conversado com a mulherada ao longo das consultorias e uma falha recorrente tenho identificado no processo de valorização individual: o ato de validar-se.

O processo todas conhecem de cor e salteado. Mentalizam diariamente, pensam positivo, procuram se sentir bem, cuidam de si, mas deixam de fazer um item de extrema importância e que rege toda a orquestra da criação. Elas não validam suas próprias impressões ou sentimentos.

Elas sentem! E como sentem! Mas na hora H escutam a cabeça. E Universo, criação deliberada, realização de sonhos não é “cabeça”, não é certo ou errado, não é moralmente aceitável, aliás, a moral social nem existe! E obviamente agindo assim colocam-se na posição de desvalor automaticamente colocando a perder todo o processo que até então estava próximo da perfeição.

O escutar-se é fundamental! É mandatório! Tem a ver com confiança em si, com autoaceitação, com valorizar-se, com levar em total consideração as suas próprias impressões, é colocar-se acima de tudo e todos, é amar-se como a joia mais valiosa desse mundo!

“Fernanda não entendo o que você quer dizer com isso!”

Darei um exemplo bem prático e recorrente nos atendimentos:

Veja, você está saindo com um cristo novo. Aparentemente as coisas estão indo bem. Vocês saem, se divertem, ele parece interessado, liga, manda mensagem, se faz presente. Estão assim um mês mais ou menos. Tudo está no começo. Quando de repente você se depara com a criatura na balada com outra. Ou ainda visualiza uma foto dele com outra nas redes sociais. O que você sente?

“Ah Fernanda, eu fico chateada. Puxa vida!”

E em seguida, o que sua cabeça pensa?

“Que eu não tenho nada com ele. A gente não namora, então não tenho o direito de falar nada, nem achar ruim.”

Pronto! Olha aí a desvalorização completa!

Você sentiu, não sentiu? O peito doeu, não foi? Não interessa se foi certo ou errado sentir! Você sentiu caramba! E o que você faz? Desqualifica primeiramente você, alegando não ter direitos, em outras palavras, “não ter poder”. Em seguida, afirma que “nem pode achar ruim”, ou seja, o que eu sinto eu jogo na lata do lixo, porque o que eu sinto não tem importância pra mim e devo passar por cima de mim como um rolo compressor. E por último, desvalida suas sensações, impressões e sentimentos, validando dessa forma o que é “pseudo moralmente aceitável”.

Quem é você pra você? Um ser sem poder, sem escolha, sem valor, sem qualificação, sem confiança e sem respeito por si mesma.

Está bom pra você?!

Entende agora, onde é que você se coloca?

E o que o Universo entende? “Ela não tem valor, não tem confiança, não tem fibra, não se dá importância, se abandona na primeira. Então o que faremos? Vamos mandar a ela uns bofes que vão desvalorizá-la, traí-la, desconsiderá-la, abandoná-la, trocá-la, desrespeitá-la.”

A equação é perfeita! Você traz para sua realidade o que cultiva com você mesma! Preste atenção!

********************

 

Ainda não se inscreveu para começar a receber meus e-mails? Então, cadastre-se logo abaixo.

Siga-me no twitter: @menruntoyou

SalvandoseuRelacionamentoComprarProsperidadeComprar7ModusComprar

Você é uma mulher ou cachorro amestrado?
dez 9th, 2014 by admin

Não existe um pouco de desrespeito. Ou se é respeitada ou não. Ou se é considerada ou não. Uma coisa é o jogo da conquista, outra é trata-la como algo sem valor. A diferença é tênue, mas fundamental.

Um homem que no começo sai com você, mas ficam alguns poucos dias sem ligar, ou hora liga, manda mensagem, hora dá umas pequenas desaparecidas dentro de uma mesma semana, está jogando. Mas um homem que diz “não quero um relacionamento agora, mas não é todo dia que um peixão assim cai na rede, então eu to na pista”, a está chamando de “coisa”, “objeto”, “um ser inanimado”.

Como assim?!!

Não quero nada contigo, mas posso te traçar? Não quero nenhuma responsabilidade, mas quero usufruir de seu corpinho? Você não significa nada pra mim, mas posso ir papando até enjoar? Como é que isso funciona??!!!

“Mas Fernanda, você não diz que um relacionamento demora até seis meses para se firmar?”

Disse claro! Mas não com esse tipo de tratamento. Não com esse tipo de frase. Afinal, ele acha que você é uma mulher de primeiro escalão, ou um cachorro? Ele acha que vai mandá-la brincar com o ossinho no quintal e você voltará dando cambalhotas?

Minha querida, eles até falam! Eles até jogam esse tipo de coisa! E trouxa você se aceitar! Não se passa por cima de você assim! Não se anula seus próprios instintos apenas para fazer a “bonitinha” para alguém. Não se sente vontade de mandá-lo para aquele lugar, mas se faz cara de que está tudo normal!

Em primeiro lugar vem o tato, o respeito, a consideração, a valorização e o cuidado com você. Se um home se acha no direito de falar e fazer qualquer coisa, “achando” em sua medíocre inferioridade de um verme  que você aceitará, algo grave aí está acontecendo e você nem está se dando conta. Que mensagem você anda passando? O que você anda dando a entender? Que visão tens sobre você mesma para se colocar nesse tipo de situação? Achas que assim será valorizada? Até pomba vai defecar na sua cabeça desse jeito!

E qual seria a melhor resposta?

Anotem ai no celular para quando precisarem:

“Fulano (ou grandessíssimo FDP, como preferir), acredito que houve um grande engano ou talvez eu tenha passado uma mensagem errada a você. Mas não sou quem você espera que eu seja. Agradeço sua sinceridade, sua proposta e o seu respeito por minha recusa. Você é um homem que merece o melhor. Mas o que você tem a me oferecer ainda é muito pouco. Espero que encontre o que procura.”

E como dizia nosso espirituoso Chacrinha: “Aaaaaquele abraçooooo…..”

********************

 

Ainda não se inscreveu para começar a receber meus e-mails? Então, cadastre-se logo abaixo.

Siga-me no twitter: @menruntoyou

SalvandoseuRelacionamentoComprarProsperidadeComprar7ModusComprar

Síndrome de Incapacidade x Desvalorização
out 14th, 2014 by admin

Radio05e21ApegoaoPassadoComprar

Quantas vezes nessa vida você usou a expressão “eu não consigo” se nem ao menos ter tentado?

Lembro-me a primeira vez que meu personal trainer me disse: “Você vai correr a uma velocidade de 10 km”. Qual foi a primeira coisa que eu disse? “Mas eu não consigo.” E ele retrucou “consegue sim, quer ver?”. Eu paguei para ver e realmente corri na tal velocidade. Morrendo é claro (risos), mas corri! E me senti muito bem ao final do treino. Com o sentimento de dever cumprido, com pensamento de “eu posso”.

E você acha que com as outras coisas é diferente em sua vida?

Lembro-me também como eu morria de medo de falar em público. Tinha verdadeiro pavor, de dar dor de barriga e tudo. Olhe para mim agora! Descobri um dom que nem eu sabia que tinha.

Agora eu quero que você analise as mais diversas situações de sua vida e identifique que para tudo, antes mesmo de tentar, você já começa com a ideia do “eu não consigo”. E é para tudo hein! Você usa a desculpa do “eu não consigo” até para aparelhos que são regidos por você! Que aparelho? Sua cabeça!

Você vive agoniada! Você é praticamente a agonia plasmada em forma de gente, com um cabelinho em cima. Você já se viu dessa forma? Mas é o que você é hoje, porque você escolheu ser assim!

Eu também um dia já fui uma agonia loira personificada! E ainda hoje (eu disse ainda hoje) as vezes e sorrateiramente a pomba gira Maria Padilha da Agonia baixa em mim e faz um estrago. Por alguns minutos, é claro, pois recobro meu centro rapidamente. Mas que ela vem, ah isso vem! E quem paga o pato? Minha mãe! Santa mulher! (risos).

Só que tem um pequeno grande “pobreminha” (“pobreminha” porque é de pobre): Essa síndrome de incapacidade generalizada a coloca numa posição de “pequena”, “fraca”, “sem poder”, “sem qualidades”, em outras palavras, uma giárdia do universo. E essa é uma das formas mais cruéis de se desvalorizar. Não sabe o que é Giárdia? Procura no Google!

Profira a expressão “eu não consigo”, o Universo entende: “Giárdia do Universo”? Joga desgraça nela. Diga não aos desejos dela. Corte o fluxo do dinheiro. Coloque escassez no amor. Faça-a bater o carro. Seja assaltada. Já está bom? Ou quer mais?

Quer continuar fazendo isso com você? Fique a vontade! A vida é sua! Você é a senhora do seu destino. O universo só diz “amém, que seja feita a VOSSA vontade”, ou seja, que seja feita a sua vontade minha amiga!

Entenda de uma vez por todas: VOCÊ PODE TUDO! Você pode criar e destruir. Você pode construir e fazer virar poeira cósmica. Você pode escolher o que vai experimentar no minuto seguinte. Você escolhe o tom do loiro minha santa! Você escolhe o esmalte! Você está sempre escolhendo. Assim como está escolhendo agora a ler esse texto e ficar com essa cara de “ai ai ai eu sou giárdia do universo”. Não quero ser giárdia! Quero ser Angelina! Ok, nem tão ossuda, mas Angelina! Eu quero o Brad, a boca e o dinheiro!

Síndrome de incapacidade? Agora você já sabe!

********************

Ainda não se inscreveu para começar a receber meus e-mails? Então, cadastre-se logo abaixo.

Siga-me no twitter: @menruntoyou

Cama x Desvalorização
out 13th, 2014 by admin

Radio05e21ApegoaoPassadoComprar

A mulherada de uma forma geral não tem a mínima consciência da forma como se desqualifica ou desvaloriza. Fazem as coisas como que automaticamente sem se dar conta da real importância de cada ato ou posicionamento.

Por exemplo: Em quanto tempo você vai para a cama com um homem? Aposto que a maioria dirá três encontros. Mas será que três míseros encontros são suficientes para o identificarmos como merecedor da cereja do bolo?

Eu sei que pode parecer um tanto antiquado o que eu digo, mas será que não banalizamos demais essa questão? E vou além? Será que não banalizamos nosso próprio valor? Afinal, se sou algo de valor inestimável para mim mesma, como posso me dar de bandeja a alguém que nem conheço?

Então você poderá dizer: “Mas será que o fato de eu fazê-lo esperar um pouco mais, não parecerá que não estou interessada ou me fazendo de difícil?”

Não se você demonstrar que está feliz com a companhia dele, assim como demonstrar desejo. Você se sente atraída por ele, apenas ainda não se sente tão à vontade para liberar geral.

Acredite! Se estiver realmente interessado ele sentirá prazer em esperar um pouquinho. Aliás, ele na verdade espera que você o faça esperar, que seja seletiva, que não se entregue facilmente, que demonstre VALOR!

O que você acha que ele prefere? Alguém que vai para o apartamento dele sem grandes esforços, ou alguém que até vislumbre a possibilidade de fazê-lo uma visita, mas no seu próprio tempo?

“Ah Fernanda, mas se eu não fizer tem outra esperando já de boca aberta”.

Que ela o faça então e não você! Afinal, você não é “tira gosto”, muito menos “Disk Pizza“!

Quando você se valoriza, você vai ao seu tempo e não no dele. Você simplesmente não cede a pressão apenas com o intuito de segurar um homem. Você primeiro vai se fazer algumas perguntas, como:

1)      Quem ele é?

2)      Ele vale a pena?

3)      Ele parece ser merecedor da cerejinha do bolo?

4)      Ele parece me respeitar, se esforça para agradar, se mantém presente e demonstra segurança de objetivos?

Conseguiu responder a essas perguntas com segurança? Não force! Apenas tente responder com convicção. Consegue? Então ok! Libere o pacote completo! Ficou em dúvida? Então espere mais um pouco.

Meu marido esperou quase três meses para então provar da mamãe aqui que vos escreve! E acredite, homem quando está interessado numa mulher, não vai desistir assim tão fácil. Ao contrário disso, você se tornará um desafio pra ele, afinal você tem VALOR! Você será o “CUme” do Everest, o qual ele pagará $ 40.000 para um Sherpa ajudá-lo a escalar e se for preciso o fará até sem oxigênio.

E isso minha querida, não será em uma semana ou em três encontros. Você precisa de tempo. Você precisa de análise. Você precisa de observação.

Pra que a pressa? Vamos com calma…Afinal, com calma e com jeito se chega ao “fiofó” do sujeito!
********************

Ainda não se inscreveu para começar a receber meus e-mails? Então, cadastre-se logo abaixo.

Siga-me no twitter: @menruntoyou

Aprendendo o caminho das pedras
out 3rd, 2014 by admin

Todo mundo que está aqui hoje busca aprimoramento de alguma forma. Seja porque sofreu uma tremenda decepção amorosa, quiçá decepções, ou até mesmo desilusões e dissabores da vida que muitas vezes nos tiram a alegria de viver.

Mas ainda bem que todos nós temos a capacidade de regeneração, de construção de um novo dia, um novo momento, uma nova fase, uma nova forma de viver. Brasileiro então tem essa capacidade nata! Nós inventamos e reinventamos mil coisas, deixamos tudo para última hora e conseguimos cumprir o prazo, fabricamos Valeskas, Kellys, Anitas, Xuxas e Tiriricas. Somos ótimos criadores!

E porque é que quando chega à nossa vez parece que nada funciona? Porque que quando começamos a tentar algo, começamos o processo, nos interessamos, até conseguimos nos sentir bem, porém algo parece segurar? E aí você vai ficando com ódio, principalmente porque  vê gente a sua volta conseguindo, gente menos qualificada do que você, menos inteligente, menos interessante, menos, menos, menos tudo e você a ver navios.

Você que está aqui hoje já deve ter passado por muitas coisas anteriores como Hoponopono, EFT, Terapia das velas, das cores, da energia interestelar, do catequismo a “bateção” de bumbo no terreiro e nada pareceu funcionar efetivamente, apesar de serem ótimas técnicas e com seus efeitos já comprovados.

O que você já frequentou de cartomante, vidente, taróloga, astróloga para saber o tal futuro, ou se ele era o homem da sua vida, ou se ele iria voltar e a pobre da profissional fazendo de tudo para tirar a tal carta do Sol ou a tal do Mundo para que a resposta fosse positiva, até chegou a dizer “olha tem um site chamado fazerumhomemcorreratras que pode te ajudar” (sim, isso já aconteceu. Já fui indicada por cartomante e mãe de santo), mas o engraçado é que você ficou esperando as tais das previsões que acabaram nem acontecendo.

Culpa da profissional? Talvez sim, talvez não! Porém por mais bem entendida no assunto que essa seja não consegue lutar a favor de algo que está sob seu inteiro poder: Seu arbítrio.

E é esse arbítrio que é só seu, que pode efetivamente a colocar na abundância em todos os sentidos ou na mais profunda miséria. É por meio desse arbítrio que o fluxo das benções aparece em sua vida ou se tornam escassas. É esse mesmo arbítrio que bloqueia os acontecimentos mais importantes a você como a ligação para aquele emprego, aquele namorado, aquela compra, aquela venda, aquele projeto, aquela vida…

É por intermédio de seu arbítrio que você se coloca, se posiciona, se centra, se encaixa. Está nesse poder que está em suas mãos que você passa a se valorizar ou se denegrir ainda mais. Está nele a sua capacidade de se considerar o centro de seu universo ou poeira cósmica. Está nele sua capacidade de realização, sua decisão de passar a se amar verdadeiramente, de corpo e alma, sem terceiros, sem mais, sem menos, sem exceções ou transgressões, com o único intuito de aprender a dominar o que viemos fazer aqui: A arte da criação.

Nos próximos dias, você passará a receber por e-mail informações sobre o curso em vídeo que será ministrado. Não se trata de uma palestra como as outras lançadas em áudio, mas de uma mudança de vida.

Se você acredita que ainda não é o seu momento de se tornar a pessoa que sempre desejou ser, tudo bem! Eu entendo! Cada um tem seu momento de despertar.

Nesse e-mail também procurarei explicar em detalhes como o processo de inscrição funcionará, qual será a abordagem e o que pretendo que você set orne a partir dele.

Sinceramente, eu não aguento mais ouvir a mesma coisa das mulheres! Eu não aguento mais ver mulheres espetaculares sendo humilhadas, enganadas ou frustradas.

Eu quero é mais! Mais mulheres felizes! Realizadas! Donas de seu destino, do seu poder, de seus desejos e acima de tudo os realizando.

Eu volto a falar: Se eu aqui, torcedora do Santos Futebol Clube consegui, todo mundo então consegue!

********************

Ainda não se inscreveu para começar a receber meus e-mails? Então, cadastre-se logo abaixo.

Siga-me no twitter: @menruntoyou

A valorização é o sol de seu Universo
set 30th, 2014 by admin

Muitas pessoas me perguntam qual é a base de tudo para que uma mudança drástica ocorra em sua vida e eu respondo: Valorização.

Mas não é uma valorização do jeito que vocês estão acostumados a fazer. Não tem nada a ver com outros, com ele, ou com situação alguma. Mas sim um posicionamento interno.

A grande maioria está acostumada a se dar valor na base da mutreta, ou seja, faz apenas para fora, para os outros, numa falsa imagem de pessoa que se autoconsidera. Tudo balela! Basta olharmos um pouco mais de perto a vida da pessoa para sabermos que ela não pensa duas vezes em passar por cima de si própria apenas para “parecer ser” algo a alguém. Não existe o tal valor, o tal apreço, a tal consideração com ela própria.

Só pela pessoa me dizer “ah Fernanda, estou me valorizando e me colocando em primeiro lugar, mas não funciona pra mim”, eu já sei que a suposta valorização é falsa. Lá dentro mesmo, ela continua se achando menos, não merecedora, pequena, incapaz, incompetente. O posicionamento interno continua sendo o “eu não me acho coisa nenhuma estou apenas fazendo força na cabeça”.

E eu vejo isso o tempo todo! Está sem dinheiro? Está sendo rejeitada e deixada de lado? Então você não está de forma alguma se valorizando!

“Ah mas eu estou me sentindo bem! E tem acontecido um monte de coisa ruim comigo.”.

É mesmo? E que “bem” é esse que você diz sentir? Já parou para analisar? Tem gente que se sente bem na depressão! Sim! Exatamente isso que eu disse! Tem muita gente que sente prazer no estado depressivo. Se sente bem se colocando no papel de vítima. No papel de desgraçada. No papel da “pobre de mim sem poder”. No papel de “filha ou filho de um Deus aí que inventaram” e que esse Deus olhará por ela, mexerá os pauzinhos lá em cima e tudo ficará bem! Enfim, que raio de “bem” é esse que você se encontra que está criando uma verdadeira desgraceira em sua vida?

Eu gostaria que você pensasse na sua valorização como o sol de nosso sistema solar. A valorização é o primordial. Sem ele não a vida! Sem ele os outros planetas não teriam chance de sobreviver, certo? Então com a tua valorização funciona da mesma forma. Tua autovalorização é o sol e todos os outros aspectos como saúde, dinheiro, amor, relacionamentos, giram ao redor dele. Toda a prosperidade seja em qual setor de sua vida for tem como base a sua valorização. Valorização ok? Os planetas de sua vida continuam girando em perfeita harmonia. Perdeu o autovalor? Então você perdeu seu sol e ficará a míngua a até exterminar com a vida na Terra.

Compreendem a importância verdadeira disso? Verdadeira!! Sem mutreta! É algo como “eu estou aqui para mim 100% ao meu lado e não vou permitir que nada faça eu me sentir menos do que verdadeiramente eu sou. Eu sou ótima do meu jeito. Não vou evoluir. Não vou mudar. Não vou melhorar. E quem não gostar que vá comer no bar.”

Mas de verdade! Lá dentro! Lá no fundão do fundão! Não tem chefe, não tem emprego, não tem mãe, pai, namorado, marido, filho. É você com você e só isso!

Acorde para o que você vem fazendo com você nos últimos anos e mude sua realidade.
Observação: Atenção para quem ainda não confirmou o cadastro. Sem a confirmação os e-mails enviados não chegarão!

********************

Ainda não se inscreveu para começar a receber meus e-mails? Então, cadastre-se logo abaixo.

Siga-me no twitter: @menruntoyou

Valor e Vibração Dupla Perfeita
set 15th, 2014 by admin

As pessoas sempre me perguntam sobre como usar a lei da atração seja para ganhar dinheiro como para a vida afetiva. Minha receita de bolo é uma só: Valor e Vibração. As duas juntas! Caminhando lado a lado. Uma complementando a outra.

Acredito que a vibração não seja algo tão difícil de melhorar. Bastam alguns pensamentos ou algumas atitudes para que tal vibração vá subindo pouco a pouco. E quando sustentada por algum pouco tempo, se o quesito “valorização” estiver alinhado, as materializações começam a acontecer.

Mas o problema todo está justamente aí, na tal valorização. A grande maioria acredita que se valoriza, quando, no entanto se coloca em cada situação de arrepiar o pelo. Porém bate no peito e diz “eu sou mais eu”, quando na realidade estamos vendo claramente o posicionamento tomado, ou seja, o posicionamento de “menos”.

Crescemos acreditando que ter um “pinto” era mais. Que o fato de terem nascido homens já lhes concedia uma vantagem competitiva impossível de se transpor. Balela! Se as ferramentas são as mesmas, qual é a diferença? Se ambos possuem os cinco sentidos, corpos anímicos, sensos e pintos (um o físico e o outro psíquico), qual é a diferença?

Mas a gente acredita nessa patifaria. Tanto é que nos colocamos constantemente abaixo de um homem, mesmo que esse seja menos estudado, menos interessante, menos inteligente, menos tudo!

E o que fazemos com nossa vibração? Jogamos lá para baixo. Desvalorizamos-nos. Sentimos-nos menos. Sempre? Sempre! É algo automático, corriqueiro, quase imperceptível no dia a dia.

Quer colocar as leis do universo ao seu favor? Eu falo! Tenha um valor inestimável com você, custe o que custar e mantenha uma vibração leve, ou seja, cuca fresca, despreocupada, apenas focada no prazer, na paz, na alegria, na liberdade.

“Ah Fernanda, mas minha vida hoje está um caos. Não tenho dinheiro nem namorado. E aí? Como vou me achar algo mais ou menos no mínimo para me sentir valorizada ou ficar despreocupada. Impossível! Você está me pedindo o impossível!”

Porém basta um passo na direção do que você deseja. Basta apenas o primeiro passo, para que sua vibração comece a mudar. Talvez pular de uma vibração depressiva e pessimista, para “a vida é uma festa” parece até patético, mas dar um pequeno passinho em algo que lhe traga um bem estar já é um grande começo. Aliás, esse pequeno passo você já deu, quando começou a ler os artigos que escrevo. Você já não é mais a mesma, desde que entrou para essa comunidade.

Primeiro porque você não aceita mais certas coisas. Não aceita mais “conversinha mole”, “porque Deus quis”, “porque estamos aqui para resgatar os erros do passado”, “porque casamento é resgate”, “porque você precisa evoluir para se tornar alguém melhor”, “você tem que melhorar” e por aí vão as pérolas.

Eu tenho certeza que você já escutou e continua escutando essas frases. Convence? Eu tenho certeza que hoje não mais. Hoje, você está extremamente mais lúcida mais atenta e acima de tudo ligada com você mesma.

Ser passada para trás? Até parece! Mesmo que você não tenha coragem de chutar o balde, sua vontade hoje é de se bater inteira por ter permitido tal atrocidade com sua pessoa. E porque isso? Porque hoje você sabe do seu valor. E quando algo assim acontece, dói! Dói lá dentro! Pois você sabe que poderia ter ficado ao seu lado e não ficou. Você sabe hoje o que precisa ser feito e como precisa ser feito.

Não tem mais ninguém ingênuo aqui! Ainda bem!

********************

Meninas e Meninos:

A partir de agora teremos mais um canal de comunicação, canal este que enviarei vídeos, áudios e textos exclusivos que não postarei aqui no site.

Para ter acesso a esse conteúdo, peço apenas para que se cadastrem logo abaixo.

Esse conteúdo é gratuito e é mais uma forma de nos aprimorarmos e ficarmos assim mais unidas.

Abraços a todos!

Siga-me no twitter: @menruntoyou

SalvandoseuRelacionamentoComprarProsperidadeComprar7

MateaFadaGeleiaComprarAmarracaoAmorosaComprar

ModusComprar

ConsultoriaComprar

O que é se colocar em primeiro lugar
ago 21st, 2014 by admin

MateaFadaGeleiaComprar

Mas quanta dificuldade! Você nem sabe o que é se colocar em primeiro lugar. Também pudera você nunca nem tentou fazer isso. Seria como um adulto que nunca viu o mar. Se não sabe como é, como poderá exercer seu poder?

Mas agora você já sabe! E se continua se curvando para uns e outros que insistem em tratá-la menos do que merece, então a responsabilidade é toda sua. E não adianta vir choramingar pra mim, dizendo que escuta todos os áudios, lê os textos, conversa com você, incorpora o leão, se quando chega à sua vez de mostrar o amor a esse ser que tem aí dentro, o que você faz? Nem pensa, nem sente, nem nada, simplesmente passa por cima de você como se fosse um rolo compressor! E ainda acha que sabe se colocar em primeiro lugar!

E daí que ele tem mais dinheiro que você? E daí se quando você olha pra ele as pernas bambeiam? E daí que quando você escuta a voz dele os passarinhos começam a cantar e você escuta a voz de Julio Iglesias cantando “Coração apaixonado”? E daí toda essa “psicagem” sua? Você não seria mais importante que tudo isso? Sua dignidade é tão barata assim, que você pode jogar no ralo como um resto de água suja de fundo de quintal?

Eu fico aqui me perguntando se a sensação no corpo de se abaixar para um homem é melhor do que a sensação de ver esse homem indo embora. Você está feliz assim? Não! Eu só vejo você magoada, acuada, triste, sempre pensando se “ele vai vir atrás”. Sua vida é sempre um compasso de espera. Espera eterna. E clara estagnada! Pois quem coloca o próprio destino e decisões nas mãos de terceiros espera que a vida vá pra frente?

A dor de se autoabandonar é tão grande, tão forte, tão profunda, que nós mulheres temos a tendência de procurar fora o motivo desses sentimentos tão avassaladores. Porém a causa principal sempre esteve dentro de nós. Nunca teve nada a ver com ele! Essa dor aí no peito sempre foi por sua causa!

A força que teve que fazer para passar por cima de seus instintos e correr atrás daquele homem, para ceder ao que ele queria mesmo indo contra as tuas claras sensações de “Não”, a fingir que não via o desrespeito, o descaso e a falta de interesse e mesmo assim se ajoelhar pedindo uma mísera chance, acabam com toda e qualquer dignidade que ainda possa existir aí dentro.

Portanto eu afirmo aqui a você com toda convicção: Não tenha medo de ir a favor do que se sente. Não tenha medo de bancar seus instintos e impressões, mesmo que isso custe a “moedinha” que aquele estrupício colocava em seu pratinho de mendigo. Você não precisa dessa moeda, você não precisa desse doador, você não precisa se agarrar numa coisa que nunca foi sua.

Infelizmente eu não posso sair do meu corpo e incorporar aí no seu, fazendo todo o trabalho de resgate de fundo de poço por você. Cada um nasceu com as próprias ferramentas, com as próprias capacidades e qualidades, portanto 100% apta para mudar qualquer situação presente.

Será que dói? Claro! Dói para nascer, dói para fazer luzes nos cabelos, dói para depilar, aplicar botox e…dói se tirar lá do poço. E tem outro jeito? Não! Ou você vira uma monga ou se depila. Ou você faz luzes ou fica com a raiz do cabelo preta, ou você se assume e se coloca em primeiro lugar ou vai mudar seu endereço para “Rua XYZ, Casa 123, Fundo de Poço 2A”.

E ai? O que é que vai ser?

Cadastre-se abaixo para receber conteúdo exclusivo do site, incluindo vídeos, textos e áudios:

Siga-me no twitter: @menruntoyou

SalvandoseuRelacionamentoComprarProsperidadeComprar7ModusComprar

Final de Semana e a Solidão
ago 1st, 2014 by admin

ProsperidadeComprar6

Pronto! Bastou chegar o final de semana para o surto psicótico começar. As solteiras ou recém-separadas iniciam sua maratona de pensamentos loucos, aterrorizantes e massacrantes.

Quer pensamento mais destruidor do que “Todos estão se divertindo menos eu.” ??

Nossa que horror! Parece que você é um menor abandonado! Parece que você não é ninguém pra você, que o mundo está em festa e sua vida totalmente parada. Quanta ilusão!

Primeiro que essa festa, essa felicidade exagerada e estampada nas fotos de capa de face book, sabemos que é uma mentira deslavada. Afinal, quanto mais alguém tenta demonstrar que está feliz e se divertindo horrores, pior ficar.

Aliás, quem está feliz, está feliz e pronto! Quem está num ótimo relacionamento, está e pronto! Precisa ficar tirando mil fotos e postando? Precisa ficar tirando foto do prato de comida e publicando? Precisa ficar fazendo aquela cara tipo “Adriane Galisteu” (nada contra) na estação de esqui com aquela boquinha esquisita meio entreaberta (podem reparar que ela faz sempre a mesma boca….) para parecer que está tudo uma maravilha. Como uma maravilha?! Como uma pessoa que nem come como essa moça faz pode estar feliz?? Concordam?! Quem não come fica com um péssimo humor! Uma coisa não combina com a outra! Então vai tentar enganar outra!

Mas falando de você…que tal tirar um final de semana só para você. Só para cuidar de você. Quanto tempo que você não faz isso? Se é que um dia chegou a fazer, não é mesmo? Você pode fazer muitas coisas como assistir a filmes que gosta, fazer uma comidinha que adora especialmente e só para você, fazer aquele tratamento de beleza que vive adiando, manicure, pedicure, barba, cabelo e bigode. Você pode ainda ouvir minha voz quinhentas mil vezes pra ver se entra algo aí nessa cabeça. Olha quanta coisa!

E o melhor de tudo: Em sua própria companhia! Quer coisa melhor, do que nós mesmos? Quer amiga mais carinhosa e preocupada conosco, do que nós mesmas? Eu sou minha melhor amiga! Porém se eu me colocar contra mim, alimentando pensamentos que me façam sentir triste, posso virar minha pior inimiga, utilizando meu poder e força contra mim mesma. Cruzes!!!

“Ah, mas eu queria um namorado Fernanda!”

Pode parar com esse tipo de pensamento que provoca essa sensação de falta hein!

Sinta-se bem com você! Fique feliz com você! Agrade a você! Aconchegue você! Se dê todo amor, carinho, afeto e prazer que você puder, que em breve seus desejos começam a tomar forma.

E não minta para mim dizendo que você já está fazendo isso, pois sabemos aqui o quanto você se castra, se bate, se pune e se cobra o tempo todo. Eu sei por que já escutei sua voz de “gato miado”. Ainda tem a coragem de dizer que faz tudo por si, falando com essa voz de “Sandy”.

Engrossa essa voz!

 

ProsperidadeComprar

ConsultoriaComprar

Siga-me no twitter: @menruntoyou

SIDEBAR
»
S
I
D
E
B
A
R
«
»  Substance:WordPress   »  Style:Ahren Ahimsa
© Todos os direitos reservados